Experimento com Linux (parte 2): de Sabayon a... Gentoo e Funtoo!

O artigo explica como mesclar e usar ao mesmo tempo Gentoo e Funtoo a partir da instalação prévia de outras distribuições baseadas no Gentoo e ainda mostra a possibilidade da transformação de distros Gentoo like no Gentoo clássico.

[ Hits: 49.046 ]

Por: Alberto Federman Neto. em 25/08/2009 | Blog: https://ciencialivre.blog/


Introdução



Iniciado em 1999 (Enoch Linux) e lançado em 2002 pelo programador norte-americano Daniel Robbins, o Gentoo dispensa apresentações, é o Linux que tem como mascote "Larry, a Vaca".

É hoje o mais utilizado dentre os Linux de compilação e pelo seu potencial de transformação e por ser muito personalizável, é uma meta-distribuição, base de vários outros sistemas GNU/Linux.

Como o Gentoo é totalmente de compilação e muito minimalista, nele você instala tudo, ou pouca coisa, ou só o que precisa.

Assim é quase como montar seu Linux do zero, "From Scratch", e depois aperfeiçoá-lo.

Por causa disso existem várias distribuições GNU/Linux mais do que baseadas (eu diria mesmo construídas em cima) do Gentoo:
  • Sabayon (Itália)
  • Ututo (Argentina)
  • Nova (Cuba)
  • Toorox (Alemanha)
  • Gentoox (Inglaterra)
  • PapugLinux (França)
  • Pentoo (Suíça)

E os brasileiríssimos: Tuttoo Linux (UNICAMP), Librix (da empresa Itaudata) e Litrix.

Alguns hoje estão extintos, como o VidaLinux e o Kororaa, mas tem seus méritos porque foram os dois primeiros Gentoo like com instaladores gráficos realmente eficientes.

Dentre essas modificações do Gentoo, neste artigo destacaremos uma, o Funtoo.

Em 2005-2006 Daniel Robbins deixou a Fundação Gentoo e trabalhou por um tempo na Microsoft. Depois deixaria a multinacional e durante um pequeno período, colaborou com o Sabayon Linux.

Hoje, apesar de ainda ajudar um pouco o próprio Gentoo, nas palavras dele próprio: "Dedica-se 100 % do tempo à sua mais nova criação, o Funtoo"

O Funtoo é uma distribuição muito semelhante ao Gentoo. Como ele, é totalmente de compilação e também usa o Portage como gerenciador-compilador automático de pacotes e dependências.

Entretanto, existem algumas diferenças entre o Gentoo e o Funtoo:

A estrutura do OpenRC, do udev e do mdev do Funtoo é ligeiramente modificada. Ainda, as configurações automatizadas do GRUB, do make.conf do Gentoo são feitas via Catalyst, e as do Funtoo, usam um pacote feito pelo próprio Robbins, chamado Metro.

Enquanto no Gentoo (embora possa trabalhar com pacotes experimentais) a fundação procura incentivar o uso majoritário de pacotes "stable", no Funtoo (embora também possa usar pacotes estáveis) o Portage contém pacotes novíssimos, "Unstable", "Testing" e Trunk" e já incorpora todos os pacotes da árvore "unstable" do Gentoo.

Por isso pode-se considerar o Funtoo algo como o Gentoo, mais modernizado, aperfeiçoado e aumentado!

Outra diferença é o controle de versão dos pacotes e do sincronismo do Portage.

Enquanto o Gentoo sincroniza usando RSYNC e usa bastante SVN (principalmente no Overlays), no Funtoo tudo é controlado praticamente por GIT.

GIT é um sistema de controle de versões extremamente rápido e eficiente, como o Subversion (SVN) e o antigo CVS.

Ele foi inventado pelo próprio Linus Torvalds para ser usado exclusivamente no kernel Linux, mas hoje é muito usado por várias distribuições e até por outros SOs.

Originalmente usava pacotes especiais para ser acessado, mas com o advento do GIT via web (ex. Gitweb, Github) esses pacotes (como o Cogito) hoje são obsoletos.

Uma vantagem do GIT-Portage do Funtoo é que se ele encontra instalada na árvore a mesma versão de pacote, não a recopia e reinstala, economizando tempo e largura de banda.

Equivale a dizer que o sistema XDelta do Funtoo é automatizado pelo GIT.

Nos meus primeiros experimentos, combinei e misturei o Sabayon com o Gentoo.

A continuação desses experimentos é descrita neste artigo.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalações do Gentoo e Funtoo, comentários e modificações
   3. Modificando Sabayon com Gentoo
   4. Modificando Gentoo com o Portage do Funtoo
   5. Transformando Sabayon em Gentoo
   6. Conclusões e agradecimentos
Outros artigos deste autor

BOINC - Computação distribuída e aplicações científicas

Ajustando a hora do micro com extrema precisão

Regulando o desktop para trabalhar em máxima performance

Experimentos com GNOME3 em instalações contendo outros ambientes gráficos

Trabalhando com boot duplo ou múltiplo: estação para testes de sistemas operacionais

Leitura recomendada

Kingfisher Quota Manager - Instalação e configuração

Programação: Tomada de decisão

LinuxStok: Gestão comercial

Brackets - Editor Open Source no Linux Mint e Ubuntu

Virtualização - VirtualBox em modo texto e acesso remoto

  
Comentários
[1] Comentário enviado por xerxeslins em 25/08/2009 - 18:40h

Cara! Um dia eu queria manjar de Linux tanto quanto você! Parabéns pelo artigo!

[2] Comentário enviado por removido em 25/08/2009 - 19:16h

Mais um ótimo artigo, Gentoo é Gentoo !!!!!
Obrigado pela menção, eu perdi minha instalação do Gentoo devido uma M... que fiz.
e agora estou sem tempo para instala-lo de novo, tenho dedicado todo meu tempo livre a utilização e compreensão do OpenBSD ...

[3] Comentário enviado por albfneto em 25/08/2009 - 19:29h

PEQUENA ERRATA:

Página cinco..
."Viver perigosamente."...DE TER, leia-se E TEM, isto é, "march=native" só é compatível com as versões novas do GCC.

[4] Comentário enviado por albfneto em 25/08/2009 - 19:36h

Eu!Noel . gentoo é fantástico, sim mas realmente é fácil estraga-lo, principalmente com o emerge de opção world ou deepclean...
Quanto eu comecei a mexer com ele.. eu brinquei até, eu fiz 8 ESTALAÇÔES de Gentoo, danei ele 8 vezes! srrsrsrs
Não tenho prática com BSDs, mas dizem o Gentoo é basesdo em BSD e linux, BSD é parecido, não?
a proposito, ontem aqui tinha um usuario com problemas para fazer partição de BSD, em Gparted, as partições são diferentes, as de BSD, não?
Eu sou um entusiasta de Gentoo, As vezes eu até gostaria que os iniciantes conhecessem ele, pq o gentoo é muito diferente..., mas ele realmente é meio difícil...
Mas depois de mexer bastante cheguei a conclusão que realmente instala-lo e configura-lo, montar um Gentoo funcionando, é o mais difícil e trabalhoso, mais do que usa-lo...
Muitos Gentoístas não gostam de installers gráficos, mas o dia que o Gentoo tiver instalador gráfico eficiente, minha opinião é um grande avanço pro Gentoo.
É bom o usuário ter trabalho para configurar e acertar o Gentoo, não pra instala-lo, porisso acho que um instalador gráfico que já faça um Gentoo com XFCE é uma boa,
Por exemplo Arch, Slackware, também não são muito fáceis, mas os iniciantes até conseguem instala-lo, mas o Gentoo, geralmente, não.

[5] Comentário enviado por removido em 25/08/2009 - 20:16h

geralmente são partições UFS ...
O BSD é mais Unix que o linux, na minha opinião o que deixa o Gentoo parecido com os BSD's é o portage que é derivado do ports ...
Acho que podemos dizer que o "Gentoo é um linux com ports" ...

[6] Comentário enviado por xerxeslins em 25/08/2009 - 21:28h

E na opinião de vocês, qual é o que tem mais vantagens sobre o outro: Gentoo ou Funtoo?

[7] Comentário enviado por pinduvoz em 25/08/2009 - 22:56h

Muito interessante, mas fica a pergunta:

Quantos tem tempo para instalar um SO em quatro dias?

Na minha opinião, poucos.

Então, concluo que Gentoo é para poucos, mesmo que esses poucos sejam verdadeiros "felizardos".

[8] Comentário enviado por albfneto em 25/08/2009 - 23:37h

Minha opinião, no momento Funtoo é mais vantajoso,ele é mais novo, masi rápido para formar o portage, e no fundo, "engloba" o Gentoo. a terla de login, wallpapers etc... é diferente mas vc pode troca-las pelas de gentoo, e no portage do funtoo, vc usa portage de gentoo ou de funtoo,somente fazendo um comando ex:

$ cd /
$ cd usr/portage
$ git branch
VAI APARECER FUNTOO OU GENTOO,suponha vc ta no funtoo, se fizer
$ sudo git checkout gentoo

Pronto,trocou, ta usando o Gentoo, o portage do gentoo.
o kernel do funtoo é o mesmo do gentoo, mas se quiser os ultimos kerneis...
use:

# emerge -av git-sources
ao invés de
# emerge -av gentoo-sources

Resumindo, usando funtoo,vc ta usando gentoo e funtoo ao mesmo tempo!
Não sei se ele é melhor, ele é maior, engloba o gentoo de uma certa forma, mas o gentoistas mais ortodoxos, se rerefem a ele como uma brincadeira do Daniel Robbins, para se manter ocupado...é até um pouco desrespeitoso, pq o Daniel fez o Gentoo, e o Gentoo é uma obra-prima de programação...

[9] Comentário enviado por maran em 26/08/2009 - 08:22h

Primeiramente,parabéns pelo artigo Alberto!
Meu, nãoduvido muito que daqui algum tempo vai apareecer albfnetoo - mais novo gentoo - fotoo -saboyan linux!
E4 ai usando albfnetoo estara usando, gentoo ou fotoo, porque o kernel do mesmo e usado nogentoo fotooo e albnetoo!

MAis sobre seus experimentos, vejoque seu conhecimento em LINUX purocresceu demais cara, e diria espantosamente, porque quem migra de vez para gentoo,adquiri conhecimentos, pouco conseguidos quando se usa outras distros!
Outro dia aiestava vendo este fontoo iria ate testar,mais estou sem pc, usando apena sum note, e ia da muita dor de cabeça bota ele pra funcionar, mais assim que pegar outra maquina, seguireia risca esse seuartigo!
Show de bola abraços!

[10] Comentário enviado por albfneto em 26/08/2009 - 11:01h

É, uma coisa boa do Gentoo é essa, o Gentoo ensina muito Linux!
Uma coisa que eu gosto do Gentoo, é que ele é o domínio da máquina, o domínio do SO, ele fica do jeito que vc quer, com tela gráfica, sem tela gráfica, com muitos pacotes, com poucos.
Ví uma críticas ao Gentoo, uma vez, o usuário dizia que o Gentoo não é um sistema "operacional", o Gentoo é Linux pra mexer, para fuçar, não é para usar, ele dá tanto trabalho que vc gasta todo o tempo para mexer nele, para manter o micro funcionando e não para navegar, para usar.. ele é tão versátil que é complicado!
Outros dizem que ele é instável... na realidade ele é estável que nem pedra..... e também instável que nem geléia... depende de como ele foi feito, montado,e do vc quer ou gosta. se for como Eu, que gosta de testar aquele pacote que saiu ontem, aí é instabilíssimo, pode parar de funcionar de uma hora para outra.
Sabayon? Sabayon também! Sabayon é como o Gentoo, pode ser fácil instalar e sair usando, mas na hora que vc atualiza tudo, o Sabayon mostra o Gentoo que é!
Em todo o caso, Sabayon e Gentoo são as minhas distros favoritas, Linux tem isso de legal... Liberdade, vc usa o que gosta, e do jeito que gosta, Os Windows é que são todos iguais!

Tuttoo Linux (UNICAMP), Librix (da empresa Itaudata), Itautec... sum, é Tutoo, mesmo. Ututo é outra distro, é um der. do Gentoo, Argentina.

[11] Comentário enviado por xerxeslins em 26/08/2009 - 12:29h

TENTAREI instalar o Funtoo no VirtualBox para brincar. Eu até gostei do Gentoo, mas como foi dito, ele pode quebrar facilmente, ainda mais nas mãos de inexperientes como eu.. uma vez eu dei um comando pra atualizar o sistema todo com dependências e tudo e quebrou! fiquei triste, porque eu pensei que um comando do próprio sistema não deveria quebrar o sistema... acontece que há necessidade do usuário em conhecer os detalhes daquilo que irá fazer.

Obrigado pela resposta, fiquei animado em tentar o funtoo, pois ele é do criador original do gentoo, e como vc disse que eh melhor, então vou tentar!

Abraço

[12] Comentário enviado por xirux em 27/08/2009 - 13:46h

Migrei do Debian a pouquissimo tempo, ainda me sinto desconfortavel sem ele. Porem Sabayon me impressionou qdo rodei no notebook, acabou ficando distro padrao por N motivos. Agora, vou dizer uma coisa, se nao fosse o Alberto, eu nao teria pensado em perder tempo com Gentoos, nao por duvidar do SO, mas por nao me achar apto a encarar...isso mudou com os tutoriais do Alberto, que traduziu e ampliou conceitos. Parabens Alberto, se divulgar uma parte do Linux tao obscura, com tal eficiencia pode trazer reconhecimento e consciencia tranquila, tu com certeza recebera. Teus admiradores crescem a cada dia amigo! Parabens novamente...Viva o Linux.

[13] Comentário enviado por xerxeslins em 27/08/2009 - 23:07h

Creio que distros mais obscuras precisam ser desmitificadas, precisam de tutoriais de instalação etc... e concordo com o xirux, o Alberto contribui muito para isso.

[14] Comentário enviado por isf em 28/08/2009 - 23:10h

pequena correção:
tutto -> tutoo
itaudata -> itautec

muito bom o artigo!

[15] Comentário enviado por albfneto em 30/08/2009 - 17:28h

COMPLEMENTOS AO ARTIGO, 1

Aqui, outros Bons Links que ajudam a instalar Gentoo ou Funtoo:

http://blogdovicente.com/2009/06/07/como-instalar-o-gentoo-linux/
http://www.osnews.com/story/6589/Gentoo_Linux_Your_Friendly_Quick_Installation_Guide
http://www.compatdb.org/support/topics/142388_simpler_gentoo_install.html

Uma boa documentação.muito detalhada e geral. Conheçam mais um pouco o Gentoo:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Gentoo_Linux

Instalando Gentoo 10 em umpendrive,bem fácil:

http://www.pendrivelinux.com/put-gentoo-10-1-live-dvd-on-usb-from-windows/#more-3361

[16] Comentário enviado por albfneto em 18/09/2009 - 15:21h

COMPLEMENTO DO ARTIGO, 2.

Para os que usam Funtoo ou Portage de Funtoo, Daniel Robbins acaba de lançar o novo Overlay:
PURE-FUNTOO

Adicione o Overlay com os comandos:

$ su
# emerge layman subversion git curl
# layman -L
# layman -a pure-funtoo
# layman -S

Comando simples para atualizar Gentoo:

# emerge -avuDN world

[17] Comentário enviado por albfneto em 20/09/2009 - 13:59h

COMPLEMENTOS AO ARTIGO. 3.

A) Instalando sem Dependencias...


Se vc usa ambientes graficos antigos como KDE 3, e ao atualizar alguma coisa em Gentoo, Funtoo ou Sabayon, o sistema chamar muitas dezenas de bloqueios e dependencias, por exemplo de KDE 4, vc pode simplesmente usar a opcao de pular as dependencias.
Os comandos

# emerge --sync
# emerge -p nome do pacote (veja as deps e/ou bloqueios)
# LINGUAS=pt_BR emerge -av --nodeps nome do pacote

Desta forma, por exemplo, portato novo vai ser instalado e rodar sem precisar trocar python, gtk+, pygtk e coisas de KDE 4.

Consertando um Portage Danificado.

Veja...

http://www.gentoo.org/proj/en/portage/doc/manually-fixing-portage.xml

Ou mais facil ainda

http://forums.gentoo.org/viewtopic-t-511267-start-0.html

[18] Comentário enviado por albfneto em 01/10/2009 - 00:23h

ATUALIZAÇÃO DO ARTIGO:

Até 11 de Maio de 2014:



1) Para Clonar a árvore do portage,o endereço mudou, porisso, ao seguir o Artigo, clone com o comando:

# git clone https://github.com/funtoo/ports-2012

e depois renomeie:

$ sudo mv /usr/ports-12 /usr/portage

Pode ser necessário ajustar os Perfís, veja esta Dica:

LINK A SER ATUALIZADO

2) script automático para atualizar Kernel do gentoo:

http://www.dicas-l.com.br/dicas-l/20081219.php

3) Onde achar todos os pacotes do Portage gentoo para abaixar manualmente:

http://gentoo-portage.com/sys-apps/portage
http://packages.gentoo.org/

[19] Comentário enviado por stilldre em 19/03/2010 - 16:13h

eu comecei com gentoo e fiz o sidegrade pro funtoo e ate hoje nao me arrependo. quanto ao melhor isso eu nao sei... mas o portage baseado em git do funtoo é mais rapido... abraço e parabens pelo artigo!!

[20] Comentário enviado por albfneto em 26/03/2010 - 18:34h

stildre, não sei qual o melhor, mas.. não há duvida que ao fazer o funtoo, um gentoo aperfeiçoado, Daniel dá um tapa e não com luva de pelica, com luva de box, mesmo, na fundação gentoo...
é o mesmo que dizer... o gênio do pedaço sou eu, me tiraram o gentoo, eu posso fazer um melhor e sozinho, ói meu funtoo!!!
não sei se vc usou, mas o Metro cloner do funtoo,é genial...
o daniel é muito bom!

[21] Comentário enviado por pinduvoz em 17/07/2011 - 23:32h

Alberto, estou baixando aqui o Toorox com Gnome 3, pensando em instalar e depois transformar em Gentoo.

Vc poderia me dizer quais seriam os passos básicos para isso?

[22] Comentário enviado por fabiojlbc1982 em 21/12/2017 - 21:30h

ola, nao sei da sua disponibilidade 8 anos depois, mas seria bom reatualizar esses tutoriais. Felicidades, Boas festas!
####################################################################################################
conhecer não é o suficiente, necessário é aprender até que o conhecimento se torne um com você!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts