Ksplice - atualizando o kernel sem necessidade de reboot

Para quem tem problemas em atualizar o kernel ou aplicar patches em seus servidores, pois existem processos críticos sendo rodados e que não podem se dar ao luxo de parar para o reboot do sistema, eis a solução: Ksplice.

[ Hits: 13.972 ]

Por: flavio augusto marques adao em 18/08/2009


Introdução



Realizar uma atualização no kernel é uma tarefa simples, mas quando falamos de um servidor cujos processos não podem parar, isto já se torna um pouco mais complicado. Praticamente tudo pode ser atualizado no sistema, mas as atualizações de kernel necessitam de um reboot do sistema.

Assim sendo imagino que vários sysadmins perdem noites e mais noites de sono para poderem aplicar algum patch em seu kernel, pois só podem parar o sistema de madrugada quando se tem poucos usuários utilizando os servidores. Isso quando se é possível rebootar o servidor.

Se você se identifica com essa situação ou algo parecido, lhes apresento o Ksplice.

Essa poderosa ferramenta permite que sejam aplicados patches no kernel sem o tradicional reboot. Isso mesmo, ele pára o sistema por 0,7ms. Como isso é possível? Veremos mais adiante.

Entendendo o funcionamento do Ksplice

Para gerar a atualização, ele compara os objetos compilados antes e depois do patch ser aplicado. Esta é uma técnica chamada de "pre-post differencing", ou seja, ele compara o pré-código com o que está rodando na memória e em seguida modifica o caminho das funções para que as novas funções passem a ser lidas no lugar das antigas.

Nos testes realizados foi constatado que 88% dos patches de segurança podem ser implementados sem a necessidade de mais nenhum código adicional.

Hoje o Ksplice Uptrack pode ser instalado facilmente no Ubuntu por um pacote .deb pré-testado.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalando e utilizando
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Compilando ou atualizando um kernel Linux

Debian 3.1 (Sarge) - Atualizando pacotes para unstable e compilando um novo kernel

Experimento com Linux: Misturando Sabayon com Gentoo

Slackware com kernel 2.6.10 - passo a passo

Empacotamento de Kernel em Sistemas Debian-Based

  
Comentários
[1] Comentário enviado por snails em 19/08/2009 - 12:52h

Muito bom artigo, mas tenho uma dúvida.

No caso de atualização de kernel...por exemplo...eu tenhu um kernel de versão mais atual do que está operando. Eu o compilei em uma máquina de desenvolvimento a parte e gostaria de descompactá-lo no meu sistema. Ao realizar este procedimento eu consigo subir o kernel novo, mas preciso do reboot para que os módulos e o sistema suba neste kernel novo.

Gostaria de saber se, consigo gerar um patch com o kernel compilado novo, e fazer com que o ksplice suba os serviços neste kernel novo sem reboot.

Obrigado pela atenção e aguardo um retorno.

Snails

[2] Comentário enviado por gersonraymond em 19/08/2009 - 17:32h

Muito bom o artigo amigo e sinceramente meus parabéns pela ferramenta de extrema utilidade, sem comentários adicionais ... o próprio artigo já responde por si mesmo.

Um abraço.


[3] Comentário enviado por dfsantos em 20/08/2009 - 14:31h

Otimo artigo....parabens!

[4] Comentário enviado por ragen em 24/08/2009 - 18:12h

Olá Flávio,

Me tira uma dúvida:

E se por acaso o kernel não bootar, como um kernel que dá panic porque alguma recurso foi mal aplicado, ou conflitante com um kernel "não padrão" como muita gente que usa/usava patches do PaX/GrSec em seus servidores.

O Ksplice dá a opção de recover?


[5] Comentário enviado por flaviodm em 24/08/2009 - 23:28h

Ola ragen,

Tem jeito sim. Basta usar o ksplice-undo, por exemplo:

ksplice-apply ./ksplice-lalalalala.tar.gz
para remover basta digitar

ksplice-undo lalalalala

Quanto ao post do snails eu ainda nao testei mais parece que tem como atualizar os modulos sim.

ksplice-create --prebuild KERNEL_SOURCE
ksplice-apply --partial

Acho que isso deve resolver seu problema, qualquer duvida estou a disposiçao.
Abraços.

[6] Comentário enviado por aaron.binner em 26/08/2009 - 01:09h

Opa, não sabia sobre esta ferramenta. E com certeza é de grande valia para nós. Ótimo artigo parabéns.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts