Gerenciamento de Discos com o Shell

Este é o quarto artigo de uma série, que visa a ser uma porta de entrada para o mundo GNU/Linux. Esta sequência abordará os tópicos: Particionamento de disco, Volumes lógicos e Quotas de disco.

[ Hits: 16.807 ]

Por: rafael silveira gomes em 26/05/2014


Particionamento de disco



Particionamento, é uma forma de dividir o espaço em um disco.

Cada partição pode ser formatada independente da outra com diferentes sistemas operacionais e sistemas de arquivos.

- Partição primária:

As partições primárias são as únicas partições que podem receber um sistema operacional. São suportadas apenas 4 partições primárias em cada disco.

- Partição estendida:

Uma partição estendida é uma partição primária que nos permite ultrapassar o limite de somente 4 partições, através da criação de partições lógicas. Uma partição estendida pode endereçar até 255 partições lógicas.

- Partição lógica:

Um partição (ou unidade) lógica, funciona como uma partição primária, exceto pelo fato de não poder ser usada para iniciar um sistema operacional.

- Partição SWAP:

Uma partição SWAP é utilizada para expandir a memória RAM. A SWAP funciona como memória virtual de troca. Sempre que necessário, o sistema move os dados que não estão em uso para a partição SWAP, liberando assim, a memória RAM para outras tarefas.

Comando cfdisk

Este comando é utilizado para visualizar e manipular partições de disco. Sua interface modo texto, possui alguns atalhos para facilitar seu uso.
  • b :: Torna a partição selecionada inicializável.
  • d :: Deleta a partição selecionada.
  • g :: Altera a geometria do disco (cilindros, cabeças, setores).
  • h :: Mostra na tela a ajuda do cfdisk.
  • m :: Maximiza o uso de disco da partição (remove o espaço entre as partições). Torna a partição incompatível com DOS, OS/2 e possivelmente outros sistemas operacionais.
  • n :: Cria uma nova partição num espaço vazio.
  • p :: Mostra informações sobre a partição (na tela ou em arquivo).
  • q :: Fecha o cfdisk sem salvar.
  • t :: Altera o tipo do sistema de arquivos.
  • u :: Altera unidades de medida (cilindros, setores e MegaBytes).
  • W :: Grava as alterações na tabela de partições.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Particionamento de disco
   2. Volumes / Cotas
Outros artigos deste autor

Gerenciando Processos com o Shell

Introdução ao Shell

Gerenciando arquivos com o Shell

Leitura recomendada

Freeduc - Educação escolar é com Linux!

Fedora 21 - Configuração pós-instalação

O usuário: a escolha do novo amigo virtual

Instalando o meu primeiro Debian com dual boot a partir do Windows

Fundamentos do sistema Linux - Permissões

  
Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 27/05/2014 - 00:48h

Uma dúvida, estes comandos devem ser aplicados através de uma distro em modo live?
Digo, para poder manipular as partições com elas desmontadas.

[2] Comentário enviado por rsilveiragomes em 27/05/2014 - 15:46h

izaias>> você não pode reduzir o tamanho de uma partição com ela montada,
Porém pode aumentar o tamanho dela mesmo que ela esteja em uso.

Caso queira reduzir o tamanho.. a saída seria uma distro live mesmo.. ou um sistema em outra partição (em modo texto, só pra fzr manutenção mesmo).

[3] Comentário enviado por izaias em 27/05/2014 - 15:51h

O GParted é ótimo, mas há coisas que só podem ser feitas via comando.
Obrigado pelo esclarecimento.

Aguardando seu próximo artigo, Rafael. :)

[4] Comentário enviado por rsilveiragomes em 27/05/2014 - 17:36h

Tranquilo ;)
É bom explicar as coisas (faz nós entendermos melhor) o/


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts