Experimento com Linux: Misturando Sabayon com Gentoo

Este artigo descreve como combinar a distribuição Gentoo com outro Linux também baseado no Gentoo, o Sabayon, e como pode ser instalada uma distribuição mista desses Linux, com dois ou mais kerneis diferentes.

[ Hits: 41.823 ]

Por: Alberto Federman Neto. em 09/07/2009 | Blog: https://ciencialivre.blog/


Preparando make.conf para compilação otimizada, português do Brasil e espelhos brasileiros



Sendo um Gentoo modificado, o Sabayon usa o arquivo de configuração make.conf. Usando Gedit ou outro editor de sua preferência (Kate, Kwrite, Kedit, Xedit, Nano, Vim), edite o arquivo /etc/make.conf:

su
# cd /
# cp /etc/make.conf /etc/make.conf.copia
# gedit /etc/make.conf


1) Adicione à linha USE= a FLAG global de compilação nls (Native Language Support) e acerte a variável LINGUAS="pt_BR", deixando-a em português do Brasil.

2) Depois adicione as linhas de CFLAGS e CHOST, mais adequadas para sua arquitetura de hardware, para obter compilação otimizada, e comente (com #) as linhas originais.

Para isso, procure na rede "Flags para Gentoo", "Safe Flags for Gentoo" e/ou consulte as home-pages abaixo:
0 número "O2" na CFLAGS significa otimização segura, não extrema e nem muito leve.

3) Acerte os espelhos do repositórios para Brasil e América Latina.

4) Como você vai ter os muitos pacotes que vem instalados no Sabayon, não limpe muito as variáveis em USE=, como o faria no Gentoo.

Deverá obter algo assim (conteúdo do make.conf):

# These settings were set by the catalyst build script that automatically built this stage
# Please consult /etc/make.conf.example for a more detailed example
USE="-oss voice weather libao -esd xine mp3 gnutls cups ppds foomatic-db \
     alsa hal gimpprint freetype X unicode kde rdesktop pda \
     zeroconf wifi lm_sensors ieee1394 logitech-mouse xinerama bluetooth \
     irda sms quotas dvb xprint dvd theora ogg a52 kdeenablefinal \
     win32codecs v4l xvid network dvdread fame svg ffmpeg \
     nsplugin wmf 7Zip visualization accessibility css audiofile \
     artswrappersuid musicbrainz gphoto2 povray scanner musepack dvdr jack \
     new-login commercial kerberos pam_console pwdb dbus firefox \
     acpi pcmcia openexr rar dri aac fat hfs jfs xfs ntfs reiserfs \
     cjk cdda dts imap flash jabber msn yahoo icq irc lj aim bidi \
     rss dxr3 cairo sysfs xpm nls nptl nptlonly gs dv lzo mjpeg mmx \
     speex slp fftw real joystick asf xvmc v4l2 cpudetection \
     extramodules mail -apm config_wizard dga lcd chm spreadsheet gcj \
     switch_all_desktops ipod flac exscalibar avahi stream live \
     kdehiddenvisibility tiff usb kipi aiglx x264 3dfx pulseaudio lame \
     mp3rtp udev cdr dvi libnotify bzip2 aalib mng \
     startup-notification openal jingle gsm dbox2 cddb -beagle -gnome -evo -mono \
     -eds opengl sdl png gif gtk qt3 qt4 qt3support kickoff xcb \
     tracker mozdevelop inotify xulrunner jpeg spell fam vorbis \
     gstreamer encode mpeg truetype mad xml mikmod device-mapper"
# CFLAGS="-Os -march=x86-64 -pipe"
CFLAGS="-march=athlon64 -O2 -pipe"
CHOST="x86_64-pc-linux-gnu"
CXXFLAGS="${CFLAGS}"
LINGUAS="pt_BR"
PORTAGE_NICENESS="8"
ACCEPT_KEYWORDS="~amd64"
MAKEOPTS="-s -j3"
CONFIG_PROTECT="/usr/kde/3.5/share/config/kdm /etc"
FEATURES="parallel-fetch collision-protect"
#VIDEO_CARDS="apm ark chips cirrus cyrix dummy fbdev glint i128 i740 i810 imstt mach64 mga neomagic nsc nv r128 radeon rendition s3 s3virge savage siliconmotion sis sisusb tdfx tga trident tseng v4l vesa vga via vmware voodoo epson xgi vermilion nvidia"
VIDEO_CARDS=""
#INPUT_DEVICES="evdev keyboard mouse acecad aiptek calcomp citron digitaledge dmc dynapro elo2300 elographics fpit hyperpen jamstudio joystick magellan microtouch mutouch palmax penmount spaceorb summa synaptics tek4957 wacom ur98 vmmouse void wacom"
#LIRC_DEVICES="audio audio_alsa"
PORT_LOGDIR=/var/lib/entropy/logs
PORTAGE_ELOG_CLASSES="warn info log"
PORTAGE_ELOG_SYSTEM="save"
source /usr/portage/local/layman/make.conf
CAMERAS="agfa_cl20 casio_qv dimagev dimera3500 kodak_dc120 kodak_dc210 kodak_dc240 kodak_dc3200 kodak_ez200 konica_qm150 panasonic_coolshot panasonic_dc1000 panasonic_dc1580 panasonic_l859 polaroid_pdc320 polaroid_pdc640 polaroid_pdc700 ricoh_g3 sipix_blink sipix_blink2 sipix_web2 sony_dscf1 sony_dscf55 toshiba_pdrm11"
APACHE2_MPMS="prefork"
ALSA_CARDS="emu10k1x darla20 darla24 emu10k1 gina20 gina24 hdsp hdspm ice1712 indigo indigoio layla20 layla24 mia mixart mona pcxhr rme32 rme96 sb16 sbawe sscape usbusx2y vx222 usb-usx2y"
SYNC="rsync://rsync.samerica.gentoo.org/gentoo-portage"
GENTOO_MIRRORS="ftp://ftp.las.ic.unicamp.br/pub/gentoo/
ftp://gentoo.c3sl.ufpr.br/gentoo/
http://www.las.ic.unicamp.br/pub/gentoo/
http://gentoo.c3sl.ufpr.br/gentoo/
ftp://mirrors.localhost.net.ar/pub/mirrors/gentoo/
http://gentoo.localhost.net.ar/
http://securehost.com/mirror/gentoo/
ftp://ibiblio.org/pub/Linux/MIRRORS/
ftp://distro.ibiblio.org/pub/linux/distributions/gentoo/
http://distro.ibiblio.org/pub/linux/distributions/gentoo/
http://osmirrors.cerias.purdue.edu/pub/gentoo/"

Completando suporte a português do Brasil

1) No mesmo editor, crie e salve um arquivo chamado /etc/locales.build:

su
# cd /
# gedit /etc/locales.build


Contendo apenas uma linha:

pt_BR.UTF-8/UTF-8

2) Continuando no editor, modifique o arquivo /etc/locale.gen, apagando todas as linhas das outras linguagens e deixando somente Inglês, Espanhol e Português. Quando o sistema não achar pacotes em português do Brasil, vai baixar as versões em português europeu, espanhol ou inglês.

O arquivo ficará mais ou menos assim:

# /etc/locale.gen: list all of the locales you want to have on your system
#
# The format of each line:
# <locale> <charmap>
#
# Where <locale> is a locale located in /usr/share/i18n/locales/ and
# where <charmap> is a charmap located in /usr/share/i18n/charmaps/.
#
# All blank lines and lines starting with # are ignored.
#
# For the default list of supported combinations, see the file:
# /usr/share/i18n/SUPPORTED
#
# Whenever glibc is emerged, the locales listed here will be automatically
# rebuilt for you. After updating this file, you can simply run `locale-gen`
# yourself instead of re-emerging glibc.



en_GB.UTF-8 UTF-8
en_GB ISO-8859-1
en_US.UTF-8 UTF-8
en_US ISO-8859-1
es_AR.UTF-8 UTF-8
es_AR ISO-8859-1
es_ES.UTF-8 UTF-8
es_ES ISO-8859-1
es_ES@euro ISO-8859-15
pt_BR.UTF-8 UTF-8
pt_BR ISO-8859-1
pt_PT.UTF-8 UTF-8
pt_PT ISO-8859-1
pt_PT@euro ISO-8859-15

3) feche o editor e no terminal use os comandos abaixo para setar o locale e o ambiente:

locale -a | grep 'pt_BR'
$ su
# localedef -i pt_BR -f UTF-8 pt_BR.utf8
# env-update
# source /etc/profile


4) No "Centro de Controle do KDE", ajuste o teclado, a língua e o país para Brasil. Detalhes:
Feche a sessão do KDE e inicie uma nova sessão.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Ponto de partida: Sabayon Linux
   3. Preparando make.conf para compilação otimizada, português do Brasil e espelhos brasileiros
   4. Portage, utilitários e atualizar o Kernel Sabayon
   5. Misturando Sabayon com Gentoo - Kernel do Gentoo
   6. Problemas com rede ou com Grub, como solucionar
   7. Boot com Kernel Sabayon ou Gentoo
   8. Complementos e conclusão
Outros artigos deste autor

zsh (Z shell) - Uma alternativa ao bash

Estudo comparativo de alguns gerenciadores e aceleradores de download

Modificando a remasterização com Molecule - Sabayon completo, com KDE e GNOME

Emmi Linux - Uma Revisão, Primeiras Impressões e Testes

Recuperando e/ou adaptando o GRUB do Sabayon Linux

Leitura recomendada

Como compilar o kernel Linux 2.6.31.1

Compilando kernel com suporte a POM (path-omatic) e Layer7 no Debian e Slackware

Compile e empacote o kernel com processadores ociosos em sua rede utilizando distcc, ccache e kernel-package no Debian

Como compilar o kernel do Linux (testado e revisado)

Instalando kernel otimizado do Ubuntu no Asus eeepc

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 09/07/2009 - 22:15h

Pô cara, que bagunça !!!!! rs rs rs rs rs
Tu sabe quando será lançado o Gentoo 2009,
será antes de 2020, né !!!!!

[2] Comentário enviado por m4iir1c10 em 12/07/2009 - 22:50h

Excelente artigo!
No momento eu uso o Sabayon 4.0, eu fiz algumas modificacoes drasticas no meu original. Minha intensao e foi um boot super rapido e um sistema estavel mais doque ja e...

Em resumo eu retirei alguns modulos do boot e retirei a tela de login, entao o meu Sabayon esta iniciando por volta de 25~30 segundos como usuario normal (claro que nao sou louco de usar como root), e a interface que estou usando mais e o Fluxbox e Enlightenment 17.

Durante esse processo eu detonei o meu spritz, ele aparece um erro de chamada do phyton quando eu tento executa-lo, porem o layman, portage, equo, etc. funcionam no terminal...

Se eu fazer oque voce esta ensinando nesse artigo eu nao estarei mais com um Sabayon e sim com um Gentoo, certo ? Eu nunca usei um Gentoo, nao sei dizer oque o Sabayon e diferente do Gentoo, minha pergunta para voce e a seguinte...

Se eu fizer oque voce esta ensinando a minha configuracao do Sabayon vai para as cuicas e eu vou ter um Gentoo zerado ou eu so vou modificar o kernel e a maneira que o Sabayon se comporta com a instalacao de programas e updates, porem minha configuracao continuara intacta ?

Com relacao ao idioma, eu removi todos os idiomas que vem por padrao na instalacao do Sabayon deixando somente "en_GB" (meu sistema nao e em portugues, como vc ja deve ter notado, nao tenho acentos no meu texto), quando tem um update de algum programa e eu selecionava, por exemplo o firefox, ele sempre instalava aquele monte de pacotes de idiomas outra vez, com a configuracao que voce esplicou esse "problema" acaba se eu deixar apenas "en_GB"?

P/ noel: Lamentavel comentarios como o seu, eu esperava mais de alguem com o seu curriculo aqui no VOL (http://www.vivaolinux.com.br/perfil/verPerfil.php?login=eu!noel), se voce fosse um novato eu ate entenderia.

[3] Comentário enviado por dk_millares em 12/07/2009 - 23:48h

Muito bom o artigo albfneto, falei com voce pelo ultimo screenshot enviado e já saiu o artigo. Parabens cara, continue ousando e inovando. Depois entro em contato com você qualquer coisa iniciamos um mini-projeto =)

E o tal de eu!noel ae pelo jeito nao entende a ideia do dono do artigo e muito menos da distro que ele diz ser user; passar alguns links quem sabe entenda:
*novidades, atualizações, blog dos devs e tudo mais: http://www.gentoo.org/
*ebuilds, stages atualizados e tudo mais feitos pelo proprio drobbins(espero que saiba que é): http://funtoo.org/

E outra é só pegar ultimos ebuilds que terá qual versão de gentoo quiser eu!noel; não precisa fazer um comentário idiota como esse pra tirar onda com a distro. Caso queira queimar uma ou mais isos por ano e instalar rapidao aconselho que vá de ubuntu cara.

[4] Comentário enviado por removido em 13/07/2009 - 11:12h

Minha instalação do Gentoo vai bem, obrigado !!!!!!!!!
O fato de perguntar sobre a nova iso do Gentoo,
seria uma questão de curiosidade não de necessidade, para saber como vai estar o instalador, se continuará com xfce e etc ...
Quanto ao artigo eu sei que dá certo, pois também vi a screenshot do autor, eu só estava brincando com o mesmo .
Minha mãe me deu educação, por isso não saio chamando os outros de idiotas por qualquer motivo !!!!!

[5] Comentário enviado por albfneto em 13/07/2009 - 22:12h

U Eu!Noel estava brincando...
primeiro, ele sabe que funciona, mexe com Gentoo e já mexeu com Sabayon...
segundo... O desenvolvimento do Gentoo installer, do live CD está atrasada, mesmo, infelizmente...
Pq o Gentoo é um linux muito diferente, muito original.
A não ser Gentoístas puros, muitos concordariam. O gentoo é considerado difícil, n]ao é bem dificil, pq o gerenciamento das deps é perfeito no portage, e trabalhar no gentoo é mais fácil, por exemplo do que no slackware.
o dificil do gentoo é instala-lo mesmo, se o chroot não foi feito corretamente, tá danado.

um installer gráfico do gentoo inclusive, possibilitaria seu uso por iniciantes..., não há problemas dele ter binários, pq se pode recompilar esses binários, instalar um gentoo rapidão, seria interessante sim...vc teria um gentoo instalado para trabalhar nele...

O atraso é porque a Fundação Gentoo,sem Daniel Robbins, é um poço de crise, há bastante tempo, infelizmente...
Daniel Robbins ainda ajuda o Gentoo, mas está fazendo o Funtoo, o Funtoo é parecido, só que tem o portage atualizado com GIT e a árvore, unstable, trunk, com pacotes novíssimos...
em outro artigo, explicarei como portar o Gentoo à arvore Portage do Funtoo, fiz isso, fiz um screenshot disso, recentemente.
Misturei Sabayon, Gentoo e Funtoo.

M4IRR1C10. suas perguntas....
O sabayon não é tão diferente do gentoo,porisso que dá para trabalhar...
o sabayon É um Gentoo..., modificado... que as diferenças são:

o design gráfico do sabayon é bem diferente..

o Gentoo não usa binários ( não ser os stage 3) o sabayon pode usar binários (Entropy) ou não (portage)...
o portage compila e instala (usa fontes e ebuilds) o entropy usa binários de portage, pré compilados, são binários de gentoo colocados em um repo...
quando instala, o entropy pega esses binários e usa a sessão instaladora de binários do portage, pra coloca-los no sabayon, isto é é como a cozinha.... Portage (no Sabayon e no Gentoo) pega os ingredientes, cozinha e serve... o entropy (no Sabayon) pega o prato pronto e serve....
portanto, as telas graficas de Sabayon sõa diferentes, mas quase todos os seus softwares, seus pacotes , são de Gentoo...
se vc usar só Entropy, está instalando coisas de sabayon, dos repos sabayon, e se Gentoo, mas o que instalar com Portage, com emerge, é de Gentoo. portanto, se vc usar só portage no seu sabayon (sem o overlay sabayon) tudo o que ele instalar é de Gentoo.... será um gentoo, mas com telas de sabayon, terá se quiser KDE, GNOME etc... de gentoo,mas o aspecto é de Sabayon...

linguas... o seu problema é pq vc usou entropy ou portage geral, e esses tem todos os locales internacionais, que são refeitos quando vc faz update dos databanks, com equo update ou com emerge --sync.
muitas aplicações suas estarão em ingles britânico se vc mudar a variável linguas do make conf e setar os locales... com comando locale def.
mas se vc usar firefox binário do portage, -bin ou do entropy, estará instalando firefox binário e esse, é firefox internacional, terá todos os pacotes de linguagem.
para firefox ingles britânico, pode fazer assim:

ao invés de:

emerge mozilla-firefox ou
emerge mozilla-firefox-bin ou
equo install mozilla-firefox

faça instalação de firefox compilado, mas antes remove o que vc tem, qualquer versão de firefox presente ,feche firefox e depois faça:

equo remove mozilla-firefox ou
emerge - C mozilla-firefox

e a seguir:

LINGUAS="en_GB" emerge -av mozilla-firefox

isto baixará o fonte e compilará o firefox, exclusivamente em inglẽs britânico.

Configurações.... suas configs de sabayon, não vão pras cucuias, pq os pacotes do sabayon são de gentoo....algumas configs são diferentes ,, como da rede, mas só as que envolvem módulos de kernel, pq os pacotes do sabayon são de gentoo. como vc pode ver no meu screenshot,
to rodando o kernel gentoo,mas as telas são sabayon, firefox é firefox, o de sabayon é de gentoo.
tem jeito de saber quando uma config vai ser mudada, pe o portage avisa que arquivos de config estão diferentes, e vc roda etc-update e o entropy tambem avisa vc roda equo conf update, mas de maneira geral, o KDE, o firefox, o GNOME, os pacotes etc... continuarão a rodar, pq sabayon e gentoo são 100% compatívels.
Pode-se definir o sabayon como um gentoo modificado, muito aumentado em numero de pacotes instalados e semi-binário.
claro, se vc trocar o kernel, os modulos são diferentes, claro a NVIDIA vai pra cucuias e vc precisa re-instalar, senão vai ficar sem X...
os modulos, sim vc pode mudar pq pode recompilar o kernel sabayon , como o faria com o kernel gentoo, seja com genkernel como manualmente... tb pode desligar serviços a serem iniciados.
vc pode recompilar um kernel gentoo, e tira seus modulos, como fez com kernel sabayon...mas a priori, no kernel gentoo,vc teria muito mais modulos a mudar, pq um kernel gentoo completo, um gentoo-sources, a priori, de inicio, compilado com genkernel default, ele é um kernel gentoo para quaisquer configs e hardwares, isto é muito maior que um kernel sabayon...

Resumindo, vc colocando um kernel gentoo, como falei, ou mesmo instalando esse kernel, ele é um Sabayoo, um Sabayon+Gentoo,
as config continuam rodando pq todo o KDE, GNOME etc.. de Sabayon é o mesmo do Gentoo, só as telas são diferentes, mas para ter um gentoo zerado, se vc apagar o kernel sabayon e só deixar o do gentoo, e tirar os temas, telas etc... do sabayon e o overlay do sabayon, trocando-os por icones, telas e temas de gentoo, terá o Gentoo,
isto é transformação do sabayon em gentoo, que é o objetivo de atuais experimentos que estou fazendo., veja meu ultimo screenshot....
SOBRE PYTHON... Vc tem sabayon 4.0, na realidade, atualizar todo o sabayon 4.0 ao 4.2 é complicado, pq o 4.0 usa python 2.5 e o 4.2 usa python 2.6...
o jeito possivel defaze-lo é não atualizar pacotes python dependentes,por enquanto,ou re-instalar o ultimo sabayon, o 4.2, ou ainda tentar...

equo install --pretend python (com opção inicial pretend e evitando emerge python, se tudo correr bem, vc não terá centenas de pacotes quebrados, porisso use a opção pretend se tudo correr bem, vc faz:
equo install --ask python e depois
python-updater

evite fazer "emerge python" em sabayon 4.0 ou 4.0r1, em 4.1 ou 4.2 pode fazer, mas no 4.0, o python é muito diferente do 2.6 do portage, fusion-icon, sulfur e outras coisas python dependentes podem não funcionar, isto pq:
Sabayon 4.0, Python 2.5
Sabayon 4.1, 4.2, Python 2.6 antigo...
Gentoo, totalmente python 2.6 novo.
outra coisa,usando o 4.0, vctem spritz, spritz não existe mais, seu sucessor se chama sulfur... ta detonado pq o python é diferente... instalar sulfur pode resolver,mas antes verifique por causa do pyhton:

equo update
equo remove spritz
equo install --pretend equo entropy sulfur
verifique se não tem muitos erros de python, se não tiver, faça:

equo install --ask equo entropy sulfur

se tiver tendo muito erros, poderá tentar atualizar python:

equo install --pretend python
equo install python
python-updater

lembrando novamente, não use emerge python no 4.0 ou 4.0 r1, pq os python atuais são diferentes, não são compatíveis...

[6] Comentário enviado por stilldre em 22/09/2009 - 11:32h

albfneto, muito bom seu artigo. O Gentoo supre as necessidades de qualquer um que saiba o que está fazendo. Outra grande vantagem é quevocê não precisa esperar o "lançamento" da nova versão, já que a árvore do portage é baseada em datas, ou seja, toda vez que você atualizar o sistema, terá uma nova versão da sua distro. Atualmente estou utilizando o Funtoo (que é uma espécie de Gentoo melhorado), com árvore do portage baseada em GIT e estrutura de ebuilds mais bem trabalhada (o que aumenta muito a performance geral do sistema), recomendo à todos. Grande abraço!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts