Instalando o VMWare Workstation

Para aqueles que querem migrar definitivamente para Linux mas aindam precisar rodar alguns softwares específicos do Windows, é possível utilizar o VMWare e ter uma instalação do Windows XP dentro do Linux. Instalação passo-a-passo do VMWare Workstation 5 em uma distribuição Ubuntu com Kernel 2.6.

[ Hits: 86.155 ]

Por: Lucas Peres da Silva em 17/04/2006


Introdução



Bom pessoal esse é o meu primeiro artigo, ficaria grato se fossem postados comentários com correções e sugestões.

O objetivo deste artigo é a instalação e configuração e instalação do Windows XP Professional em uma máquina virtual rodando sob o VMWare Workstation 5.

O artigo aborda a instalação dentro de uma distribuição Ubuntu Linux e demonstra a instalação passo-a-passo do software.

Resolvi instalar o VMWare pois decidi migrar definitivamente para o Linux, porém alguns aplicativos infelizmente não rodam nele (Macromedia especialmente), então é possível migrar tranqüilamente utilizando o VMWare quando necessário.

Vale lembrar que o VMWare Workstation não é gratuito, porém está disponível uma versão de demonstração por 30 dias no site da empresa. Existe um produto da empresa VMWare que é o VMWare Player, que somente roda máquinas virtuais já criadas, não possui recursos de criação de novas VM. Acredito** (não tenho certeza) que seja possível utilizar o Workstation durante 30 dias para criar as VM que sejam necessárias, e depois utilizar o player gratuitamente. :)

** Se alguém conseguir essa façanha por favor me avise :)

O que é o VMWare Workstation?


O VMWare é um sistema que, através de drives virtuais (máquinas virtuais), onde é possível realizar a instalação de sistemas operacionais como: Windows, Linux, NetWare ou Solaris x86, com recursos de rede disponíveis, periféricos, etc.

Com o VMWare Workstation é possível:
  • Configurar e testar aplicações multi-usuários, atualização de aplicações e patches de sistemas operacionais em um único PC;
  • Facilmente recuperar ou compartilhar plataformas de desenvolvimento, reduzindo o tempo de configurações;
  • Criar um sistema operacional destinado a treinamentos, possibilitando aos estudantes sempre iniciarem de um estado inicial pré-configurado do sistema, aplicações e ferramentas de segurança, com máquinas virtuais isoladas.
  • Redução de tempo de resolução de help-desk de problemas de usuários finais com a utilização de bibliotecas pré-configuradas nas máquinas virtuais.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Binários e dependências
   3. Instalação
   4. Considerações Finais
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Tutorial convertendo DVD para AVI - com mencoder

Problemas no XMMS c/ RedHat 8.0

Projeto OLPC - O famoso laptop de $100

Atualizando o Slackware com SlackGrade

VirtualBox no Arch Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por m3ocs-d4rksun em 17/04/2006 - 16:02h

legal o artigo.. muitas pessoas usam primeiro o VMware pra depois migra definitivamente.
mas durante a minha migração, a principal dependencia do windows era a internet..
não conseguia configurar o modem no slackware. mas até que um dia veio alguem e disse: "a versão do driver da smartlink é 2.7.10_debug"
fui pro linux e deu certo, nuss.. só alegria..

[]'s darksun

[2] Comentário enviado por hudheb em 17/04/2006 - 17:17h

Parabéns pelo artigo, Lucas.
Sim, o VmWare Player é free e open source (http://www.vmware.com/products/player/).
Neste caso pode-se utilizar o Workstation pelos 30 dias e após expirar, apenas rodar suas "máquinas virtuais", inclusive uma boa idéia é criar uma e em seguida fazer um backup em CD/DVD, assim vc sempre terá um SO novinho em caso de crash..
Outro ponto relevante é: o SO que for instalado no VmWare, caso seja proprietário, ainda necessita ser original. O uso de uma "máquina virtual" não descaracteriza o "uso indevido" (pra soar melhor).
Além do mais, creio que seja uma alternativa muito melhor ao WINE, uma vez que algumas bibliotecas que o Wine utiliza tb são proprietárias (me corrijam se estiver errado) e softwares como IE, Flash, Photoshop, etc, rodarão em plataforma "nativa", sem risco de incompatibilidade.

CONTRA: tenha pelo menos 512 MB de RAM QUE NÃO SEJA SWAP, ou deverá ter um pouco mais de paciência...

DICA: Se trabalhar como eu, Flash + PHP + MySQL, faça o seguinte:
instale um rwin 2000 no VmWare e instale SOMENTE softwares que for usar, no caso o Flash. Utilize normalmente seu Linux para programar no PHP e admin o MySQL, e o Flash no VmWare. Ele possibilita compartilhar arquivos entre "as máquinas", e isso seria como trabalhar em rede.
Abraços.

[3] Comentário enviado por removido em 17/04/2006 - 21:25h

Meu camara muito obrigado!!!
Eu passei mals bocados por que eu não sabia (eu nem sabia que tinha que procurar algo a repeito) do tal patch para o vmware, ainda mais por que eu já tinha instalado ele em um linux utilizando o kernel 2.6 e nada de errado aconteceu, mas no Ubuntu... . Efim, obrigado...

Mas respondendo a uma pergunta sua do artigo: não é apenas possível usar uma máquina virtual usando a cópia de avaliação, como também é possível usando um editor de texto (vim, kate, gedit, escolha), abra o arquivo .vmx e veja você mesmo, é um arquivo de texto. A diferença fica por conta do HD, mas nesse caso, você pode criar um disco e depois usar ele em várias maquinas com um simples copiar e colar.

Eu só tenho uma crítica ao seu texto, no último comando, você pede que o usuário execute o VMware como root... vê lá no final; sudo /usr/bin/vmware

Isso é exatamente o que o usuário não deve fazer. Ele não deve usar a máquina virtual como root. Se for preciso, edite nas configurações o local específico para salvar o arquivo da máquina virtual em uma região que o usuário tenha direito a escrita.

Por fim, apenas para deixar registrado, tenho o Ubuntu dentro de uma máquina virtual (foi assim que eu mudei para ele, eu instalei na máquina virtual e gostei...) e também nesse caso funciona muito bem. Descobri que essa era a forma mais fácil de testar todas as distros que eu queria sem ter muito trabalho.

[4] Comentário enviado por cvs em 17/04/2006 - 22:31h

Muito legal o artigo... Só uma coisa que fiquei de cabelo em pé... executar o vmware como root... é algo que não aconselho.. hehehe... :P

De resto... está 10!

[5] Comentário enviado por cah666 em 21/04/2006 - 09:32h

Eu tenho o wmware no Windows XP e gostaria de configurar para eel enxergar o meu slackware que está em outra partição

alguém pode me ajudar meu
msn é cassiavss@gmail.com


flws

[6] Comentário enviado por alexandrebchaves em 20/06/2006 - 17:30h

Bixo, como eu pego um number serial????

[7] Comentário enviado por espectro em 21/12/2006 - 14:01h

beleza Lucas, eu fazia isso a um tempão, mas até hoje só consigo mover arquivos entre as maquinas com o auxilio do email! vc não sabe como resolver este problema?

e Alexandre, olhe meus screenshots, garanto que vai achar o que procura!

abraço

[8] Comentário enviado por fasali em 22/01/2007 - 12:13h

Bom dia pessoal, eu estou usando o Suse 10.2 com um adaptador wireless usb (wusb54g - Linksys) que funcionava certinho até que intalei o vmware. Minha conexão wireless não funciona nem a pau. Será que alguem pode me ajudar a solucionar esse problema. Grato.

[9] Comentário enviado por shadowfox em 15/05/2007 - 11:37h

Amigo... Não se preocupem com a licença para o VMware... No próprio site eles estão com uma versão (Vmware server) que está em desenvolvimento e por enquanto é free!!! Tem tanto para o windows como para o nosso linux. É tão free que na hora que você baixa a instalação, você tem a opção de gerar os seriais na quantidade que quizer...

[10] Comentário enviado por lureal em 28/07/2008 - 09:16h

Até aí tudo bem. Porém você sabe como reinstalar o VMware no Kurumin 7 após atualizar o seu kernel? (por exemplo: de linux-2.6.18 -básico para linux-2.6.26 -atual?
Neste ponto estou lutando e parece que está difícil a solução.
Se alguém souber...


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts