Instalação de Programas no Ubuntu (atualização)

Este artigo é um tópico fixo no Fórum do Ubuntu em português que achei por bem atualizar e trazer para o VOL. Não preciso dizer que sou o
autor do tópico original, com o qual alguns usuários daquele espaço colaboraram.

[ Hits: 29.011 ]

Por: André L. (pinduvoz) em 23/08/2011 | Blog: http://casadopinduvoz.wordpress.com/


Instalação de pacotes (programas) em formato DEB



Instalação local

Depois de obter o arquivo ou pacote DEB (tratando-se, obviamente, de uma instalação "off line"), você pode instalá-lo pelo terminal com o seguinte comando:

sudo dpkg -i nome-do-programa.deb

E para desinstalar:

sudo dpkg -r nome-do-programa

Obs.: Para desinstalar não é preciso informar a versão ou a extensão DEB.

Com esse método você pode se deparar com problemas de dependências de arquivos que não estão no seu sistema, o que não ocorre ao instalar um pacote local com um duplo clique sobre ele, abrindo a Central de Programas.

Outra opção, a meu ver mais rápida para instalar pacotes DEB localmente, é instalar pelo "antigo" Gdebi, responsável por essa tarefa quando ainda não existia a Central de Programas. Uma vez instalado o Gdebi (use a "Central" para isso), basta que você clique em um arquivo DEB com o botão direito do mouse, acesse "propriedades" pelo menu e escolha o Gdebi como programa padrão para abrir esse tipo de arquivo.

Notem que tanto o Gdebi quanto a Central checam as dependências, baixando e instalando as necessárias (é preciso uma conexão à internet, obviamente).

Instalação pela internet

Para instalar pacotes que não estão no nosso computador e que vão ser baixados de repositórios, podemos usar, via terminal, os comandos apt-get e aptitude, ou mesmo o Synaptic, um gerenciador gráfico de pacotes muito poderoso.

Vejamos o uso do apt-get, que é idêntico ao do aptitude (basta trocar apt-get por aptitude):

Atualização (atualiza a lista de programas disponíveis nos repositórios, o que é recomendado antes da instalação propriamente dita):

sudo apt-get update

Instalação:

sudo apt-get install nome-do-programa

Desinstalação:

sudo apt-get remove nome-do-programa

Notem que o aptitude não vem instalado por padrão no Ubuntu, sendo necessário instalá-lo para que possa ser usado.

Uso do Synaptic

O Synaptic é a interface gráfica do APT. Ele está à disposição no Menu, pelo caminho Sistema -> Administração -> Gerenciador de Pacotes Synaptic. Por ele é possível não só instalar pacotes com gerenciamento/preenchimento automático dependências, mas também gerenciar repositórios, pesquisas, atualizações, remoções, inclusive de pacotes dispensáveis ou não mais utilizados.

A melhor parte do Synaptic é o sistema de busca, pois basta clicar em procurar e fornecer nome ou função/relação (mp3, por exemplo) esperada do pacote que as opções serão prontamente apresentadas. Também é possível utilizar a busca rápida, digitando na respectiva caixa.

A instalação é bem simples: clique na caixa à frente do pacote, escolha a opção no menu de contexto e depois clique em aplicar.

Abaixo, um artigo dedicado ao Synaptic:

Artigo: O-Synaptic

Converter RPM para DEB (utilize como última opção)

Embora não seja de todo aconselhável instalar pacotes RPM no Ubuntu, já que foram criados para distribuições baseadas em Red Hat Linux, há uma ferramenta capaz de convertê-los em pacotes DEB ou mesmo instalá-los diretamente. Trata-se do Alien, que pode ser usado, sempre com reservas, de acordo com os seguintes comandos:

Converter pacote RPM em DEB:

sudo alien -d pacote.rpm

Converter e instalar diretamente o pacote RPM:

sudo alien -i pacote.rpm

O Alien precisa antes ser instalado, pois não é um programa padrão do Ubuntu.
Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução e "recomendação"
   2. Instalando por compilação e por scripts (utilize apenas se não houver outra opção)
   3. Instalação de pacotes (programas) em formato DEB
   4. Algumas dicas e a "conclusão"
Outros artigos deste autor

FAQ do SO GNU/Linux

UNR (Ubuntu Netbook Remix) 9.04 no Acer Aspire One (AA1)

Distribuições GNU/Linux em computadores limitados ou antigos

GNU/Linux: O que é e quem pode usar?

Certificado Digital para Peticionamento Eletrônico (2018)

Leitura recomendada

Guia (nem tanto) Introdutório do Linux II

openSUSE 11.3 (parte 1)

Linux e Windows: Quebrando Estereótipos

Fontes da Microsoft - Instalação no Ubuntu e Fedora

GNU e Linux: amigos para sempre

  
Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 23/08/2011 - 15:58h

Dos 169.000 acessos, pelo menos 3 ou 5 são meus, a uns 2 anos atrás. Foi de grande valia e muito esclarecedor
E concordo que precisava mesmo de uma atualização, afinal pesquisar pelo nome do artigo, deve ser muito comum no Google e nestes Fóruns.
Outra coisa, fez justiça quando mencionou outros colaboradores.

Ótima idéia.

[2] Comentário enviado por julio_hoffimann em 23/08/2011 - 19:11h

Oi André, parabéns!

Este é o tipo de artigo que ajuda literalmente milhares.

Gostaria de enfatizar ainda mais para os novos usuários o que você já enfatizou: Tentem ao máximo usar a Central de Software, seja diretamente através do menu, ou indiretamente com cliques duplos em arquivos *.deb. É possível usar o Ubuntu durante anos sem utilizar uma linha de comando sequer.

Abraço!

[3] Comentário enviado por pinduvoz em 23/08/2011 - 23:11h

O artigo original já tem 179.000 acessos, 10.000 a mais do que quando mandei a atualização para o VOL.

Espero mesmo que ajude um monte de gente.

No mais, agradeço os comentários dos amigos acima, gentis como sempre.

[4] Comentário enviado por pinduvoz em 04/04/2019 - 20:11h

Mais de meio milhão de acessos a este artigo no Fórum do Ubuntu. Nunca pensei que chegaria a cem mil, quanto mais meio milhão. Fico feliz de ajudar tanta gente.


__________________________________
Linux Registered User nº 439378
Ubuntu Forum Member Since Nov/07/2006
VOL Member SInce Jul/01/2008


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts