Guia introdutório do Linux IV

Continuamos com nossa série de artigos introdutórios. No artigo anterior preparamos a instalação do sistema. Agora, com o sistema instalado, destacaremos o que torna o Linux tão fantástico. E então, começaremos o uso do Linux.

[ Hits: 42.439 ]

Por: Cicero Juliao da Silva Junior em 02/08/2007


Linux - por que tão fantástico?!



Seguindo a seqüência de artigos introdutórios, já 'instalamos' o sistema em nosso computador, após uma preparação minuciosa, levando ao uso racional da máquina-sistema. Com o uso do Linux você notará alguns aspectos interessantes, que tornam o Linux um sistema fantástico, a anos-luz dos outros (pelo menos para mim :> ). Veja alguns deles.

Sem reboot

Vale lembrar que o Linux, sendo um UNIX-like (expressão que mais ou menos significa 'baseado em UNIX'), é 'idealmente' um sistema para trabalhar como servidor. Assim, espera-se que permaneça funcionando 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano!! Após a instalação, você poderá instalar ou desinstalar programas sem ter que reiniciar o computador.

Começar/interromper serviços

Você pode iniciar ou interromper serviços, como e-mail, sem reiniciar o sistema ou até mesmo interromper a atividade de outros usuários e serviços da máquina. A péssima obrigação de reiniciar vindo 'daquele' sistema... você estará livre aqui. É, meu amigo: viva o linux!!

Portabilidade de software

Você pode mudar para outra distribuição Linux, como Debian, SuSE, Fedora, etc, e continuar usando o mesmo software! Uma boa parte dos projetos de software open source são criados para rodar em qualquer sistema UNIX-like, e muitos também funcionam no Windows. E mesmo que não esteja disponível, é possível que você mesmo consiga portar o programa para rodar onde você quer, ou descobrir alguém que faça isso (afinal, o espírito cooperador na comunidade é intenso). Lembrando que 'portar' significa modificar uma aplicação, ou driver, para funcionar em um sistema ou arquitetura diferente.

Download disponível

Se o programa que você deseja não estiver disponível na distribuição que está usando, não há problema: use ferramentas como apt, yum, e outros para realizar o download. Simples assim. :)

Sem 'esconde-esconde'

Acabou a 'brincadeira' de esconde-esconde: a partir do momento que você começa a aprender a usar o Linux, verá que nada está proibido. Tudo que quiser personalizar para as suas necessidades está aberto. Até o código fonte está disponível. Não é incrível?!

Desktop maduro

As interfaces gráficas KDE e GNOME rivalizam fortemente com os sistemas Windows. Além de serem altamente personalizáveis. Você certamente ficará impressionado com a beleza de tais interfaces.

Liberdade!

É quase lugar comum. :) Você tem a liberdade de escolher a distribuição Linux que mais lhe convier, instalar e remover os programas que você quiser. Linux roda praticamente em tudo, desde celulares até supercomputadores. Muitos países já descobriram as vantagens de usufruir a liberdade oferecida pelo Linux. Isto ocorre inclusive em alguns estados do Brasil.

Alguns aspectos podem tornar o Linux um pouco difícil para novos usuários. Geralmente ele é configurado com alguns pontos de segurança que os iniciantes não estão habituados, e é necessário fazer algumas mudanças se você desejar fazer alterações que afetem aspectos mais relevantes do sistema. Embora pareça incômodo no início, isto garante a segurança e a estabilidade do sistema. Você pode, inclusive, configurar logins para cada usuário de sua máquina, e cada um pode adaptar seu ambiente de trabalho da forma que desejar, sem afetar os outros usuários.

Para aqueles habituados com o Windows, o Linux pode parecer difícil pelas diferenças entre eles. Mas isto não é problema, afinal, você está no VIVA O LINUX, não é? :)

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Linux - por que tão fantástico?!
   2. Importantes questões
   3. Rodando comandos
Outros artigos deste autor

Emacs - Poderoso ambiente de trabalho

Reconstructor: Crie seu próprio Linux liveCD

Grace - Alterando e gerando gráficos usando "fitting"

Trabalhando com arquivos e diretórios

Aprenda Python - Guia "rápido"

Leitura recomendada

Pós-instalação do Arch Linux em um Dell Vostro 1400

Como atualizar o Ubuntu Linux 8.04 (Hardy Heron) para 8.10 (Intrepid Ibex)

FreeRADIUS - Noções básicas - Parte I

Um pouco sobre transição Windows/Linux

Instalando o Debian Lenny Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por tuxSoares em 02/08/2007 - 23:48h

Olá boa noite!

Gostei de ler seu artigo, apesar de a 3 parte ser meio batida, mas a primeira parte do artigo foi sensacional, onde voce conseguiu capitar muito bem a idéia de se usar linux, nada de fanatismo, longe disso, o linux está aí, assombrando os outros SO`s.

Vlw, e continue contribuindo para a comunidade.
Abraco

[2] Comentário enviado por f_Candido em 08/08/2007 - 20:37h

Muito Bom. Ajudou bastante. Pra quem esta iniciando é uma mão na roda, ou melhor, no teclado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts