Distribuição híbrida

O artigo descreve como fazer para, de qualquer distribuição Linux que tenha chroot, rodar duas distribuições simultaneamente. No caso exemplo do artigo, foi exemplificado com uma base Gentoo executando programas do Ubuntu, o que deixa o sistema rápido e prático de ser atualizado.

[ Hits: 13.095 ]

Por: Fábio C. P. Navarro em 17/01/2007 | Blog: http://fabiocpn.wordpress.com


Introdução



Ao final desse ano serão praticamente 7 anos de experiências, boas e ruins, com Linux. Primeiro contanto foi com o Conectiva, que estava em uma das suas primeiras versões, 3.0 se não me engano.

Fascinado com todo esse mundo novo, novas interfaces, novos softwares, migrei para o Slackware, por onde fiquei cerca de 6 ou 5 anos, mas por sua falta de tempo e pelo gosto do Patrick, resolvi, depois de fazer residência no Slack, trocar de distribuição.

Descobrindo novos mundos

(sem flames!)

Como toda crise comecei a testar outras distribuições procurando por alternativas mais práticas. O Debian foi a primeira distribuição que não consegui me adaptar bem, mas a facilidade de manter o sistema me agradou, e muito. O apt-get (aptitude) é simplesmente fantástico. Ubuntu é ubuntu, mas serve. Finalmente ao final da minha jornada, encontrei o Gentoo, desempenho fantástico, mas a mantenibilidade do sistema é impraticável.

Por mais que eu tentasse manter meu sistema up-to-date não conseguia, sempre novas atualizações, algumas delas travaram toda a atualização do sistema e por aí vai. Assumo que não me dediquei o suficiente para achar soluções para os updates quebrados. Resolvi então achar outra solução. Precisava de facilidade e, uma vez usuário gentoo, desempenho.

Eis que surge a idéia do Genbuntu, que seria uma base do sistema compilada, gerada pelo gentoo + emerge e programas menos utilizados, que não necessariamente precisariam de um desempenho grande, executados no Ubuntu, mas pelo gentoo. Com certeza existem N outras soluções para esse "problema", mas resolvi abordar dessa forma. Usando o que aprendi na instalação do gentoo, escolhi instalar o Ubuntu e usar o chroot para trazer para o gentoo os softwares instalados no Ubuntu.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Mão na massa
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Tutorial de instalação - dispositivo wireless Broadcom

Servidor de email: Postfix + Courier IMAP + RoundCube e usuários virtuais (Debian e derivados)

Debian NetInstall: instalação personalizada

Instalando e configurando cartão PCMCIA da Senao SL-2511CD com adaptador no Slackware 11.0

Apache 2.4 - Módulos de Multiprocessamento - MPM

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 17/01/2007 - 15:32h

parabens! genial ! agora poderei fazer isso com slackubuntu >:D vlw mesmo

[2] Comentário enviado por imhotep em 17/01/2007 - 20:14h

Ótimo isso, pra quem, por algum motivo, precisa de 2 sistemas, usando o melhor de cada um...

[3] Comentário enviado por Century_Child em 18/01/2007 - 01:25h

Vou tentar fazer isso pra montar um "Ubundrake" (Ubuntu + Mandriva, porque "Ubundriva" fica feio :).


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts