Configurando disquete e pendrive para boot sem suporte na BIOS

Neste artigo descreverei como você poderá instalar, carregar e utilizar um sistema operacional residente em um pendrive, em máquinas sem suporte a boot por este dispositivo na BIOS, utilizando para tanto um simples, "velho e bom" disquete.

[ Hits: 46.013 ]

Por: Stefano Fontes em 02/02/2009


Entendendo o processo



Em primeiro lugar, nada melhor do que uma visão geral que nos permita entender o que estamos fazendo. Poderíamos resumir o processo da seguinte forma:

BIOS => Boot disquete => LILO => KERNEL => INITRD => KERNEL => PARTIÇÃO ROOT => INIT
########|_________________________________________________|##|______________________|
########|<===============>DISQUETE<================>|##|<====>PEN-DRIVE<===>|

Ou seja, a BIOS da máquina carrega o setor de boot do disquete; a seguir o gerenciador de inicialização LILO carrega o kernel; este por sua vez carrega o disco em memória INITRD; o disco em memória realiza várias tarefas - monta um sistema de arquivos "provisório" na memória da máquina; carrega no Kernel os módulos de suporte ao pendrive, sistema de arquivos etc; fornece ao Kernel os arquivos de dispositivo para que possa encontrar a partição a ser montada como root; finaliza e então o Kernel pode montar a partição root, chamando o processo init e assim por diante.

Trata-se no fundo de um processo simples, mas na prática são necessários certos "macetes" para que funcione, os quais serão abordados neste artigo.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Configurações utilizadas e pré-requisitos
   2. Entendendo o processo
   3. Preparando o terreno
   4. Construindo o initrd
   5. Criando o disquete
   6. Finalmente... o boot!
Outros artigos deste autor

Provendo dados em um servidor PostgreSQL através do Apache e PHP

Criando um repositório criptografado de dados com Cryptsetup (dm-crypt) sem (re)particionamento do HD

Leitura recomendada

Instalando sidux em pendrive para usar como "Canivete Suíço"

Endianness - Arquitetura de computadores

Resolvendo definitivamente a configuração de placa de TV e webcam

Instalação da placa PXE Intelbras

O MP3 player e o Ogg Vorbis

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Mauro Delazeri em 03/02/2009 - 01:34h

Caro amigo schaf seu artigo esta meio longo mas muito bom, parabens!

[2] Comentário enviado por schaf em 03/02/2009 - 10:50h

Em primeiro lugar, quero agradecer ao site pela publicação e ao amigo Mauro acima pelo elogio.
Gostaria de acrescentar ao artigo o seguinte:
Se após algum tempo você verificar que o pen-drive apresenta problemas de falta de espaço em disco (não consegue abrir arquivos para edição, mensagens "No space left on device" ou coisa parecida), verifique:
- Se há espaço livre disponível no pen-drive, com o comando:

# df -h
Filesystem Size Used Avail Use% Mounted on
/dev/sda1 954M 954M 0 100% /

No caso acima, podemos observar que o espaço no pen-drive está completamente utilizado.
Se isto ocorrer, verifique o tamanho do seguinte arquivo:

# du -sh /var/log/debug
287M /var/log/debug

Esvazie então o arquivo para liberar espaço em disco:

# echo > /var/log/debug

Para tornar esta solução "definitiva", acrescente a seguinte linha ao crontab:

# crontab -e
*/15 * * * * echo > /var/log/debug

Isto irá esvaziar o arquivo de 15 em 15 minutos. Maiores informações na documentação do crontab.
Para liberar espaço, você poderá também desinstalar programas desnecessários e/ou esvaziar os diretórios /usr/share/doc ou /usr/doc, através dos comandos (atenção pois a exclusão é DEFINITIVA):

# rm -rf /usr/doc/*
# rm -rf /usr/share/doc/*

Dependendo do caso, a documentação ali existente raramente será utilizada (NÃO se trata das páginas man, as quais você pooderá utilizar normalmente, mesmo após a remoção acima).
Até a próxima!

[3] Comentário enviado por stremer em 04/02/2009 - 11:41h

cara...
eu tinha um notebook "véio"... não tenho mais (bati rolo) mas pesquisei sobre esse assunto e até sabia fazer isso com ele, pois o mesmo não dava boot pelo pen drive, mas tinha um hd de somente 4gb que estava "meia boca" então eu pensei em fazer todo esse processo. Foi complicado achar toda a documentação (me levou alguns dias) e esse artigo seu esta FANTASTICO... se ele existisse na epoca era questão de minutos... vai ajudar muito as pessoas que precisarem de algo parecido...
e acrescentando que o boot não necessariamente precisa ser do disquete, mas pode ser do próprio hd ou ainda de um drive de cd (desde que prepare tudo e depois queime o cd bonitinho) vai depender mesmo da placa mãe...
Parabéns novamente!!!

[4] Comentário enviado por galberojunior em 19/05/2009 - 08:29h

Existe alguma indicação de como proceder para distros baseadas em Debian?
E parabéns pelo tópico!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts