Executando máquinas virtuais diretamente no GDM

Nesse artigo veremos como executar máquinas virtuais criadas com o VirtualBox diretamente através da tela de login do GDM.

[ Hits: 9.878 ]

Por: edps em 04/10/2011 | Blog: https://edpsblog.wordpress.com/


Direto ao assunto...



Como dito na introdução, aqui veremos como executar máquinas virtuais criadas com o VirtualBox diretamente através da tela de login do GDM.

* embora não testada nos outros login managers como o KDM, Slim ou LXDM, acredito que funcione também, para isso vejam o comentário do colega tonnytg no tópico criado sobre esse assunto:
Partindo do principio que o VirtualBox já esteja instalado e a sua máquina virtual já esteja devidamente instalada e configurada, inicialmente com o nano ou outro editor de sua preferência criaremos um arquivo .desktop em /usr/share/xsessions com o nome da nossa VM.

No exemplo abaixo utilizarei a DebianCUT, a qual criei quando fiz o primeiro artigo do meu blog (mundo gnu: Debian Constantly Usable Testing (CUT)):

sudo nano /usr/share/xsessions/debiancut.desktop

Conteúdo do arquivo:

[Desktop Entry]
Name=debiancut
Comment=Debian CUT (Constantly Usable Testing) no VirtualBox
Exec=/usr/local/bin/vbox-debiancut
Icon=
Type=Application

Salvamos e fechamos o arquivo com Ctrl+O e Ctrl+X e partimos para a criação, dessa vez em /usr/local/bin, do script que chamará o aplicativo VBoxSDL:

sudo nano /usr/local/bin/vbox-debiancut

Conteúdo do arquivo:

#!/bin/sh

# com a opção -vm a máquina virtual será executada da forma tradicional.
# VBoxSDL -vm "DebianCUT"

# com a opção abaixo a máquina virtual será executada em tela cheia.
VBoxSDL --fullscreen -vm "DebianCUT"

Da mesma forma que no 1° passo, salvamos e fechamos o script com Ctrl+O e Ctrl+X, e a seguir damos permissão de execução para o mesmo:

sudo chmod a+x /usr/local/bin/vbox-debiancut

Feito isso... encerramos a sessão a qual estamos logados e testamos o procedimento.

A seguir veremos a janela de seleção da sessão a ser iniciada no GDM3:
A tela de início do Grub em tela cheia:
A sessão do OpenBox carregada e em tela cheia:
A mesma sessão, mas dessa vez no modo janela, e com ao fundo o papel de parede do GDM:
* na imagem acima nota-se a edição do script /usr/local/bin/vbox-debiancut, o qual localiza-se na máquina HOST.

Espero que tenham gostado, pois considero isso uma grande vantagem, sobretudo para aqueles que não tem partições suficientes para a realização de novas instalações.

Fontes consultadas:
* publicado originalmente em meu blog: mundo gnu: Executando máquinas virtuais diretamente no GDM

   

Páginas do artigo
   1. Direto ao assunto...
Outros artigos deste autor

Obtendo diferentes versões do Debian GNU/Linux

kernel-ck para Arch Linux

ArchBang, o Arch Linux fácil!

Arquivos duplicados? fdupes neles!

KDE Plasma no Slackware Current

Leitura recomendada

Instalando fontes TTF de forma fácil com rpm-buid

Conhecendo o LXDE

Compilação, empacotamento, instalação e configuração do WINE-dev

O desafio continua...

Software livre e o Windows

  
Comentários
[1] Comentário enviado por eldermarco em 04/10/2011 - 10:56h

Como já havia dito: excelente artigo rapaz!

[2] Comentário enviado por rootgerr em 04/10/2011 - 15:25h

Realmente excelente favoritado

[3] Comentário enviado por removido em 04/10/2011 - 20:22h

Excelente artigo, favoritado!!!!

[4] Comentário enviado por removido em 04/10/2011 - 21:23h

Obrigado pelos comentários,

amigos @eldermarco, @rootgerr e @josueandres.

[]'s

[5] Comentário enviado por andretyn em 04/10/2011 - 22:12h

CARRRRRACAH, muito bom o artigo, vai para os "favoritos" :)
Um abraço para o colega edps por esse ótimo artigo.

[6] Comentário enviado por tatuiano em 04/10/2011 - 22:14h

sem comentários nota 100 e favoritado.quando eu crescer quero ser igual a você tio.kkk

[7] Comentário enviado por asdf2 em 05/10/2011 - 00:45h

nota 1000000000... :)

[8] Comentário enviado por Fabio_Farias em 05/10/2011 - 13:50h

Edinaldo
Muito bom saber disso. É uma excelente informação.
Parabéns!
Abraços!

[9] Comentário enviado por removido em 05/10/2011 - 19:01h

Obrigado pelos comentários,

caros colegas @andretyn, @tatuiano, @asdf2 e @FábioFarias.

um abraço.

[10] Comentário enviado por rweu em 05/10/2011 - 21:49h

Boa noite a todos,

Excelente meu caro, tomei a liberdade de incluir essa excelente matéria no meu Blog, obviamente dando o crédito para voce.
Eu usei no Mint e funfa de boa, mas ficou um gostinho amargo pois não consegui fazer funfar no Mageia, pois logo de cara
não existe o arquivo xsessions em /usr /share, uma pena!, se voce souber como fazer em outra distro que não seja Debian Like
por favor entre em contato [email protected] ou post aqui ok??

Valeu!!

[11] Comentário enviado por removido em 05/10/2011 - 22:38h

@rweu,

não tenho intimidades com distros RPM-like, mas o caminho é o mesmo em Debian, Arch ou Gentoo, rode um:

$ locate openbox.desktop

* ou o nome de seu amibinte padrão e com isso encontre o caminho correto

no meu caso retorna:

debian h4rd3r ~
$ locate openbox.desktop
/usr/share/applications/openbox.desktop
/usr/share/gnome/wm-properties/openbox.desktop
/usr/share/kde4/apps/ksmserver/windowmanagers/openbox.desktop
/usr/share/xsessions/openbox.desktop
debian h4rd3r ~

$ locate gnome.desktop
/usr/share/xsessions/gnome.desktop
/usr/share/xsessions/openbox-gnome.desktop
/var/lib/menu-xdg/applications/menu-xdg/X-Debian-Applications-Viewers-eye_of_gnome.desktop
debian h4rd3r ~

$ locate lxde.desktop
debian h4rd3r ~

$ locate scrotwm.desktop
/usr/share/xsessions/scrotwm.desktop
debian h4rd3r ~

$ locate dwm.desktop
/usr/share/xsessions/dwm.desktop


* mas verifique se tens o caote 'mlocate' instalado e rode o updatedb antes, isso se as coisas forem iguais às distros que citei.

um abraço.

[12] Comentário enviado por edersonhonorato em 07/10/2011 - 12:27h

Parabéns,

Ótima solução para quem não tem partições sobrando no HD.

[13] Comentário enviado por removido em 07/10/2011 - 13:05h

Nossa,muito boa e facil de entender,alem de ser muito facil de aplicar e mudar de acordo com as nescessidades.

[14] Comentário enviado por removido em 25/10/2011 - 22:10h

@edersonhonorato e [email protected]

obrigado pelos comentários!

* vai entender o Gmail... alguns comentários do VOL vão para a pasta SPAM, é raro mas acontece.

[15] Comentário enviado por hedbruno em 31/10/2011 - 09:58h

Muito bom o artigo, estou usando aqui no xubuntu 11.10, funciono perfeitamente, gostaria de saber se existe a possibilidade de definir a resolução da ta tela ..?

[16] Comentário enviado por niquelnausea em 01/11/2011 - 22:42h

dica pra quem usa o kdm:
abra como root o arquivo /usr/share/config/kdm/kdmrc procure pela linha "SessionsDirs=", substitua essa linha por essa
SessionsDirs=/usr/share/config/kdm/sessions,/usr/share/apps/kdm/sessions,/usr/share/xsessions,/etc/X11/sessions

[17] Comentário enviado por removido em 01/11/2011 - 22:50h

@niquelnausea,

obrigado pela contribuição, vou testar sua dica tendo em vista que estou usando KDE ultimamente.

um abraço.

[18] Comentário enviado por hedbruno em 04/11/2011 - 11:53h

Só respondendo a minha questão anterior, para que a resolução fique full ao se logar na VM, e só desligar/ fechar/salvar a Vm em modo "Tela Cheia" quando estiver logado no sistema(normal) assim você não vai ficar aparecendo as bordas quando estiver logado na VM, fora isso estou achando perfeito.

[19] Comentário enviado por filipo_tardim em 26/03/2015 - 13:26h


Excelente dica! Apesar de ser de 2011, ainda funciona perfeitamente.
O único problema que tive foi de acessar dispositivos USB, pois o menu não aparece, mesmo apertando as combinações de teclas.
Alguém conseguiu contornar essa situação?


Contribuir com comentário