Configuração de Serviços

Este artigo tem o objetivo de orientar o usuário GNU/Linux sobre como manipular os serviços que estão sendo executados no sistema.

[ Hits: 14.032 ]

Por: Fernando Mendonça em 16/02/2012 | Blog: http://lpilinux.wordpress.com/


Introdução



Inicialmente, no artigo Inicialização do Linux, foi descrito todas as etapas que ocorre quando ligamos o computador até o momento em que sistema operacional esteja pronto para o uso.

Descobrimos que no GNU/Linux, o primeiro processo a ser executado é o INIT, e que ele é responsável por iniciar todos os outros serviços que serão carregados de acordo com o nível de runlevel configurado no arquivo "/etc/inittab".

O INIT, por padrão, inicia automaticamente um certo número de processos, para manter a segurança do sistema é extremamente importante termos conhecimento de quais processos estão sendo executados em nosso computador.

Muitas vezes, são processos que não iremos usar e podemos desativá-los para minimizar sua exposição a uma possível vulnerabilidade, ou então, um processo que precisamos e está desativado.

Existe diferentes maneiras de estar verificando e gerenciando os serviços do sistema em cada nível de runlevel.

Nas distribuições derivadas do Red Hat, isto pode ser feito das seguintes maneiras:
  • Por uma interface gráfica chamada de 'Ferramentas de Configuração de Serviços';
  • Pelo utilitário ntsysv, que é uma interface mais simples;
  • E, pelo chkconfig, um utilitário modo texto muito fácil de ser usado.

Estas ferramentas não modificam os Scripts localizado dentro do diretório "/etc/init.d", elas vão apenas adicionar, remover ou modificar os links simbólicos dentro dos diretórios "rc[ 0 a 5 ].d".

Vamos conhecer um pouco de cada uma delas e ver como podemos usá-las.
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Ferramentas de Manipulação
Outros artigos deste autor

Gerenciamento de pacotes RPM

Inicialização do Linux

O que é o Linux

Leitura recomendada

Instalando e configurando o Apache, PHP e MySQL no Slackware 10.1

Monitoração de Hosts e Serviços com o NAGIOS

Criando túneis com o VTUN

Blackbox total - Instalado, configurado e personalizado

Fedora 18 - Customização pós-instalação

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts