Instalando Compiz Fusion no Slackware 12.1 + AIGLX + NVIDIA

A vantagem do Slackware 12.1 é que para instalar o compiz-fusion não é necessário instalar nenhuma dependência, nem mesmo o Gnome. Tentarei descrever os passos mastigando ao máximo. Abraço a todos e a minha namorada Winnie, que sempre teve muita paciência comigo e sempre me apóia muito. Boa sorte a todos.

[ Hits: 35.908 ]

Por: Tiago de Camargo em 19/05/2008


Instalando drivers NVIDIA



Aconselho: Que para seguir com esse artigo seu Slackware 12.1 esteja instalado FULL!

Não há segredo algum em fazer um download, então busque no site:
Após o download do driver, para instalar é necessário que o servidor X seja encerrado, então abra o terminal, entre como usuário root, então digite:

# telinit 3

O servidor X será fechado e você estará no modo texto. Logue novamente como usuário root, vá a pasta em que você salvou o driver da nvidia e digite:

# sh NVIDIA-Linux-x86-(a versão que baixou).run

Aceite os termos e na tela que ele fala de um download no ftp da nvidia escolha NÃO. Ele ainda vai reclamar algo do kernel, mas quando clica em OK ele faz a instalação. Após a instalação ele vai perguntar se quer que o instalador configure o servidor X pra você, clique em YES.

Pronto! O driver da nvidia já está instalado no kernel do Slackware 12.1! Agora faltam alguns ajustes, veja o próximo tópico deste artigo.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Instalando drivers NVIDIA
   2. Configurando o xorg.conf para iniciar o AIGLX
   3. Baixando e fazendo a instalação na raça
   4. Iniciando o compiz-fusion
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Blender para todos! - Parte I

Enfeite o LILO com uma imagem de seu gosto

Gerando gráficos para interfaces de rede com MRTG

O espelho do sol e da lua

"Tatuando" pessoas com o Gimp

  
Comentários
[1] Comentário enviado por stremer em 19/05/2008 - 13:34h

cara... mto legal a iniciativa. Só uma dica: quando fala algumas coisas tipo:
Aceite os termos e na tela que ele fala de um download no ftp da nvidia escolha NÃO. Ele ainda vai reclamar algo do kernel, mas quando clica em OK ele faz a instalação. Após a instalação ele vai perguntar se quer que o instalador configure o servidor X pra você, clique em YES.
Deixe algo do tipo: Rode o instalador e siga as instruções, pois fica mais elegante doque falar que vai reclamar algo do kernel (na verdade o instalador fala que não existe módulo pronto para o seu kernel e diz se você quer procurar algum no site da nVidia, caso contrario ele irá recompilar os módulos e para isto precisa ter todos os pacotes para compilação do kernel instalados), pois esse negócio de ele vai reclamar, é recomendavel instalar completo, etc etc, não fica legal ainda mais para usuários do slackware, pois a vantagem de usar slackware é saber o que se esta fazendo. Fazer por fazer, simplesmente para funcionar, então é melhor usar outra distro.
Em varios outros pontos do artigo você deixa muita coisa "no ar", levando a mesma linha do "digita esse comando que funciona"...
Critica construtiva ok???? Abs

[2] Comentário enviado por last_evolution em 19/05/2008 - 17:19h

"Talvez seja necessário que clique com o botão direito do mouse nele, vá em propriedades e coloque um "xzinho": é executável"

o comando para tornar um arquivo executavel é:

#chmod +x arquivo

Abraços!

[3] Comentário enviado por welingtond em 19/05/2008 - 20:27h

Tiago,
Já estava decidido a me logar para xingar esses caras que ficaram corrigindo seu artigo, quando vi que o link para baixa dos arquivos está errado: http://releases.compis-fusion.org
O correto é: http://releases.compiz-fusion.org.

Escaparam desta vez ...
PS: Parabéns pela atitude. E pelo artigo, é claro.

[4] Comentário enviado por tiagocamargo em 20/05/2008 - 00:49h

GOSTARIA DE ME DESCULPAR COM TODOS PELOS ERROS!!!
E tb descrever que após cada
#make install
existe um outro comando o
#cd ..
pra voltar ao diretório que contém o arquivo para descompactar e instalar.
Gostaria de explicar ao amigo "stremer" que coloco os comandos exatamente como disse: ("no ar", levando a mesma linha do "digita esse comando que funciona")... pois, existem muitos amigos principalmente na faculdade que estão optando trocar sua distro pelo slackware, (justamente para obterem um conhecimento maior sobre o linux, afinal mesmo sendo "seco" já estão instalando algo via código fonte) e vindo de distribuições que é só apt-get ou yum, eles ficariam traumatizados, apesar de também existir gerenciador de pacotes para slackware, mas são pessoas que estão querendo aprender algo mais do sistema linux, então, é mais para incentivar esses amigos no uso do slackware como distro, e para se aprofundarem mais nos conhecimentos do linux. Eu deveria ter mencionado isso no início do artigo.
Sua crítica realmente é construtiva e tentarei fazer melhor na próxima ;)
Obrigado!

[5] Comentário enviado por bluesball em 20/05/2008 - 12:21h

otimo artigo! parabens pela iniciativa!

[]`s

[6] Comentário enviado por chimico em 21/05/2008 - 07:50h

Legal o artigo, mas é interessante rodar como root o comando "make oldconfig" em /usr/src/linux (caso esteja instalado o fonte do kernel), para que os fontes estejam configurados. Sem isso o driver instala, mas sempre que rodar aplicativos que usem o openGL, o driver reinicia o X.

[7] Comentário enviado por slackmen em 02/06/2008 - 17:48h

Só uma dica quanto a compilação dos pacotes:
Você colocou:
# ./configure --prefix=/usr
# make
# make install

Quando, na verdade, o padrão do Slackware é:
$ ./configure --prefix=/usr --sysconfdir=/etc
$ make
# make install

Isso vale para todos os pacotes.
Lembrando que não é aconselhável configurar e compilar como root(Administrador), somente como usuario comum. Use o root simplesmente para instalar no sistema.

Fora esse detalhe está muito bom! Parabéns!

[8] Comentário enviado por D3- em 24/07/2008 - 19:43h

Ficou legal e bem explicativo,me ajudo bastante na hora da configuração da placa de video

[9] Comentário enviado por abreux em 23/09/2009 - 09:26h

Olá! Já instalei no 12.1, ficou muito bom. No 12.2 não tive a mesma sorte, recebí uma mensagem de incompatibilidade. Já no 13, ainda não testei, tem alguma dica?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts