Apt-mirror: Como criar um mirror para o Ubuntu 9.04

Se você possui um parque tecnológico que utiliza o Linux em sua empresa e quer economizar o uso de banda por parte de suas estações, uma boa solução é a implementação de um mirror local. Neste artigo explico, de modo simples e efetivo, como criar seu próprio mirror utilizando o apt_mirror.

[ Hits: 33.729 ]

Por: George Souza Farias em 01/09/2009 | Blog: https://www.facebook.com/georgesouzafarias


Configuração



O pacote apt-mirror por padrão usa o diretório /var/spool/apt-mirror para criar o espelho, aqui na minha empresa eu criei no momento do particionamento uma partição separada, /pacotes, aonde armazenei o espelho. Para fazer essa alteração temos que editar o arquivo e alterar as seguintes linhas.

# vim /etc/apt/mirror.list

############# config ##################
#
#    set base_path    /var/spool/apt-mirror
#
# if you change the base path you must create the directories below with write
# privileges
#
#     set mirror_path $base_path/mirror
#     set skel_path    $base_path/skel
#     set var_path     $base_path/var
#     set cleanscript $var_path/clean.sh
# set defaultarch <running host architecture>
set nthreads     20
set _tilde 0
#
############# end config ##############
############# config ##################
#
set base_path   /pacotes/ubuntu/repositorio
#
# if you change the base path you must create the directories below with write
# privileges
#
set mirror_path $base_path/mirror
set skel_path    $base_path/skel
set var_path     $base_path/var
set cleanscript $var_path/clean.sh
# set defaultarch <running host architecture>
set nthreads     20
set _tilde 0
#
############# end config ##############

Após a alteração é necessário criar os diretórios onde serão colocados os pacotes:

# mkdir -p /pacotes/ubuntu/repositorio/mirror
# mkdir -p /pacotes/ubuntu/repositorio/skel
# mkdir -p /pacotes/ubuntu/repositorio/var


Agora falta apenas copiar o script de limpeza para o novo diretório:

# cp /var/spool/apt-mirror/var/clean.sh /pacotes/ubuntu/repositorio/var

Agora, para finalizar, falta dizermos para o apt-mirror quais os repositórios que serão baixados, então voltemos ao arquivo mirror.list.

# vim /etc/apt/mirror.list

Por padrão esses serão os espelhos a serem baixados:

deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty main restricted universe multiverse
deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-updates main restricted universe multiverse
#deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-backports main restricted universe multiverse
deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-security main restricted universe multiverse
#deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-proposed main restricted universe multiverse
deb-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty main restricted universe multiverse
deb-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-updates main restricted universe multiverse
#deb-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-backports main restricted universe multiverse
deb-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-security main restricted universe multiverse
#deb-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-proposed main restricted universe multiverse

clean http://archive.ubuntu.com/ubuntu

Se você desejar habilitar os repositórios backports e proposed, descomente as linhas comentadas. No meu caso, fiz os repositórios para os pacotes 32-bit por causa da arquitetura dos clientes, mas nada impede que você use para outra arquitetura, basta você adicionar ao final das configurações as seguintes linhas:

deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty main restricted universe multiverse deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-updates main restricted universe multiverse #deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-backports main restricted universe multiverse
deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-security main restricted universe multiverse #deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-proposed main restricted universe multiverse
deb-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty main restricted universe multiverse deb-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-updates main restricted universe multiverse #deb-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-backports main restricted universe multiverse
deb-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-security main restricted universe multiverse #deb-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-proposed main restricted universe multiverse

# 64 Bit

deb-i686 http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty main restricted universe multiverse deb-i686 http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-updates main restricted universe multiverse #deb-i686 http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-backports main restricted universe multiverse
deb-i686 http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-security main restricted universe multiverse #deb-i686 http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-proposed main restricted universe multiverse
deb-i686-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty main restricted universe multiverse deb-i686-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-updates main restricted universe multiverse #deb-src-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-backports main restricted universe multiverse
deb-i686-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-security main restricted universe multiverse #deb-i686-src http://archive.ubuntu.com/ubuntu jaunty-proposed main restricted universe multiverse

clean http://archive.ubuntu.com/ubuntu

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Configuração
   3. Criando, atualizando e usando repositórios
   4. Considerações finais
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Monitorando o uso do MSN com o IM Sniffer

Instalando e configurando um servidor DNS (Bind)

Dynamips + Dynagen - Emulando Vlans com router on stick no Linux

Softmodem compatível com Smart Link em kernel Linux 2.6.24 ou superior

Mascarando conexões VPN com iptables

  
Comentários
[1] Comentário enviado por markintux em 01/09/2009 - 07:36h

Parabéns pelo artigo cara!

Vou testá-lo! ;D Abraços!

[2] Comentário enviado por luizvieira em 01/09/2009 - 08:34h

Ótimo artigo!
Para quem trabalha com um parque computacional razoavelmente é uma boa pedida configurar um mirror desse.
Parabéns!
[ ]'s

[3] Comentário enviado por cleysinhonv em 01/09/2009 - 09:10h

Olá georgesouza!

O apt-mirror é excelente, para ambientes que possuem grandes laboratórios de informática e que usam linux, há um tempo atrás trabalhei em um departamento onde havia muitos computadores, e instalar software em todos eles me tomavam o tempo e necessitava de velocidade na conexão com a internet, embora o link fosse muito bom o numero de computadores fazia com que ficasse a tarde inteira instalando e baixando pacotes, então padronizei um apt-mirror e criei scripts de auto instalação e o tempo de 4 horas e resumiu em 30 minutos devido a esse grande e simples software. Bom o seu artigo, parabéns.

[4] Comentário enviado por leodamasceno em 04/01/2010 - 14:20h

Parabéns, o artigo está explicativo, o conteúdo está muito bom!

[5] Comentário enviado por victordematos em 23/01/2010 - 19:20h

amigo, eu instalei deu tudo direitinho, quando dou um apt-mirror ele quer baixar 51 Gb, é tudo isso mesmo??
pq quando vou fazer atualizacoes no ubuntu no maximo deve ser 1 gb de atualizacoes... naum tem como eu limitar mais isso???

[6] Comentário enviado por chelix em 06/09/2012 - 09:27h

Intalado aqui em casa para testes, ao todo, vai fazer download de 89Gb (somente para o Quantal).

Excelente artigo!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts