Clonezilla - Gerando e restaurando backups completos (Parte I)

Nesta primeira parte, mostro como usar o Clonezilla Live para clonar dispositivos, assim como gerar imagens dos mesmos, permitindo recuperar o seu conteúdo usando restauração. Serão abordados métodos avançados, como salvar o backup pela rede usando o SSH ou Samba, assim como restaurá-lo.

[ Hits: 144.855 ]

Por: Edson em 05/12/2012


Clonezilla



Clonezilla é uma poderosa ferramenta open source que permite clonar discos e partições inteiras, assim como gerar imagens dos mesmos para posterior restauração, caso venha ocorrer algum problema com o disco ou partição clonada. O Clonezilla é um software bem flexível, apesar de alguns usuários ficarem meio assustados com a interface do mesmo.

O projeto Clonezilla tem duas soluções para geração e restauração de imagens de partições e disco inteiros, assim como clonagem:
  • Clonezilla Live → A solução Live é uma distribuição que pode ser usada em uma mídia CD/DVD ou um pendrive para inicializar e executar o Clonezilla em modo unicast. O Clonezilla Live só faz uma operação por vez, por isso ele é unicast. Mas permite clonar diretamente partições e discos sem a necessidade de salvar a imagem para poder restaurar no disco ou partição de destino.
  • Clonezilla SE → A solução Server permite gerar imagens de discos e partições inteiras em unicast, multicast e broadcast pela rede - funcionalidades poderosas, pois é possível gravar múltiplas imagens de discos e/ou partições no servidor rodando o Clonezilla Server ao mesmo tempo, assim como restaurá-las.

Nesta primeira parte do artigo, abordarei a solução Clonezilla Live, pois irei mostrar como fazer backups completos, assim como clonagens de dispositivos e como restaurá-los também pela rede local.

Principais características do Clonezilla

1. Possui licença GPL;

2. Suporta uma grande quantidade de sistemas de arquivos. Veja lista completa abaixo:
  • ext2;
  • ext3;
  • ext4;
  • ReiserFS;
  • Reiser4;
  • XFS;
  • JFS;
  • btrfs;
  • FAT2;
  • FAT16;
  • FAT32;
  • NTFS;
  • HFS;
  • UFS;
  • VMFS3 e VMFS5 do VMWare.

3. Veja que você pode clonar distribuições GNU/Linux, Windows, Mac OS X e FreeBSD, NetBSD, OpenBSD, e não importa se a arquitetura do sistema é 32-bits (x86) ou 64-bits (x86-64);

4. Apenas os blocos utilizados do dispositivo de origem são copiados e salvos, assim como restaurados;

5. Suporta LVM2 para distribuições GNU/Linux;

6. Pode restaurar uma imagem em vários dispositivos na rede local, funcionalidade suportada na versão server (Clonezilla SE);

7. Pode gerar várias imagens pela rede usando o modo multicast, para fazer clones em massa, funcionalidade suportada pela versão server (Clonezilla SE);

8. Pode restaurar múltiplas imagens usando o modo multicast pela rede, funcionalidade suportada na versão server (Clonezilla SE).

Obs.: Estas características não são uma lista completa das implementadas até o momento da construção deste artigo. Para ter uma lista completa, acesse o link:

Principais limitações do Clonezilla

1. Na operação de restauração, a partição ou disco de destino deve ter tamanho igual ou superior do que a partição ou disco de origem;

2. Backups incrementais e diferenciais ainda não são suportados;

3. A operação de clonar ou gerar a imagem dos discos/partições do dispositivo de origem só pode ser feita com o dispositivo de origem offline, ou seja, o dispositivo de origem não pode está em uso no momento da operação;

4. A operação de restauração tem que ser feita com o dispositivo de destino offline, ou seja, o dispositivo de destino não pode estar em uso;

5. O formato da imagem gerado pelo Clonezilla não permite acessar os dados contidos na imagem, ou seja, a navegação pela imagem ainda não está implementada. Isto acontece porque a imagem de backup é compactada. No entanto, o desenvolvedor do Clonezilla informa e neste link que há uma forma de fazer isso;

6. O suporte a RAID por software não está implementada até o momento;

7. O Clonezilla restaura o backup ou faz a clonagem deixando o dispositivo de destino igual ao de origem, então, em algumas situações, é necessário redimensionar o dispositivo de destino, caso o mesmo tenha uma tamanho maior que o dispositivo de origem.

Obs.: Estas limitações estão presentes até o presente momento da construção deste artigo. Para uma lista detalhada, acesse esse link:
Como o trabalho de clonagem e backup, assim como restauração, só podem ser feitos em partições e discos que não estão em uso (offline), então, no artigo farei uso de uma ferramenta muito interessante chamada de Parted Magic. Trata-se de uma distribuição livre CD/Live USB usada para manutenção de sistemas que contém, entre outros softwares, o Clonezilla e GParted.

Optei pelo Parted Magic, porque, às vezes, precisamos redimensionar o espaço não alocado. Isto acontece quando vamos clonar ou restaurar uma imagem e o dispositivo de destino tem tamanho maior, seja partição ou disco e o espaço não é alocado automaticamente.

Felizmente, o Clonezilla tem a funcionalidade de redimensionar o espaço não alocado, mas em algumas situações pode ser necessário aumentar o tamanho fazendo uso do GParted.

Você pode baixar a distribuição Parted Magic neste link:
Para inicializar a distribuição pelo pendrive, use como referência o artigo do link:
Caso não queira fazer uso do Parted Magic, então baixe o Clonezilla Live do link:
E queime a imagem em uma mídia, ou use em um pendrive.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Clonezilla
   2. Clonagem de dispositivos
   3. Backup completo de dispositivos locais
   4. Restaurando imagens para dispositivos locais
   5. Backup completo de dispositivos - Salvando remotamente usando o SSH
   6. Restaurando imagens de backups salvas em um servidor SSH
   7. Backup completo de dispositivos - salvando em um servidor Samba
   8. Restaurando imagens de backup salvas em um servidor Samba
   9. Conclusão
Outros artigos deste autor

FwLogWatch - Analisando Registros do IPtables

Multiboot pelo pendrive usando grub2: instalando várias distros a partir de uma unidade de armazenamento móvel

IPtables - Trabalhando com Módulos

VPN - usando SSH

Udev - Funcionamento e Regras

Leitura recomendada

Backup e restore para iniciantes

Recovery de um desastre total | utilizadores Bacula "backup"

storage FreeNas 9.2.1.6 - Instalação e configuração

Utilizando criptografia LUKS em discos externos

Live do Ubuntu com programa PartImage como Ferramenta para Backup do Windows 7

  
Comentários
[1] Comentário enviado por markintux em 05/12/2012 - 09:50h

Excelente artigo!!! Favoritado! Parabéns!

[2] Comentário enviado por izaias em 05/12/2012 - 10:51h

Estava esperando por algo assim.

Parabéns!

[3] Comentário enviado por lucianoAlexandre em 05/12/2012 - 12:35h

Excelente artigo mesmo. o CLONEZILLA realmente eh um software muito bom!!!!

[4] Comentário enviado por ricardoolonca em 05/12/2012 - 16:55h

O artigo é bom, assim como o Clonezilla, que uso na empresa. Mas o artigo ficou muito repetitivo. Bastava mostar o uso do ssh ou samba que já ficava bom.

[5] Comentário enviado por eabreu em 06/12/2012 - 11:23h

Obrigado pelos comentários pessoal !


[4] Comentário enviado por maionesebr em 05/12/2012 - 16:55h:

O artigo é bom, assim como o Clonezilla, que uso na empresa. Mas o artigo ficou muito repetitivo. Bastava mostar o uso do ssh ou samba que já ficava bom.


Algumas partes ficaram repetitivas, pois são necessárias para conclusão do trabalho de vários métodos de clonagem e restauração abordados. mas como o artigo aborda vários métodos detalhadamente, preferi mostrar todos sem se importar com a repetição de imagens e etapas.

[6] Comentário enviado por removido em 13/01/2013 - 15:15h

Esse programa serve pra fazer backup de uma instalação linux ? com todas as configurações e programas instalados nela ?

[7] Comentário enviado por eabreu em 13/01/2013 - 18:59h


[6] Comentário enviado por kaizerw em 13/01/2013 - 15:15h:

Esse programa serve pra fazer backup de uma instalação linux ? com todas as configurações e programas instalados nela ?


O clonezilla sim.


[8] Comentário enviado por vmcunha em 10/02/2013 - 21:00h

Um backup feito com Clonezila pode ser restaurado em outro computador, ou as configurações de Hardware ficam no backup ?

[9] Comentário enviado por eabreu em 10/02/2013 - 21:29h

Pode sim ser restaurado em outra máquina. quando o backup é feito todo o sistema é salvo em uma imagem. incluindo: kernel, módulos do kernel, pacotes instalados, arquivos de configuração de serviços. Mas caso use um kernel genérico provavelmente não terá problemas quanto ao hardware do computador usado para receber a imagem.

[10] Comentário enviado por varbex em 27/02/2013 - 22:49h

Muito Bem detalhado cada um dos passo-a-passo do artigo, parabéns ao autor pela paciência em capturar todas as telas. Gostaria de ter encontrado o artigo antes, O Clonezilla me poupou muito tempo e foi super pratico utilizei a Clonagem de dispositivos essa semana para Clonar minha instalação do Windows 8 completa de um HD de 500Gb para um novo de 1 TB onde após o clone das 3 partições expandi a ultima usando o gparted para utilizar o restante do HD. Depois foi só instalar o Arch Linux e o FreeBSD 9 no segundo HD. Muito prático.

[11] Comentário enviado por cris_moraes em 08/03/2014 - 22:24h

Deem uma olhada na solução visual do Clonezilla, bem mais prático para utilizar e efetua clonagem via rede (unicast, multicast e broadcast), utilizando pendrive ou CD e poderá salvar em um hd, pendrive, pasta compartilhada da rede ou um servidor linux com sshfs.
http://www.visual-clonezilla.com.br

[12] Comentário enviado por eabreu em 09/03/2014 - 16:00h


[11] Comentário enviado por cris_moraes em 08/03/2014 - 22:24h:

Deem uma olhada na solução visual do Clonezilla, bem mais prático para utilizar e efetua clonagem via rede (unicast, multicast e broadcast), utilizando pendrive ou CD e poderá salvar em um hd, pendrive, pasta compartilhada da rede ou um servidor linux com sshfs.
http://www.visual-clonezilla.com.br


A solução clonezilla server faz muito bem todo esse trabalho descrito por você. visual clonezilla é uma boa aplicação front-end para gerenciar o clonezilla server, mas tem que comprar licença para utilizar além do período de avaliação.

[13] Comentário enviado por Armlook em 20/07/2014 - 13:02h

Obrigado por compartilhar.

[14] Comentário enviado por TecDogged em 09/12/2014 - 22:30h

E se por um acaso, SO Linux Mint 17 Quiana foi instalado em cima do WXP sem usar as partições padrão.Tem como restaurar os documentos, porque foi feito beckup em uma unidade do Windous.
Como posso recuperá-las pode ser usado este SW para executar esta função de restore.

[15] Comentário enviado por eabreu em 10/12/2014 - 09:34h


[14] Comentário enviado por TecDogged em 09/12/2014 - 22:30h:

E se por um acaso, SO Linux Mint 17 Quiana foi instalado em cima do WXP sem usar as partições padrão.Tem como restaurar os documentos, porque foi feito beckup em uma unidade do Windous.
Como posso recuperá-las pode ser usado este SW para executar esta função de restore.


Poderia ser mais claro ? não entendi.

[16] Comentário enviado por rodrigojsn em 06/03/2015 - 16:10h

Boa tarde galera do VOL!!

No caso de uma máquina com dois hds, e um com 2 pardições (sda) e o outro com 3 (sdb). Qual melhor ações a fazer com o Clonezilla.

Sempre a máquina no final não sobe o sistema (boot).

[17] Comentário enviado por caiorodrigues em 26/05/2015 - 11:27h


Uma dúvida, tenho um HD de 100GB esta em uso apenas 20GB, ele irá gerar a imagem apenas com os blocos em uso (20GB), ou ele irá gerar a imagem com o HD inteiro (100GB) ? e se na hora de restaurar o hd de destino terá que possuir no minimo 20GB ou 100GB ?

[18] Comentário enviado por eabreu em 27/05/2015 - 08:00h


[16] Comentário enviado por rodrigojsn em 06/03/2015 - 16:10h

Boa tarde galera do VOL!!

No caso de uma máquina com dois hds, e um com 2 pardições (sda) e o outro com 3 (sdb). Qual melhor ações a fazer com o Clonezilla.

Sempre a máquina no final não sobe o sistema (boot).


Como assim as melhores ações ?

[19] Comentário enviado por eabreu em 27/05/2015 - 08:04h


[17] Comentário enviado por caiorodrigues em 26/05/2015 - 11:27h


Uma dúvida, tenho um HD de 100GB esta em uso apenas 20GB, ele irá gerar a imagem apenas com os blocos em uso (20GB), ou ele irá gerar a imagem com o HD inteiro (100GB) ? e se na hora de restaurar o hd de destino terá que possuir no minimo 20GB ou 100GB ?


Bom dia,
caiorodrigues,

Resp para primeira pergunta - Sim, irá ser gerado um arquivo(imagem) com o tamanho do espaço em disco usado.
Resp para segunda pergunta - No momento da restauração o hd ou partição de destino tem que ter no minimo o tamanho da partição ou hd de origem.

[20] Comentário enviado por magno_eduardo em 25/06/2015 - 17:09h


Uma duvida.
Já experimentou qual é o modo de backup/restauraçao mais rápido? ssh ou via samba?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts