Instalação e configuração do J2SE

Este artigo ensina a instalar e configurar o Java 2 Standard Edition (J2SE) no Linux. Todos os processos foram descritos minuciosamente, de forma a não deixar dúvidas para o leitor, inclusive na definição e alteração da variável de ambiente CLASSPATH para cada usuário do sistema.

[ Hits: 29.134 ]

Por: José Lopes em 14/05/2006 | Blog: https://lopes.id


Configuração geral do sistema



Antes de se iniciar a configuração, é importante verificar se o sistema já possui algum kit de desenvolvimento Java ou a própria máquina virtual Java configurada nele.

Para isso, deve-se listar o conteúdo do diretório /etc/profile.d e procurar por algum arquivo que possua em seu nome algo como "Sun", "Java" ou "jre". Em caso positivo, é necessário que seja tirada a permissão de execução deste(s) arquivo(s) para que que o sistema possua configurada apenas a versão do Java que está sendo instalada (este passo é muito importante, pois no caso de uma versão mais antiga do Java estar sendo utilizada pelo sistema, erros de execução podem ocorrer):

# chmod -x <arquivoConfiguracaoJavaExistente>

Dentro do diretório /etc/profile.d deve-se criar um novo arquivo texto, chamado java.sh. Dentro deste arquivo, o seguinte conteúdo deve ser inserido:

#!/bin/sh # Arquivo de configuração do Java Standard Edition v1.5
# Copiar este arquivo para /etc/profile.d/
# Dar permissão de execução a ele
# Autor: José Lopes de Oliveira Júnior
# Baseado em: http://www.netpedia.com.br/MostraTutorial.php?TutorID=92
# Data: 27/10/2005

# O local de instalação do java

JAVA_HOME="/usr/local/jdk1.5.0_04"

# O caminho do Java Runtime Environment
JRE_HOME="/usr/local/jdk1.5.0_04/jre"

# Ajustando o ClassPath
CLASSPATH="$JAVA_HOME:$JAVA_HOME/lib:$JRE_HOME/lib:."

# O caminho das paginas de manuais do Java
MANPATH="$MANPATH:$JAVA_HOME/man"

# O caminho da documentação do Java
JAVA_DOC="$JAVA_HOME/docs"

# Ajustando a variável PATH para poder
# chamar o Java de qualquer diretório
PATH="$PATH:$JAVA_HOME/bin:$JRE_HOME/bin"

# Tornando globais as variáveis aqui ajustadas
export JAVA_HOME JRE_HOME CLASSPATH MANPATH JAVA_DOC PATH

Terminado isso, deve-se salvar o arquivo e fechar o editor de textos. Agora deve-se dar permissão de execução ao arquivo criado:

# chmod 711 /etc/profile.d/java.sh

Isto termina a configuração geral do sistema. Assim, quando algum usuário se logar, já poderá utilizar o Java.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Baixando e instalando o J2SE
   3. Configuração geral do sistema
   4. Configuração personalizada para cada usuário
   5. Um, dois, três, testando...
Outros artigos deste autor

Configurando o Fortune

Permissões no Linux

Usando temas aleatórios no GDM

Compilação comentada do kernel

Instalação e configuração do MySQL 4.0.26, Apache 2.0.54, PHP 5.0.4 e PHP-Nuke 7.8 no Slackware 10.1

Leitura recomendada

Incrementando o Ubuntu GNOME

Rsync sem senha

Deixando a Área de Trabalho animada com slides no GNOME

Ativando e configurando a compactação de memória com Zram no Slackware

HP LaserJet 1020 em LTSP

  
Comentários
[1] Comentário enviado por PCMasterPB em 14/05/2006 - 16:17h

Ótimo artigo, de leitura fácil e compreensível. Creio que isto será de grande ajuda a muita gente. Nota 10. hehehe. Continue assim. Té mais. ;D

[2] Comentário enviado por allanhc em 15/05/2006 - 09:34h

Realmente excelente artigo, até animei de instalar. Parabéns

[3] Comentário enviado por cassiobrehm em 16/05/2006 - 20:51h

ótimo artigo, ia agora mesmo postar uma pergunta sobre o assunto, mas nao é mais necessário... hehe... nota 10

[4] Comentário enviado por forkd em 17/05/2006 - 00:58h

ERRATA.
Galera, é o seguinte, onde está descrito para dar permissão 711 para o arquivo de configuração do Java, entendam como 755. É necessário que todos os usuários possam ter acesso de leitura ao arquivo, pois o mesmo é chamado pelo arquivo /etc/profile.
Desculpem pelo transtorno e obrigado pelos elogios!
;)

[5] Comentário enviado por Mr_Barreto em 17/05/2006 - 11:02h

Excelente artigo, já tinha pesquisado isso antes, e o que eu encontrava as vezes parecia muito vago para um newbie como eu...rss

Valeu


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts