Enviando e recebendo e-mails criptografados através do Thunderbird

Com as constantes notícias sobre fraudes eletrônicas e a segurança de dados sendo tema sempre em destaque no mundo tecnológico, nada mais pertinente do que falarmos um pouco sobre segurança. Este artigo aborda os conceitos básicos de criptografia e a integração do GnuPG (gpg) ao Mozilla Thunderbird, permitindo assim o envio e recebimento de e-mails criptografados.

[ Hits: 54.248 ]

Por: Renê de Souza Pinto em 27/04/2006 | Blog: http://renesp.com.br


O conceito de chaves



Apesar de muito engenhoso para a época, o método de Júlio César não era tão eficiente, pois qualquer um que descobrisse ou desvendasse o método de criptografia utilizado pelo imperador teria acesso ao conteúdo das mensagens. Durante muito tempo a criptografia funcionou desta maneira, diferentes métodos eram utilizados, porém ambos os lados (quem emite e quem recebe a mensagem) deviam conhecer o algoritmo para ter acesso as informações.

Novas tecnologias foram surgindo, até que o conceito de chaves foi introduzido. A criptografia baseada em chaves utiliza determinados métodos matemáticos que embaralham os dados baseados em uma espécie de senha (chave) que é fornecida por quem criptografa os dados. Assim, mesmo conhecendo o método utilizado, é preciso conhecer a chave para ter acesso às informações. Os dados criptografados poderiam então ser transmitidos por um meio menos seguro, mas a chave ainda sim deveria ser passada com segurança para não ser interceptada por pessoas não autorizadas.

Uma nova forma de criptografia surgiu para sanar este problema, a criptografia baseada em duas chaves: A chave pública (public key) e a chave particular (private key).

A chave pública é utilizada para criptografar dados que só serão decriptografados através da chave particular, ou seja, cada usuário possui uma chave pública que deve ser distribuída a todos que desejem enviar dados criptografados a este usuário, e estes dados só poderão ser decriptografados com a posse da chave particular, assim, mesmo que as informações sejam interceptadas por um intruso, não há nada nela que possa dizer como decifrar as mensagens, pois a chave particular não é transmitida, fica em posse somente do usuário que receberá as mensagens. Este novo conceito na criptografia permiti que dados importantes sejam transmitidos com segurança.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. O conceito de chaves
   3. Como o PGP funciona?
   4. GnuPG, uma alternativa Open Source
   5. Integrando o gpg ao Mozilla Thunderbird
   6. Enviando e recebendo e-mails criptografados
   7. Conclusão e notas
   8. Referências
Outros artigos deste autor

Como instalar o modem Intel 536EP no Slackware

Octave, uma poderosa e robusta ferramenta matemática

Leitura recomendada

John The Ripper - Teste de Quebra de Senhas

FproxyAdmin - Gerenciador WEB do Proxy

Administrando Linux via web (parte 1)

Como configurar um IPTABLES simples e seguro no Slackware!

PHPIDS - PHP Intrusion Detection System, deixe seu site livre de intrusos!

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 27/04/2006 - 19:07h

Excelente artigo, meus parabéns!

[]'s

[2] Comentário enviado por removido em 27/04/2006 - 22:35h

10!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

[3] Comentário enviado por jcaj em 28/04/2006 - 15:46h

Muito bom o artigo. Pequeno e muito poderoso.

[4] Comentário enviado por agk em 03/05/2006 - 15:02h

Excelente, detalha muito bem os conceitos e passos para utilização de criptografia.

[5] Comentário enviado por alexishuf em 17/02/2007 - 20:21h

Li o artigo quase um ano depois de publicado mas meus parabéns, está ótimo, realmente merece nota 10, explica os conceitos sem atordoar usuários inexperientes.

[6] Comentário enviado por rwpatriota em 24/08/2007 - 21:23h

Muito bom o artigo.

Parabéns!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts