Implementando um servidor DHCP

Neste tutorial trataremos das principais funções de configuração do arquivo dhcpd.conf, com definição de IPs fixos para computadores definidos pelo endereço MAC e outras opções.

[ Hits: 80.152 ]

Por: Eliseu Ribeiro Cherene Viana em 09/04/2007


Continuando a configuração



option domain-name:
Nome do domínio do nosso servidor, domínio também definido anteriormente no netconfig:

Ex: option domain-name "lotus.local"

option domain-name-servers:
Definição do servidores DNS primário e secundário externos.

Ex: option domain-name-servers 200.169.96.11,200.220.199.2, seguindo na mesma ordem do range, onde o primeiro IP é o dns primário e o segundo do dns secundário.

option routers:
Gateway da conexão externa.

Ex: option routers 201.23.217.254.

option subnet-mask:
Subnet da rede externa, que pode ser obtida através do comando ifconfig observando-se a placa de rede externa.

Para definirmos um IP fixo em um determinado micro usamos a configuração abaixo.

host micro1 {
      hardware ethernet 00:00:00:00:00:00;
      fixed-address 192.168.1.135;
}

Onde "hardware ethernet" é o endereço MAC (endereço físico) da placa de rede e fixed-address o endereço IP que deseja-se fixar, por fim sempre que o micro portador da placa de rede com esse endereço MAC definido iniciar, receberá o IP 192.168.1.135.

option nis-servers: Setamos aqui o IP do servidor de domínio.

Ex: option nis-servers 192.168.0.30;

option nis-domain:
Seguindo a mesma linha acima para o nome de domínio.

Ex: option nis-domain "lotus"

default-lease-time:
Esse parâmetro nos permite dizer de quanto em quanto tempo o IP vai ser renovado, definido em segundos, mais assumindo o mesmo IP.

Ex: default-lease-time 600; concessão de 10 minutos.

max-lease-time:
Seguindo basicamente o parâmetro acima após o tempo determinado ele troca por outro IP.

Ex: max-lease-time 7200; após 2 horas irá trocar de IP.

shared-network:
Define qual a placa de rede que será tomada com base para o servidor DCHP.

Ex: shared-network eth0 {

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Continuando a configuração
   3. O arquivo de configuração
Outros artigos deste autor

Samba standalone server com antivírus

Slackware como controlador de domínio

Firewall para o dia a dia

Samba como controlador de domínio no Ubuntu

Leitura recomendada

Configurando o driver nVidia no Mandrake 10.1 community

Ubuntu - configurando dois monitores numa mesma placa de vídeo

Caracteres especiais no teclado Linux: como adaptar às necessidades do escritor

Minecraft 1.8.1 - Arquivo server.properties

Instalação do Funtoo GNU/Linux em VirtualBox

  
Comentários
[1] Comentário enviado por marcrock em 09/04/2007 - 15:46h

Ótimo artigo!!!
Artigo claro e objetivo, facilitando o entendimento do que foi abordado!!!!

Parabéns.

Até a próxima!!!!!!

[2] Comentário enviado por RodriAndreotti em 09/04/2007 - 17:30h

Muito bom o artigo cara...

Parabéns,
até mais ver.

[3] Comentário enviado por H4ck-Du5t em 09/04/2007 - 20:01h

Agradeço a todos vcs pelos comentários positivos

[4] Comentário enviado por mbmaciel em 09/04/2007 - 22:00h

Vou contribuir com + uma dica :

Se você tiver o erro "No subnet declaration for ethX" no syslog e o serviço não iniciar, provavelmente você tem uma placa de rede que não precisa do dhcp.

Basta voce colocar a placa que necessita do serviço no arquivo
/etc/default/dhcp
e reiniciar.
Abraços!!

[5] Comentário enviado por fernandoamador em 09/04/2007 - 23:20h

Ótimo artigo...

[6] Comentário enviado por H4ck-Du5t em 10/04/2007 - 00:10h

obrigado pela dica fico grato e contente pela atenção no artigo espero contribuir para as pessoas que estão iniciando no ramo

Grande abraço a todos e mais uma vez obrigado

[7] Comentário enviado por tatototino em 10/04/2007 - 20:17h

seu artigo está legal, mas vou contribuir com um link de um artigo bem legal e datalhado do dhcp:

http://marcio.katan.googlepages.com/dhcp-mandriva

[8] Comentário enviado por alexandrecorrea em 14/04/2007 - 02:45h

so uma correção

shared-network nao define a placa...

shared-network é usado quando vc tem mais de um bloco de ip usando a mesma placa de rede ... shared-network deve ser um nome q identifique o segmento...

detalhes:

http://www.redhat.com/docs/manuals/linux/RHL-7.2-Manual/custom-guide/configuring-dhcp-server.html#SH...


para fazer o dhcp servidor apenas em uma placa de rede.. inicia-se o servidor com a opção -i <dev> .. eexemplo:

dhcpd -i eth0

:)


[9] Comentário enviado por H4ck-Du5t em 15/04/2007 - 20:11h

obrigado pela correção agradeço e realmente eu me confundi bom cantar com vc.

[10] Comentário enviado por slackbsd em 16/04/2007 - 14:18h

Na rede 192.168.2.0
vc colocou o range de 192.168.2.1 a 192.168.2.254
mas sendo que o ip do router logo em cima e 192.168.2.1 e isso pode gerar problema na rede.
Nesse caso o range deveria comecar em 192.168.2.2...

Falow!!!

[11] Comentário enviado por nigthwing em 29/05/2007 - 15:39h

só uma duvida:
em shared-network vc abre uma chave, mas não a fecha. está correto?

vc faz o mesmo na 2a. subnet, mas ali acho que foi erro mesmo.

[12] Comentário enviado por KEKO_EDU em 09/09/2007 - 22:33h

CARA TENHO ESTE SERVIDOR RODANDO DA MESMA MANEIRA E TENHO UM PROBLEMA QUE DEVE SER FÁCIL DE RESOLVER ,, USO O SLAKWARE 9 E MEU DHCP.CONF LIBERA A INTERNET PARA OS USUARIOS SOMENTE COM MAC E PRECISO DEIXAR UMA LIVRE PARA COLOCAR SOMENTE O IP NA MÁQUINA QUE TRABALHO COM VÁRIAS MÁQUINAS PARA CONCERTO, SE NAO EU TENHO QUE IR SEMPRE ALTERAR A MAC NO SERVER E SE TIVER ALGUMA COISA QUE EU FAÇA PARA EU COLOCAR SOMENTE O IP NA MÁQUINA PROVISÓRIO QUE EU DEIXEI NO SERVER CONFIGURADO ASSIM NAO PRECISO FICAR MEXENDO NO SERVIDOR .. SERÁ QUE CONSEGUI EXPLICAR O QUE PRECISO ?? OBRIGADO DESDE JAH ,,, ABRAÇOS

[13] Comentário enviado por KEKO_EDU em 09/09/2007 - 22:34h

ha!! desculpem as letras em maiusculas,,, ;)

[14] Comentário enviado por RodriAndreotti em 10/09/2007 - 11:16h

Boas cara....
bom....no seu server a única coisa que você vai precisar fazer é especificar um range na sua subnet sem especificar mac nenhum....deu pra entender????

tipo assim:

subnet 192.168.0.0 netmask 255.255.255.0
{
range 192.168.0.10 192.168.0.20;
option routers 192.168.0.1;
option broadcast-address 192.168.0.255;
}

Aqui eu falo que os IPs de 192.168.0.10 até 192.168.0.20 serão atribuidos automaticamente a qualque rmáquina na rede...
só pra constar...os ips físicos devem ficar fora desta faixa de IPs, caso contrário poderá dar erro durante a tribuição de ips.

[15] Comentário enviado por KEKO_EDU em 10/09/2007 - 21:42h

A Sim Andreotti entendi vo fazer e ver como fica ok... daí eu posto blz...

obrigado e boa semana

[16] Comentário enviado por RodriAndreotti em 10/09/2007 - 23:00h

Beleza, qualquer coisa fique a vontade para mandar email...se precisar de um help...mas acho que vai funcionar de primeira...
Só uma coisa, não esquece de tirar a linha:
deny unknown-clients;
se ela existir, pois ela nega o acesso a clientes (endereços mac) não cadastrados.
boa semana.

[17] Comentário enviado por sailegyn em 07/06/2008 - 20:38h

E isso kara nossa comunidade precisa de karas assim como vc,parabens!

[18] Comentário enviado por wos- em 21/09/2009 - 20:41h

excelente artigo, vai me ajudar muito no trabalho
da faculdade, fico grato!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts