Distribuição híbrida

O artigo descreve como fazer para, de qualquer distribuição Linux que tenha chroot, rodar duas distribuições simultaneamente. No caso exemplo do artigo, foi exemplificado com uma base Gentoo executando programas do Ubuntu, o que deixa o sistema rápido e prático de ser atualizado.

[ Hits: 13.124 ]

Por: Fábio C. P. Navarro em 17/01/2007 | Blog: http://fabiocpn.wordpress.com


Mão na massa



Na primeira tentativa, usei simples e cru:

# chroot /mnt/ubuntu /bin/bash

A intenção era conseguir um bash logado no ubuntu. Sucesso, basicamente era exatamente isso que eu precisava, mas várias coisas não estavam funcionando direito. Depois de alguma pesquisa "escrevi" um pequeno script que me dá um terminal funcional do Ubuntu dentro do Gentoo, a partir deste posso rodar qualquer coisa dentro do ubuntu estando no Gentoo.

# mount -t proc none /mnt/ubuntu/proc
# mount -o bind /dev /mnt/ubuntu/dev
# mount -o bind /sys /mnt/ubuntu/sys
# mount -o bind /tmp /mnt/ubuntu/tmp
# chroot /mnt/ubuntu /bin/bash


Com agora a base do sistema (/dev /proc /sys e /tmp) replicada em ambos os pontos montados "/" e "/mnt/ubuntu", podia fazer praticamente qualquer coisa no ubuntu que o mesmo funcionava perfeitamente, faltava então conseguir exibir os softwares rodados no ubuntu no Xorg do gentoo. Usando o xhost, liberei o acesso a mim mesmo em meu X, exportando os /dev/pts consegui finalmente fazer um sistema híbrido com ambas as distribuições rodando ao mesmo tempo. A versão final do script ficou:

#!/bin/bash
mount -t proc none /mnt/ubuntu/proc
mount -o bind /dev /mnt/ubuntu/dev
mount -o bind /sys /mnt/ubuntu/sys
mount -o bind /tmp /mnt/ubuntu/tmp
mount -o bind /dev/pts /mnt/ubuntu/dev/pts
cp /home/fcpn/.Xauthority /mnt/ubuntu/root/
cp /home/fcpn/.Xauthority /mnt/ubuntu/home/fcpn/
xhost +local:root
chroot /mnt/ubuntu /bin/bash
xhost -local:root

O único inconveniente é ter que executar tudo no ubuntu como root. Porém daí por diante, só a criatividade é o limite, com o chroot é possível executar qualquer comando, "chroot /mnt/ubuntu xmms" ou qualquer outra coisa que você queira.


Conclusão

Agora posso facilmente manter meu sistema atualizado, mantendo a base do sistema com alto desempenho e sólida e nesse esquema de sistema híbrido pretendo ficar um bom tempo. Talvez fazer nova residência no gentoo.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Mão na massa
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Criando servidor de arquivos GNU/Linux com RAID virtual e DFS em rede Windows

Instalando Slackware através de outro HD corrigindo os pacotes

Recuperando e/ou adaptando o GRUB do Sabayon Linux

Instalando Servidor ELASTIX (PABX-IP)

Configurando TV Digital no Ubuntu 10.04 - (PlayTV USB SBTVD)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 17/01/2007 - 15:32h

parabens! genial ! agora poderei fazer isso com slackubuntu >:D vlw mesmo

[2] Comentário enviado por imhotep em 17/01/2007 - 20:14h

Ótimo isso, pra quem, por algum motivo, precisa de 2 sistemas, usando o melhor de cada um...

[3] Comentário enviado por Century_Child em 18/01/2007 - 01:25h

Vou tentar fazer isso pra montar um "Ubundrake" (Ubuntu + Mandriva, porque "Ubundriva" fica feio :).


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts