Como instalar o Brackets nas versões mais recentes do Linux

Com as novas versões do Linux, tem sido complicado instalar o aclamado editor Brackets da Adobe. Isso ocorre pelo fato deste programa utilizar como requisito a biblioteca libgcrypt11, substituída pela libgcrypt20 nestas novas distribuições.

[ Hits: 6.630 ]

Por: Luke Holm em 06/07/2017


Realizando as operações necessárias



Agora daremos início ao processo propriamente dito.

Vamos começar extraindo o conteúdo do arquivo de instalação do Brackets. Para tanto, deve-se executar os seguintes passos:

No segundo comando, utilizamos o comando dpkg-deb da suíte dpkg para extrair o arquivo .deb, informamos o nome do arquivo e o diretório para o qual os dados devem ser extraídos. Substitua o nome do arquivo .deb pelo nome do arquivo recém baixado. Como estamos no diretório /tmp e criamos anteriormente o diretório brackets, basta informar esse nome como último argumento.

# cd /tmp
# dpkg-deb -R ./Brackets.Release.1.9.deb brackets


Após concluído o comando acima, vamos entrar e verificar o conteúdo extraído:

# cd brackets
# ls


Como resultado, devemos ter algo como:

DEBIAN
opt
usr


Vamos aproveitar e fazer o mesmo processo com o outro pacote:

# cd /tmp
# dpkg-deb -R ./libgcrypt11.deb libgcrypt


Após concluído o comando acima, vamos entrar e verificar o conteúdo extraído:

# cd libgcrypt
# ls


Como resultado, devemos ter algo como:

# ls
DEBIAN
lib
usr


Ok. Agora vamos eliminar a dependência existente no interior do instalador. Para tanto, vamos procurar pelo local em que se encontra tal dependência. Ela situa-se dentro da pasta "DEBIAN", no arquivo "control".

# cd /tmp/brackets/DEBIAN
# more control | grep libgcrypt


Devemos ter algo como:

Depends: gconf-service, libasound2 (>= 1.0.23), libatk1.0-0 (>= 1.12.4), libc6 (>= 2.11), libcairo2 (>= 1.6.0), libcups2 (>= 1.4.0), libdbus-1-3 (>= 1.2.14), libexpat1 (>= 1.95.8), libfontconfig1 (>= 2.8.0), libfreetype6 (>= 2.3.9), libgcc1 (>= 1:4.1.1), libgconf-2-4 (>= 2.31.1), libgcrypt11 (>= 1.4.5), libgdk-pixbuf2.0-0 (>= 2.22.0), libglib2.0-0 (>= 2.18.0), libgtk2.0-0 (>= 2.24.0), libnspr4 (>= 1.8.0.10), libnss3 (>= 3.12.6), libpango1.0-0 (>= 1.22.0), libstdc++6 (>= 4.6), libudev0 (>= 147) | libudev1 (>= 198), libx11-6 (>= 2:1.4.99.1), libxcomposite1 (>= 1:0.3-1), libxdamage1 (>= 1:1.1), libxext6, libxfixes3, libxrandr2 (>= 2:1.2.0), libxrender1, ca-certificates, libcurl3, lsb-base (>= 3.2), xdg-utils (>= 1.0.2), wget

Perceba a dependência, listada acima como: libgcrypt11 (>= 1.4.5)

Passemos a remoção:

# sed -i 's/ libgcrypt11 (>= [0-9.]+),//' ./control

Caso queira confirmar, basta executar novamente o comando "more" situado imediatamente antes deste último. Verá que a dependência foi removida.

Por último, precisamos incluir a biblioteca necessária no interior do diretório.

# cd /tmp/libgcrypt
# find . -name "libgcrypt.so.11" -print


Devemos ter algo como:

./lib/x86_64-linux-gnu/libgcrypt.so.11

Vamos copiar para dentro da pasta do instalador:

# cp ./lib/x86_64-linux-gnu/libgcrypt.so.11 /tmp/brackets/opt/brackets
# cp ./lib/x86_64-linux-gnu/libgcrypt.so.11 /tmp/brackets/opt/brackets/lib


Pronto! Estamos prontos para reconstruir o pacote.

# cd /tmp
# dpkg-deb -b brackets ./Brackets-rebuild.deb


Meus amigos, esse comando demora uma eternidade. Vá lá, pegue um café ou uma cerveja, navegue um pouco pela internet, jogue o game ou assista ao seriado preferido.. Depois de uns bons minutos de espera, teremos a conclusão do comando e a presença do arquivo Brackets-rebuild.deb no diretório "tmp".

Agora é só instalar, vamos encerrar:

# apt-get update
# gdebi Brackets-rebuild.deb


Pronto, feito isso, basta clicar no ícone do Brackets no Ambiente Gráfico.

Peço desculpas pelo tamanho do artigo, mas quis fazer passo a passo pois temos pessoas novas no Linux, desta forma facilita para que não percam alguma etapa.

Espero que tenham gostado e que possam agora desfrutar do Brackets em suas distros.

Abraços.

Fonte da ideia: Fix missing libgcrypt11 for Brackets text editor (by Six)

Procedimentos de extração e reempacotamento de autoria própria, baseado no uso da suite dpkg.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Obtenção dos requisitos necessários ao procedimento
   3. Realizando as operações necessárias
Outros artigos deste autor

Aprimoramento de Desempenho da Instalação Debian

Aprimoramento de Desempenho da Instalação Debian (parte 2)

Leitura recomendada

Configurando serviço de FTP no GNU/Linux

Apache - Compartilhamento de Recursos - VirtualHosts

QTParted - Particionador gráfico, simples e fácil

Mais formatação especial no OpenOffice

Compilando o QMPlay2 20.07.04 no Linux Mint 20 e Gerando o Pacote para Instalar

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 06/07/2017 - 20:52h

Gostei do artigo. Achei bem didático.

[2] Comentário enviado por wehrwolffe em 07/07/2017 - 12:30h

Muito Bom Champs, Salvei aqui!

[3] Comentário enviado por lukeholm em 07/07/2017 - 15:57h


Valeu pessoal, obrigado!!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts