Configurando roteador Linux com Velox

Esse artigo tem o intuito de auxiliar a configuração de um roteador com Linux usando o Velox como uplink. Usamos como padrão o RedHat Linux 9, mas o conceito adotado pode ser usado em outras distribuições.

[ Hits: 86.869 ]

Por: George Luis Sampaio Azevedo em 13/05/2004


Configurando a rede interna



O endereço IP da sua rede interna tem que ser um endereço reservado. Não vamos também entrar nesse mérito... vamos trabalhar com a hipótese que você usa a rede 192.168.0.0, sem subnet, e seu roteador terá o IP 192.168.0.254, máscara 255.255.255.0, hostname router.vol.com.br, simples assim...

Provavelmente na instalação do Linux, sua placa de rede deve ter sido configurada, mas vamos partir do princípio que sua configuração não está com os parâmetros da convenção acima, assim segue o enterro...

Caso saiba o que está fazendo, configure sua rede com algum aplicativo da sua preferência.

Senão, edite os arquivos:

/etc/sysconfig/network

NETWORKING=yes
HOSTNAME=router.vol.com.br

/etc/sysconfig/network/ifcfg-eth0

DEVICE=eth0
BOOTPROTO=static
IPADDR=192.168.0.254
NETMASK=255.255.255.0
ONBOOT=yes

Verifique se o start da rede está setado:

# chkconfig --list network
network    0:não  1:não  2:sim  3:sim  4:sim  5:sim  6:não


Caso os níveis 2345 não estejam sim, execute:

# chkconfig --level 2345 network on

Para ativar as alterações execute:

# service network restart

Acredito que sua configuração está correta e funcionando... Para se certificar execute o comando:

# ifconfig eth0

A resposta do comando deve ser assim ( ? = valores variáveis ):

eth0    Link encap:Ethernet  HWaddr ??:??:??:??:?:??
          inet addr:192.168.0.254  Mask:255.255.255.0
          UP RUNNING NOARP MULTICAST  MTU:1492  Metric:1
          RX packets:???? errors:? dropped:? overruns:? frame:?
          TX packets:???? errors:? dropped:? overruns:? carrier:?
          collisions:? txqueuelen:???
          RX bytes:????? (????.? Mb)  TX bytes:????? (????.? Mb)
          Interrupt:?


Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Configurando o Velox
   3. Autenticando no provedor
   4. Configurando a rede interna
   5. Ativando o roteamento e o NAT
   6. Considerações finais
Outros artigos deste autor

Entendendo e configurando o LVM manualmente

Leitura recomendada

Criando uma rede virtual com servidor de internet e estações utilizando VirtualBox

Compartilhando Internet 3G entre notebook e smartphone Android no Linux

Enjaulando o Bind9 em um chroot

Acelere o seu Squid com squid-prefetch - baixe as páginas antes dos seus usuários!

Roteamento no openVPN com redes iguais

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 13/05/2004 - 23:36h

Olá Azevedo,

Gostaria de parabenizá-lo pelo artigo e ressaltar que, não só tecnicamente, mas ortograficamente o artigo ficou jóia! Muito bom seu português.

Vale ressaltar que um bom profissional é aquele que sabe executar e um ótimo profissional é aquele que sabe se expressar. A comunicação escrita é tão importante quanto o conhecimento técnico e muitos não se dão conta disso.

Bom, é isso aí, valeu!

[]'s

[2] Comentário enviado por naoexistemais em 14/05/2004 - 00:27h

Caros,

Concordo com a posição do Fábio, o artigo esta bem escrito e direto.

Parabens..

[3] Comentário enviado por Azevedo em 14/05/2004 - 07:42h

Fábio e William,

Obrigado pelos elogios...

Retribuo os parabéns a vocês pelo trabalho desenvolvido no site. Estamos mostrando que somos uma comunidade ativa e efetiva...

Abraços

[4] Comentário enviado por y2h4ck em 14/05/2004 - 08:45h

Muito bom Artigo, parabéns, conseguiu alcançar de maneira simples o objetivo.

Um dos melheros artigos que ja li aqui na vivaolinux com certeza!

[]s

Boa sorte - Spawn Locoust

[5] Comentário enviado por raxid em 14/05/2004 - 11:12h

Tá show :D

[6] Comentário enviado por lfsantos em 17/05/2004 - 15:06h

Eu concordo com o pesoal q falou da ortografia e espero que futuramente esse artigo possa me ajudar pois eu não tenho velox e nem um outro tipo de conexão banda larga, mas futuramente espero ter, mas por que o telefone é hipotético? hehehe....t+ e parabens...

[7] Comentário enviado por lfsantos em 17/05/2004 - 15:35h

Tornando o NAT permanente:
Insira comando acima no arquivo /etc/rc.d/rc.local e "corra pro abraço"...
esse "corra pro abraço" ficou maneru.... vou começa a usar esse termo.
parabens denovo.

[8] Comentário enviado por vampiro em 13/11/2004 - 23:55h

Olha sou estudante de engenharia quimica, programo em c, pascal, delphi, uso o linux para estudar e rodar minhas simulação a 4 anos.
Mas ja estou me sentindo meio burro.
li teu artigo uma desena de vezes, e nao consigo implementar.
Uso red hat 9, no começo foi um problema com o gateway, foi resolvido.
( O sinal o velox caia quando a eth1 era ligada )
Agora só falta distribuir para as estações RWindows...
Para conectar basta colocar o endereço do gateway da maquina com o velox, nao é? faço isso e nada e as configurações de lei e nada

Voce pode me dar uma luz?


[9] Comentário enviado por Azevedo em 15/11/2004 - 10:03h

Vampiro,

Vou te passar um mail direto e vamos ver o que está faltando... :) depois a gente coloca aqui...

[10] Comentário enviado por Rhoux em 13/11/2008 - 23:29h

Blz, achei o seu tuto o mais completo que achei a net...


...so que como sou muito curioso queria saber pra que serve o " PPPOE_EXTRA="-f 3c12:3c13 -S ISP" " .


Uso Velox do ES e ubuntu 8.04.




Contribuir com comentário