Backup e restore para iniciantes

Este artigo destina-se a quem tem pouco ou nenhum conhecimento sobre sistemas de backup. Somente
conceitos e termos usados na área de forma genérica serão abordados. Não será foco deste artigo
backup a nível de usuário doméstico.

[ Hits: 26.263 ]

Por: Jonas Eduardo Dias em 10/03/2011 | Blog: http://www.facebook.com/profile.php?id=100000615537482


Início - Por que fazer backup de dados?



Na medida em que as tecnologias avançam, confiamos cada vez mais aos meios eletrônicos nossas preciosas informações. Sentimos medo de perdê-las, mas sempre contamos que um desastre nunca acontecerá conosco.

Para aqueles que não são pessimistas de carteirinha, entretanto se preocupam com seus preciosos dados, procuram manter cópias de segurança destes. Equipamentos eletrônicos estão sujeitos a falhas, danos físicos, extravio etc. Muitos destes problemas não poderão ser previstos nem pelo mais competente gestor de TI, como no caso de um ataque terrorista às torres gêmeas em 2001. Empresas inteiras foram varridas do mapa unicamente por perderem para sempre informações valiosas e você mesmo se parar pra pensar já deve ter algum dado, arquivo que foi perdido para sempre e que não pode mais ser recuperado.

Tipos de backup

Vejo duas linhas principais de realização de backups, uma mais simples e não menos importante, são as cópias individuais de nossas informações em uma mídia, CD, DVD, disco virtual em rede, internet etc. Esta forma de backup não possui grande complexidade, então foquemo-nos na segunda linha de backup, que é o backup dos dados de, digamos, terceiros - sua empresa, seus clientes etc.

Backup de grandes volumes de dados demandam grandes quantidades de unidades de armazenamento e planejamento de ambiente pensando em performance, uso de recursos e confiabilidade. Antes vamos entender alguns conceitos que cercam o ambiente corporativo de produção.

No ambiente corporativo, onde são gerados volumes de informações, maiores que os nossos dados pessoais e onde o backup tem a função de atender a uma quantidade de aplicações e pessoas que confiam seus dados ao armazenamento em rede, é preciso tomarmos conhecimentos de alguns conceitos, tais quais:

Software de backup

Programa que irá realizar o job de backup, gerência de componentes, backups, restores, recursos físicos, clientes etc. Este software irá controlar drives de fita, unidades de disco, gerar imagem de backup, executar uma restauração de dados.

Operação de backup ou simplesmente backup

Uma operação de backup ou simplesmente backup é uma tarefa executada por um software de backup que irá gerar uma imagem de backup.

Operação de Restore ou restauração de backup

É o procedimento executado pelo software de backup para recuperar a partir de uma imagem de backup dados solicitados por um determinado usuário/cliente.

Imagem

Uma imagem é um arquivo gerado por um job de backup usando uma ferramenta específica de backup. Esta imagem poderá estar comprimida ou criptografada. Na maioria das vezes possuirá um ID único para controle de catálogo.

Job

São processos em execução pelo software de backup que estão executando operações de backup ou de restore.

FileSet ou Backup Selections

São termos utilizados para definir "o quê" deverá ser copiado de um cliente em uma política de backup. Estes termos podem sofrer variações dependendo da ferramenta de backup utilizada.

Políticas de Backup ou simplesmente Política

Políticas de backup respondem:
  • Quem será "backupeado"?
  • Como será feito o backup? - full, incremental, diferencial, sintético.
  • Quando será feito? - Todos os dias; de hora em hora; em datas específicas etc.
  • O que será "backupeado"? - Unidades de disco; Pastas específicas, arquivos etc.
  • Onde serão "backupeados"? - Rede; disco; fitas.

Período de retenção

Define quanto tempo imagens de backup deverão ser preservados nas unidades de armazenamento do backup.

Data de expiração

Define quando uma imagem de backup poderá ser descartada.

Schedule

Define o agendamento de backups, se serão baseados em frequência, de hora em hora, a cada dois dias etc. Ou, se o agendamento será baseada em calendário, somente aos sábados, somente no último dia de cada mês etc.

Catálogo de backup ou somente catálogo

Em um sistema de backup o catálogo é a base de toda a estrutura. Ele será baseado em algum sistema de banco de dados e é quem armazenará informações sobre suas políticas, clientes, fitas, unidades de storage, imagens de backup, períodos de retenção e de expiração etc.

O catálogo possibilita a interação de todos os elementos de um sistema de backup. Sem ele por exemplo seria impossível realizar um "restore". Em que fita está a imagem "Y" do cliente "X"?

Volume

Volume geralmente são referências a fitas - DDS, DLT, LTO, etc.Que são unidades magnéticas usadas para armazenamento. Apesar do avanço tecnológico dos HD's atuais, ainda é bastante comum o uso de fitas e o custo benefício no uso desta tecnologia é bastante viável para maioria das corporações.

Storage

Storages são unidades de armazenamento finais para backup, como discos, tape library (fitoteca ou robô), unidades NAS - que são poderosos equipamentos com alto poder de armazenamento baseados em discos de alta performance disponíveis em rede.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Início - Por que fazer backup de dados?
   2. Tipos de backup
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Virtualização com ESXi 5.5.0 - pfSense virtualizado + backup de VMs no FreeNAS via iSCSI

Clonezilla - Gerando e restaurando backups completos (Parte I)

Backup em fita DAT com multivolume (LTO3)

Utilizando criptografia LUKS em discos externos

Já fez seu "BACKUP" hoje? Não? Então vamos conversar sobre isso

  
Comentários
[1] Comentário enviado por eduardoweiland em 10/03/2011 - 14:16h

É, realmente uma vez já perdi tudo o que tinha no meu pendrive (foi na escola, tinha acabado de salvar o trabalho na biblioteca e um daqueles "espertinhos" que foge da sala de aula desligou um disjuntor e o meu pendrive já era). Consegui recuperar o mais importante mas não tudo, desde aquele dia sempre mantenho meus backups atualizados chego a ter três cópias em locais diferentes (o original e dois backups) :D

[2] Comentário enviado por jonaseduardodias em 10/03/2011 - 14:51h

O colega faz bem em preservar suas informações. Devemos sempre estar preparados para recuperação de desastres.

[3] Comentário enviado por mcnd2 em 10/03/2011 - 19:57h

Como foi o meu caso.

Tinha tudo sobre controle até que um comando errado! Já era.

Fui eu para tal recuperação de dados que na verdade é muito trabalhoso, mas é a única opção.

http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Restaurar-arquivo-ou-diretorio-apagado-em-file-system-ext3/

Em relação ao artigo está bem explicado. Poderia complementar com outro em relação a alguns programas para desktop e seus procedimentos para tal.

Parabéns.

[4] Comentário enviado por jonaseduardodias em 10/03/2011 - 23:43h

Caro colega Glauber,

Agradeço seu prestígio e fico honrado. Sou um iniciante, ainda tenho muito a aprender. Sua sugestão é muito boa. Realmente neste artigo eu quis focar por enquanto conceitos que envolvem o ambiente de backup a nível "enterprise", que julgo ser bastante carente de material em português. Mas você tem mesmo razão, existem uma infinidade de bons softwares para backup a nível de desktop. Em breve irei postar alguns, achei muito interessante o "SBackup" por exemplo, possui algumas funcionalidades interessantes. A propósito, muito bom seu artigo aí no link, eu não conhecia esta dica

Abçs

[5] Comentário enviado por paulo.arantes em 11/03/2011 - 18:19h

Dr. Jonas, the monster of the linux in the backup and restore. My congratulations on the article, very well developed, simple and complete ...

Sds's.

[6] Comentário enviado por jonaseduardodias em 11/03/2011 - 23:41h

Dr. Paulo, é uma honra seu prestígio!! Obrigadão nobre amigo... abçs

[7] Comentário enviado por celojr em 13/03/2011 - 19:25h

Uma dúvida,

Softwares de backup comprimem os dados ou apenas montam uma imagem respeitando o tamanho original dos arquivos?

[8] Comentário enviado por jonaseduardodias em 13/03/2011 - 23:01h

Caro Marcelo,

agradeço seu interesse pelo tema. Sobre sua duvida, a maioria dos softwares comprimem os dados originais e usam o formato GNU "tar". Isso facilita tráfego dos dados na rede e reduz o consumo de espaço no armazenamento. Com o tempo volumes de backup tornam-se um problema quando a massa de dados "backupeadas" por dia aumenta. Existem outros tipos de compressão feitas a nível de hardware e também técnicas para otimizar o uso de recursos de armazenamento a saber como um exemplo, a técnica conhecida como "DEDUPLICAÇÃO". Em breve estarei incrementando o artigo com mais informações a respeito, aproveito e convido-o a expor suas dúvidas em nosso fórum,
http://www.vivaolinux.com.br/comunidade/Netbackupprotecao-de-dados
assim poderemos somar mais conhecimentos.

abraços,

Jonas.

[9] Comentário enviado por katrinedonso em 15/03/2011 - 08:20h

CARA O ARTIGO FICOU MUITO BOM!!

ESTA DE PARABEÉNS!!

ABRAÇOS,
KATRINE

[10] Comentário enviado por tonyrecife em 21/03/2011 - 14:25h

Uma dúvida que tenho é a seguinte:
Imagine que uma empresa produz os arquivos A, B e C, ao final do dia faz backup, criando uma imagem X;
No segundo dia produz os arquivos D, E e F, ao final do dia a imagem será desses últimos 3 ou será dos 6 arquivos?
Os backups são incrementais ou separados? Se for separado é o software que gerencia as imagens e os dias?
Obrigado. Forte abraço.......

[11] Comentário enviado por jonaseduardodias em 21/03/2011 - 14:53h

Meu nobre amigo,
Muito interessante sua pergunta. Respondendo à sua primeira pergunta, será dos últimos 3 ou dos últimos 6 arquivos conforme o tipo do seu backup: Full --> todos os seis arquivos; Incremental --> somente os que sofreram alteração, no seu exemplo os arquivos D.E e F.
"Os backups são incrementais ou separados?" O tipo de backup você (administrador) é quem define e atente-se para as nomenclaturas "incremental" existe, "separados" não.
Um software de backup, gerência todas as imagens de backup, controla o ínicio dos seus backups, gerência seus recursos de hardware, fitas, drives, fitotecas (Robôs), storages, etc. Como exemplo o Netbackup, ITSM, Backup Exec, etc.
Aproveito e te convido a postar suas dúvidas em nosso fórum, deste modo poderemos abrir novos rumos para essa discussão. Até mais, obrigado por sua contribuição.

Jonas

[12] Comentário enviado por tonyrecife em 21/03/2011 - 18:03h

Obrigado Jonas, percebe-se que você domina bem o assunto. Quanto ao fórum, ainda não me sinto a vontade pra debater, preciso ler muito ainda, acredito que não podemos encarar os fóruns como aulas inteiras e sim como ferramenta de tirar dúvidas, pra isso preciso ralar mais um pouco, mas agradeço mesmo assim. Até mais .....

[13] Comentário enviado por jonaseduardodias em 21/03/2011 - 18:31h

nobre amigo,

agradeço o elogio mas devo ser justo, não domino o assunto, iniciei na área de backup em novembro último. Meu intuito com o fórum é aprender junto a todos. O fórum é para pessoas como nós: eu, você, os outros colegas, todos estamos iniciando. Eu não domino, sou iniciante como você, no instante em que suas dúvidas apareceram como a de outros colegas, eu fui forçado a pensar sobre o que escrevi, sobre as dúvidas para procurar ajudá-los com o pouquinho que aprendi nestes meses. Com isso eu começo a consolidar um pouco de conhecimento... espero que com isso eu consiga retribuir ajudando-os também. Mas, não se sinta forçado a participar da comunidade, esta apenas estará sempre de portas abertas a receber todos que tenham como objetivo aprender e ajudar quando puderem. Abraços.

Jonas

[14] Comentário enviado por jonaseduardodias em 22/03/2011 - 11:59h

Notas:
Esqueci de citar no artigo minhas fontes de pesquisa, não consegui editar o artigo depois de publicado, não sei se é possível, deste modo deixo agora o material o qual usei como base para formular o artigo apresentado.

Livro "Entendendo os Conceitos de Backup Restore e Recuperação de Desastres - Euriam Barros Ed. Ciência Moderna"
Material Treinamento Oficial Symantec: Netbackup 7.0 for Unix - Install, Configure, and deploy (lessoons)

Jonas Eduardo


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts