Firewall/Proxy (solução completa)

Nesse artigo tento passar da melhor forma possível uma receita para configuração de um firewall/proxy com grande ênfase em segurança.

[ Hits: 157.995 ]

Por: Tiago Henrique Pires em 08/07/2006 | Blog: http://tiagonux.blogspot.com


Configurando o Raid 1 (software)



Agora estaremos configurando o RAID nível 1 em nosso servidor. Lembrando que tenho 2 HDs de 40 GB, sendo assim um já possui as partições que são:
hda1    /       9GB    partição raiz
hda2    /swap   512MB  memória virtual
hda3    /cache  30GB   cache do squid
Sendo assim vamos particionar o segundo HD com o mesmo tamanho das partições do primeiro:
hdb1   	9GB	Espelho da partição raiz
hdb2 	512MB	Espelho da partição de memória virtual
hdb3 	30GB	Espelho da partição de cache do squid
Vamos criar elas com o cfdisk:

cfdisk 2.12p

Disk Drive: /dev/hdb
Size: 40060403712 bytes, 40.0 GB
Heads: 255   Sectors per Track: 63   Cylinders: 4870

Name     Flags   Part Type    FS Type           [Label]    Size (MB)

hdb1     Boot    Primary      Linux ReiserFS               9000.00
hdb2             Primary      Linux swap                   512.00
hdb3             Primary      Linux ReiserFS               30000.00

[Bootable]  [ Delete ]  [  Help  ]  [Maximize]  [ Print  ]  
[  Quit  ]  [  Type  ]  [ Units  ]  [ Write  ]
Vamos agora formatar a partição swap (hdb2):

# mkswap /dev/hdb2

Agora formatamos as outras partições:

# mkreiserfs /dev/hdb1
# mkreiserfs /dev/hda3


Com elas criadas podemos agora começar a configurar o nossa estrutura RAID. Devemos levar em conta que estamos com o pacote raidtools instalado no sistema. Devemos editar o arquivo /etc/raidtab. Esse arquivo é nossa árvore de partições RAID.

raiddev /dev/md0
        raid-level              1
        persistent-superblock   1
        chunk-size              32
        nr-raid-disks           2
        device                  /dev/hda1
        raid-disk               0
        device                  /dev/hdb1
        raid-disk               1


raiddev /dev/md1
        raid-level              1
        persistent-superblock   1
        chunk-size              32
        nr-raid-disks           2
        device                  /dev/hda2
        raid-disk               0
        device                  /dev/hdb2
        raid-disk               1

raiddev /dev/md3
        raid-level              1
        persistent-superblock   1
        chunk-size              32
        nr-raid-disks           2
        device                  /dev/hda3
        raid-disk               0
        device                  /dev/hdb3
        raid-disk               1

Pronto agora vamos criar o array raid:

# mkraid /dev/md0
# mkraid /dev/md1
# mkraid /dev/md2


Pronto, com esses comandos as partições foram sincronizadas umas com as outras.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Instalando a distro Slackware 10.2
   2. Configuração de rede (interfaces de rede), autenticação com ADSL para empresas
   3. Atualização de pacotes (Iptables e OpenSSH)
   4. Analisando o cenário da empresa para a o desenvolvimento das regras do firewall e do acesso a web-sites
   5. Configurando o firewall
   6. Instalando e configurando o squid-cache
   7. Acertando uns detalhes do Squid
   8. Instalando o IDS Portsentry
   9. Configurando o Raid 1 (software)
   10. Configurações Finais
Outros artigos deste autor

Shared Config com Apache a la brasileira

Roteamento de entrada/saída com iproute e iptables

Montando um servidor X com o Linux

Leitura recomendada

Firewall profissional

Ensinando seu servidor a ler emails e liberar acesso SSH

Criando firewalls dinâmicos com Iptables Recent

Automatizando Firewall com IDS Snort e SnortSam

Entendendo TCP/IP (Parte 6) - Firewall

  
Comentários
[1] Comentário enviado por thelinux em 08/07/2006 - 12:02h

Parabéns. Muto bom mesmo.
Excelente artigo.

[2] Comentário enviado por kest em 10/07/2006 - 12:34h

Companheiro seu artigo é muito bom mesmo. era exatamente o que eu precisava. Meus sinceros parabens!!!

[3] Comentário enviado por venon_dark em 12/07/2006 - 09:47h

Seguinte...
Ao rodar o comando squid -z apresenta o seguinte erro:

2006/07/11 13:20:25| strtokFile: /etc/squid/adm not found
2006/07/11 13:20:25| aclParseAclLine: WARNING: empty ACL: acl adm proxy_auth "/etc/squid/adm"
2006/07/11 13:20:25| ACL name 'SSL_ports' not defined!
FATAL: Bungled squid.conf line 60: http_access deny CONNECT !SSL_ports
Squid Cache (Version 2.5.STABLE9): Terminated abnormally.

Como resolver isto???

[4] Comentário enviado por tiagonux em 12/07/2006 - 10:15h

Vc chegou a criar o arquivo adm, e se estiver já existe algum usuário dentro do arquivo?

[5] Comentário enviado por venon_dark em 12/07/2006 - 10:36h

criei o arquivo e coloquei um usuário dentro.
agora está apresentando:
2006/07/12 10:32:38| ACL name 'SSL_ports' not defined!
FATAL: Bungled squid.conf line 60: http_access deny CONNECT !SSL_ports
Squid Cache (Version 2.5.STABLE9): Terminated abnormally.

[6] Comentário enviado por venon_dark em 12/07/2006 - 11:01h

tiagonux encontrei o erro e resolvi, foi erro humano...desculpe.
agora ele apresentou o seguinte erro:
2006/07/12 10:53:23| squid.conf line 61: http_access adm rede_interna
2006/07/12 10:53:23| aclParseAccessLine: expecting 'allow' or 'deny', got 'adm'.
2006/07/12 10:53:23| ACL name '#Efetivando' not defined!
FATAL: Bungled squid.conf line 62: http_access allow user1 permit_user1 rede_interna #Efetivando a acl
Squid Cache (Version 2.5.STABLE9): Terminated abnormally.

[7] Comentário enviado por venon_dark em 12/07/2006 - 11:29h

tiagonux
acertei todos os erros e agora já estou na faze de teste.
muito bom o seu artigo.

Parabéns e valeu pela atenção

[8] Comentário enviado por chia em 21/08/2006 - 21:54h

Parabéns, excelente artigo.

Artigo muito bom mesmo e está me ajudando muito, mas estou com um pequeno problema, ao colocar no arquivo rc.local a linha /firewall/rc.firewall, e ao reiniciar meu Slackware 10.2 aparece o erro "cannot execute binary file" e não funciona o firewall, o que devo fazer, podem me ajudar ?

Parabéns, obrigado

[9] Comentário enviado por tiagonux em 22/08/2006 - 07:39h

Seguinte, dê um chmod +x /firewall/rc.firewall que resolverá seu problema.

[10] Comentário enviado por chia em 22/08/2006 - 12:16h

Valeu, muito obrigado, vou verificar,

[11] Comentário enviado por caporto em 05/09/2006 - 18:00h

Em primeiro lugar quero lhe parabenizar pelo excente artigo, ficou show mesmo.
Vc conhece alguma ferramenta tipo PHP que me permita criar uma forma gráfica de manipular estes scripts do iptables e etc.
A minha ideia é criar uma forma grafica tipo as configurações dos modens adsl atuais, vc chama por um browse de internet e configura de forma visual.

[12] Comentário enviado por lukian2000 em 17/10/2006 - 12:03h

Cara no meu proxy tá dando a mesma mensagem que o arquivo não existe, mas ele tá lá e tem informações nele, já tentei mudar o caminho e colocálo em outra pasta mas a mensagem é sempre a mesma:
squid -k reconfigure
2006/10/17 11:57:23| strtokFile: /etc/squid/usuarios/master.txt not found
2006/10/17 11:57:23| strtokFile: /etc/squid/liberados/master.txt not found
2006/10/17 11:57:23| aclParseAclLine: WARNING: empty ACL: acl master_liberado url_regex -i "/etc/squid/liberados/master.txt"

Já tô ficando chateado com isso, alguém pode me ajudar???

[13] Comentário enviado por aprendiz_ce em 29/12/2006 - 15:23h

Olá tiagonux,

Parabéns pelo seu artigo. Muito bom mesmo!

Por gentileza me tire as seguintes dúvidas:

1) Tanto o PRIMEIRO como SEGUNDO disco devem utilizar o sistema de arquivos "ReiserFS" ou somente no SEGUNDO disco?

2) Para configurar o RAID 1 (software) não posso utilizar o sistema de arquivos "EXT3"?

3) Caso ocorra PANE em um dos disco, qual a forma correta de se recuparar os DADOS contidos nos DISCOS? O procedimento adotado fale para ambos os DISCOS ou não?

4) Existe queda de performance no servidor com o uso de RAID?

Muito obrigado pela sua atenção e aguardo retorno.

[14] Comentário enviado por tiagonux em 29/12/2006 - 21:14h

Vou responder em ordem:

1) O Sistema de arquivos do PRIMEIRO DISCO no caso pode até ser outro, sendo que isto não tenho certeza, vc poderia testar p/ a gente ai e comentar a experiência depois.
2)Sim vc pode utilizar perfeitamente o EXT3.
3)Bom se ocorrer de uma pane em um disco, vamos supor que seja o PRIMEIRO, só temos que averigar se vai estar tudo ok com a MBR do SEGUNDO e jumpear(configuracão da posição do disco SLAVE,MASTER) de acordo com PRIMEIRO disco e iniciar o mesmo. Isto deve-se ser manual pois é RAID via software, se tivessemos usando o RAID via hardware, poderiamos dependendo do servidor tirar o DISCO quebrado e colocar outro com o servidor em operação. Como utilizamos o RAID via software deveremos desligar o servidor e realizar a mudança manualmente, e colocar outro disco no lugar do quebrado.
4)Não existe não, vc poderará ter queda em servidores que terá muita escrita no DISCO, pois tudo o que é escrito em um é replicado p/ o outro via software. Já com o RAID de hardware a história é diferente, pois o sistema operacional nem sabe se está sob um tipo de RAID.

ISTO se tratando de RAID 1.

[15] Comentário enviado por aprendiz_ce em 30/12/2006 - 11:09h


Beleza!

Muito obrigado pela sua pronta atenção e esclarecimentos.

Um forte abraço e feliz 2007.


[16] Comentário enviado por jova2 em 07/01/2007 - 19:54h

Excelente artigo colega, ótima fonte de pesquisa....
vlw

[17] Comentário enviado por paulownet em 30/01/2007 - 21:26h

tiagonux
gostaria de saber quais os pacotes vc recomendaria na hr da instalação do slackware??

desde já agradeço


[18] Comentário enviado por brunosalmito em 25/04/2007 - 12:05h

Colega valeu mesmo tava precisando...
Abraço!

[19] Comentário enviado por alexon em 29/06/2007 - 16:23h

Esse Script serve para o velox! Eu tbm não entendi -> ifconfig eth1 200.x.x.7. Como faço para adaptar este script para o velox!

[20] Comentário enviado por marceloespindola em 07/07/2007 - 15:27h

Pessoal estou escrevendo um artigo aqui para o viva o linux sobre scrippt de firewall, ele está completo pois levei muito tempo para desenvolve-lo e tinha objetivo de reunir as principais soluções e dúvidas sobre firewall para este artigo, mas como quero construir um bom artigo ainda está em fase de construção para o vivaolinux, entretanto estou disponibilizando no endereço

http://marcelolinux.blogspot.com/2007/07/meu-primeiro-artigo-do-vivaolinux.html

os arquivos e o artigo referente a script de firewall completo.

[21] Comentário enviado por lucascatani em 04/05/2012 - 17:15h

Boa tarde Tiago. Fiquei com umas dúvidas no seu tutorial do iptables. Sobre essas variáveis. O que colocar nelas? Não tenho ip fixo minha rede é 192.168.0.0/24

# Variáveis\
GW="200.x.x.1" o que deve ser colocado aqui? se deixar assim da BAD IP
IP_EXT="200.x.x.7" o que deve ser colocado aqui? se deixar assim da BAD IP
REDE="10.0.0.0/32"

e da erro nessa regra tb (BAD ARGUMENT 0.0.0.0/0)

# Tudo que for proveniente da rede local e for para
# internet tem seu endereço alterado
iptables -t nat -A POSTROUTING -d 0.0.0.0/0 -s $REDE -j SNAT --to $IP_EXT


Contribuir com comentário