Instalando Squid a partir do código fonte

Este artigo visa ensinar a iniciantes como instalar o Squid pelo código fonte. Apesar das principais distribuições Linux manterem versões pré-compiladas do Squid em seus repositórios, muitas vezes precisamos de recursos que não foram habilitados na compilação. A saída é compilar o Squid "no braço".

[ Hits: 42.921 ]

Por: Ronaldo Moraes Junior em 01/02/2010


Conclusão



Muitos esbarram no problema das diferenças entre o Squid pré-compilado, que é obtido dos repositórios, do Squid instalado a partir do código fonte. E os tutoriais nem sempre explicam as diferenças adicionais que existem na instalação do Squid compilado manualmente.

Meu objetivo aqui é servir de um "pontapé inicial" para aqueles que querem aprender a usar o Squid a partir do código fonte e deixá-lo funcional para a partir daí cada um configurar da maneira que deseja.

Sugestões e dicas sobre o artigo serão muito bem vindas, bem como erros que porventura venham a encontrar.

Bibliografia


Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução, pré-requisitos e obtendo o Squid
   2. Compilando o Squid
   3. Configurando o Squid
   4. Mais algumas dicas
   5. Conclusão
Outros artigos deste autor

DVDAuthor: Como autorar DVDs no Linux

WebHTB - Controle de banda de internet

Leitura recomendada

Instalação e configuração do Squid no Fedora

Compilando o Squid com autenticação PAM

Manual traduzido do Squid - Parte 2

Squid com autenticação

Colocando senha nos gerenciadores do Squid (SARG e MYSAR) de forma simples

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fate em 02/02/2010 - 17:50h

Ótimo, posso aplicar este artigo em qualquer distro. Assim deveriam ser todos os artigos do VOL.

nota 10


Contribuir com comentário