Como compilar o kernel Linux 2.6.31.1

Este artigo contém informações de como instalar/configurar (no linguajar técnico conhecido como "compilar") a mais nova versão estável do kernel Linux para computadores baseados na arquitetura Intel-x86 (i386), no sistema operacional Debian GNU/Linux versão 5.0.3 codinome Lenny.

[ Hits: 29.902 ]

Por: Eder S. G. em 09/10/2009 | Blog: http://edersg.wordpress.com


Resumo



Este artigo contém informações de como instalar/configurar (no linguajar técnico conhecido como "compilar") a mais nova versão estável do kernel Linux para computadores baseados na arquitetura Intel-x86 (i386), no sistema operacional Debian GNU/Linux versão 5.0.3 codinome Lenny.

Não me responsabilizo por eventuais danos em seu equipamento pelo mal uso das informações neste documento. É de sua inteira responsabilidade querer ou não utilizar os comandos descritos neste documento.

Linux é uma marca registrada e concedida por Linus Torvalds, seu criador e cedente.

Todas as marcas registradas neste documento são de propriedades de seus respectivos donos.

Nota de copyright

Este documento pode ser distribuído ou modificado sobre os termos da GNU General Public Licence (GPL).

(C) 1996-2001 Eder S. G.

Este manual é software livre; você pode redistribuí-lo e/ou modificá-lo de acordo com os termos da GNU General Public Licence como publicada pela Free Software Foundation; versão 2 da licença ou (a critério do autor) qualquer versão posterior.

Este documento é distribuído com a intenção de ser útil ao seu usuário, no entanto NÃO TEM NENHUMA GARANTIA, EXPLÍCITAS OU IMPLÍCITAS, COMERCIAIS OU DE ATENDIMENTO A UMA DETERMINADA FINALIDADE. Consulte a Licença Pública Geral GNU para maiores detalhes.

Uma cópia da GNU General Public Licence esta disponível no website da GNU (http://www.gnu.org/copyleft/gpl.html) na World Wide Web. Você também pode obter uma cópia escrevendo para a Free Software Foundation, Inc., 59 Temple Place - Suite 330, Boston, MA 02111-1307, USA.

Eu, Eder Jordan, gostaria que você atribuísse qualquer material derivado deste documento para mim. Se você modificar e melhorar este documento, por favor, peço-lhe que me notifique através do e-mail: ederjordan@yahoo.com.br.

Obrigado.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Resumo
   2. Antes de começar: observações
   3. Compilando o kernel Linux 2.6.31.1
   4. Bibliografia e sobre o autor
Outros artigos deste autor

Como instalar o software p2p XMule no Red Hat Linux 9

Como instalar/configurar e rodar aplicativos Java sob o Red Hat Linux 9

Guia: Pós-instalação do Debian Linux 4.0 Etch/Stable

Como personalizar o prompt do shell bash

Como instalar o compilador Free Pascal

Leitura recomendada

O kernel do Linux: A definição, importância e funcionalidades

Máquinas velhas a todo vapor

Recompilando o Kernel no Ubuntu Linux 9.04

Compilando Kernel do Linux no Debian

Instalando automounter e configurando o autofs no Debian Sarge

  
Comentários
[1] Comentário enviado por predator em 09/10/2009 - 16:13h

Em sistemas Debian o kernel tambem pode ser atualizado da seguinte maneira: pelo apt-get

Insira essas linhas no seu sources.list

deb http://ftp.de.debian.org/debian/ sid main
deb-src http://ftp.de.debian.org/debian/ sid main

rode o
#apt-get update ou aptitude update
depois
#apt-cache search linux-image
ira aparecer uma lista com os kernel's disponiveis, escolha o compativel com a sua arquitetura, e instale com o comando

#apt-get install linux-image-2.6.30.-2-686 (exemplo)

depois comente, (ou apague) essas linhas novamente

#deb http://ftp.de.debian.org/debian/ sid main
#deb-src http://ftp.de.debian.org/debian/ sid main

muito simples




[2] Comentário enviado por infog em 09/10/2009 - 18:12h

predator,

Cara, assim você está adicionando os repositórios do Debian unstable na sua distro e o apt vai querer atualizar todos os pacotes assim que você fizer um safe-upgrade.
Não recomendo fazer o que você disse, a não ser que se retirem as linhas referentes ao unstable logo após a instalação.

InFog

[3] Comentário enviado por removido em 09/10/2009 - 19:22h

Caro Eder,

Acredito que quem conheça as vantagens do Linux 2.6.31 e usuário do Debian é plenamente capaz de compilar o kernel a partir da fonte. Acredito que o seu texto seria muito mais proveitoso se enumerasse motivos para atualizar para esta nova versão ao invés de "mais do mesmo": Você já contou quantos artigos existem aqui mesmo no VOL sobre compilação do kernel com o kernel package do Debian?

Que vantagens você encontrou nesta compilação?

Abraços

Piero

[4] Comentário enviado por predator em 09/10/2009 - 19:35h

infog,

obrigado por corrigir...

já alterei o comentário.

abs

[5] Comentário enviado por megatux em 10/10/2009 - 09:25h

Bom dia !

Eder, também concordo com o bpiero. Pra quem entende a necessidade de se compilar um novo kernel, achei seu texto muito pesado. Se o cara que está compilado um kernel não souber nem como reiniciar a máquina, pra que compilar um kernel ?
Por outro lado, acredito que é uma boa referência para um usuário um iniciante, pois além de você mostrar como compilar o kernel, você também apresentou possiveis problemas que possam vir a ocorrer.

Uma pequena correção:
Na hora de desempacotar o novo kernel, substitua o
#tar -xvf
por
#tar jxvf

visto que se trata de um pacote bzip e não gzip.

Grande abraço !

:wq!

[6] Comentário enviado por cleysinhonv em 10/10/2009 - 19:33h

Olá,

Bom seu artigo está bom, mas gostaria de fazer uma observação:

1) Poderia falar a respeito dos driveres, eu estava ate enteressado em fazer o teste mesmo sendo de minha responsabilidade, mas quando disse a respeito dos driveres desanimei.

2) Faltou um pouco de "clareza" para me dixar confiante.

Mas isso não tira os seus meritos e sua contribuição né!

Um abraço

[7] Comentário enviado por dwdu em 10/10/2009 - 20:53h

Quebrei o silencio.
Hehe!

Prezado, Eder Jordan

Vi em seu artigo, algo que, por ventura, animasse aos iniciantes a recompilar o kernel.

Parabéns pelo artigo, intuitivo.






[8] Comentário enviado por edersg em 10/10/2009 - 21:50h

Boa noite a todos da comunidade Viva o Linux!

Como vocês estão? Espero que estejam a cada dia melhor!

Muito obrigado pelos sugestões, dicas e pelas críticas construtivas.

No mais, tenham todos um excelente domingo!

FÉ, SAÚDE e PAZ!

Atenciosamente,

Eder Jordan.


[9] Comentário enviado por adrianoc em 13/10/2009 - 11:15h

Achei fantástico e muito fácil, vou estar testando.

Obrigado.

[10] Comentário enviado por DebianWoman em 28/10/2009 - 07:32h

Meu querido colega, já tentei várias vezes compilar e recompilar kernel, mas toda vez faço "m..." e acaba dando kernel panic...

[11] Comentário enviado por DebianWoman em 28/10/2009 - 09:40h

Erro sendo apresentado:

root@teste:/usr/src/linux-2.6.31.1# make menuconfig
*** Unable to find the ncurses libraries or the
*** required header files.
*** 'make menuconfig' requires the ncurses libraries.
***
*** Install ncurses (ncurses-devel) and try again.
***
make[1]: ** [scripts/kconfig/dochecklxdialog] Erro 1
make: ** [menuconfig] Erro 2

[12] Comentário enviado por albfneto em 10/11/2009 - 14:52h

eu gostei, não é sempre que é preciso compilar, mas este é um procedimento muito detalhado, inclusive trocar as permissões

[13] Comentário enviado por gpr.ppg.br em 18/07/2010 - 10:31h


estou compilando o kernel
mas estou com uma duvida.

# make menuconfig
O configurador com
os parâmetros do kernel surgirá:

na parte de escolher o processador
tem uma lista
mas o meu não aparece.

tenho dois processadores
são eles:
turion64
turion64 x2

qual seria os relativos
na relação do kernel
que devo escolher?


antecipadamente agradeço,
gpr.


[14] Comentário enviado por wpereiratecno em 17/11/2010 - 09:36h

Eder,

Você está de parabéns! Segui seu roteiro e consegui recompilar o kernel do meu GNU/Linux, da 2.6.26 para 2.6.36 (stable).

Muito sucesso para você!

Abraços,

Wagner Pereira

[15] Comentário enviado por wpereiratecno em 17/11/2010 - 10:05h

Pessoal,

Creio que algo que precisa ser considerado quando se decide atualizar o kernel do GNU/Linux é que, desse jeito, perde-se a funcionalidade de atualizações de segurança do sistema operacional.

Isto significa que, atualizando o kernel "na mão", não adianta executar depois apt-get update/upgrade que o sistema não terá suas eventuais falhas corrigidas automaticamente.

Se eu estiver errado, sintam-se à vontade para me corrigir.

Att,

Wagner Pereira


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts