Comandos básicos do Linux

Segue neste pequeno artigo alguns comandos básicos e essenciais para quem está entrando no sistema Linux.

[ Hits: 107.958 ]

Por: Ronnie P. Silva em 25/02/2008


Informações do sistema



Abaixo comandos que demonstram algumas informações importantes do seu sistema Linux.

OBS: É importante salientar que a maioria dos comandos só podem ser executados como root, ou seja, como administrador.

Comando: uname

Mostra, na tela, as informações referentes ao sistema.

Sintaxe:

uname - parâmetro

Ex: uname -a

Este comando mostra na tela a informação completa do sistema que vocês está utilizando, bem como arquitetura e versão do kernel, etc.

Ex: uname -r

Este comando mostra na tela a versão do kernel usada.

Comando: lspci

Este comando exibe as informações sobre os dispositivos PCI instalados no computador. Ele mostrará os nomes das interfaces, além de outras informações como o número e a posição no barramento, além do modelo/versão/revisão do dispositivo.

Sintaxe: lspci - parâmetro

Ex: lspci -v
Ex: lspci -vv

Comando: pwd

Utilizado pra exibir o diretório atual.

Sintaxe: pwd

Comando: whoami

Por meio deste comando, você pode ver o nome do usuário logado.

Sintaxe: whoami

Comando: date

Mostra tanto a data como a hora atual

Comando: history

Mostra os últimos 1000 comandos executados em modo texto na sessão atual.

Comando: lsmod

Mostra os módulos do kernel que estão sendo carregados na memória naquele exato momento. Para executá-lo, é necessário estar logado como root.

Comando: fdisk

Mostra na tela as informações das partições existentes no disco (HD).

Sintaxe: fdisk -parâmetro

Ex: fdisk -l

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Comandos básicos
   2. Informações do sistema
   3. Comandos para pastas e arquivos
Outros artigos deste autor

Criação e edição de partições

Conhecendo os programas do Linux

Leitura recomendada

Instalando Fedora CoreOS no KVM

Instalar o Ubuntu Server

Utilizando o Xterm

Pop!_OS Linux - Uma boa distribuição baseada no Ubuntu

MATE Desktop 1.16.0 [GTK3] no Slackware

  
Comentários
[1] Comentário enviado por eduardo em 25/02/2008 - 10:13h

Gostaria de ter lido um artigo assim quando comecei ehhehe


Bem direto.
Bom artigo.

Abrçs

[2] Comentário enviado por JhoniVieceli em 25/02/2008 - 10:47h

bom para iniciantes

parabens

[3] Comentário enviado por fedorafloripa em 25/02/2008 - 11:36h

Galera, agradeço aos comentários enviados. Fico muito feliz com esta comunidade que contribui de todas as formas fazendo assim nosso sistema operacional crescer ainda mais.

Abraço a todos da comunidade

[4] Comentário enviado por DanielMarins em 25/02/2008 - 12:43h

vai ajudar bastante iniciantes...

boa iniciativa

[5] Comentário enviado por leandrorocker em 25/02/2008 - 13:24h

comando vi? hahaha

[6] Comentário enviado por vick em 25/02/2008 - 17:18h

Muito claro...
bom mesmo o artigo.

[7] Comentário enviado por cjba em 26/02/2008 - 09:55h

otimo pra mim, sou iniciante vai ser muito util!!!...VALEW GALERA!!!...

[8] Comentário enviado por elgio em 26/02/2008 - 10:07h

"
History:
Mostra os últimos 1000 comandos executados em modo texto na sessão atual. "

Não é bem isto.

Mostra os últimos comandos. Não quer dizer que sejam 1000.
A quantidade é configurada na variável de ambiente $HISTSIZE (ambiente) e $HISTFILESIZE (o que será salvo no arquivo ~/.bash_history).

Seu valor padrão geralmente é definido por um /etc/profile global ou algo assim.

Aliás, a maioria das distros que eu conheço tem por padrão iniciar esta variável em 500 e não em 1000. Eu tenho a minha em 2000.

http://www.vivaolinux.com.br/dicas/verDica.php?codigo=9041

[9] Comentário enviado por elgio em 26/02/2008 - 10:12h

E ainda na polêmica já levantada do vi: ele é um PODEROSO editor de textos. Se o objetivo era VISUALIZAR um arquivo porque não citar, além do cat, o less ou more?

Eu uso o vi mas não o recomendo para iniciantes. Já vi muitos usuários pressionarem reset por não conseguirem sair do vi.

Como um editor fácil de usar tem-se o pico (ou o nano. Atualmente só existe o nano, sendo que o mesmo emula o pico). O nano/pico tem uma carinha que lembra o antigo edit do DOS.

[10] Comentário enviado por elgio em 26/02/2008 - 10:14h

rm -rf minhas musicas

ERRADO.

Isto vai tentar apagar a pasta "minhas" e depois a pasta "musicas".

Espacos em branco, assim como no DOS/WINDOWS/CMD, precisam ou estarem entre aspas ou precedidos por contra barra:

rm -rf "minhas musicas"
rm -rf minhas\ musicas

[11] Comentário enviado por tobiasmf em 26/02/2008 - 11:10h

?comentario= gostei do do artigo pra min vai ser muito útil, pois estou começando a utilizar o sistema Linux

[12] Comentário enviado por roberva em 26/02/2008 - 16:06h

se fosse um concurso de beleza vc tinha ganhado miss simpatia.

for dummies.

[13] Comentário enviado por will.kof1 em 03/01/2009 - 17:20h

Olá achei otimo a dica sou iniciante e essas dicas sao legais, vi que o comando cat abre um arquivo txt e se na pasta tiver uma foto como faço para abrir ela na parte grafica mas executando um comando.
Valew

[14] Comentário enviado por junior199 em 30/05/2009 - 00:18h

opa..
vlw gostei dos comandos mt bem explicados.
abraços

[15] Comentário enviado por André § em 10/08/2009 - 17:10h

Otimo artigo!!!
vai ajudar a galera novata no assunto


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts