Aprendendo Inglês em casa usando o Android

Um simples artigo com dicas e relato pessoal sobre como aproveitar a quarentena para aprender Inglês com aplicativos Android.

[ Hits: 1.258 ]

Por: Xerxes Lins em 03/09/2020 | Blog: https://voidlinux.org/


Ferramentas



Ganhar vocabulário

Escolha uma diversão do seu interesse, como mangás em inglês, um livro em inglês, letras de músicas, um jogo etc. O objetivo é ler, calmamente, com ajuda do dicionário. Fazendo isso um pouco todos os dias, seu vocabulário certamente vai aumentar.

Eu usei o Google Tradutor e o Bing Tradutor, porém, o mais útil que achei foi o:
Ele mostra a tradução de palavras e ainda mostra exemplos de uso.

O aplicativo para Android é o seguinte:
Outra grande dica é ler o livro chamado "As Palavras Mais Comuns da Língua Inglesa" de Rubens Queiroz de Almeida. Segue link:

Aprender Phrasal Verbs

Uma forma de aprender Phrasal Verbs é através de vídeos do YouTube e com aplicativos específicos para isso.

Eu gostei bastante do seguinte aplicativo:

Listening

Para treinar o ouvir em inglês eu usei minha conta do Netflix e um aplicativo para navegador chamado "Language Learn With Netflix". O aplicativo permite que você coloque duas legendas simultaneamente, controle a velocidade do vídeo, volte as frases quando não entender, pode ser configurado para ter um dicionário e outras coisas.
Saber identificar os tempos verbais, verbos irregulares e preposições.

Há vários bons aplicativos sobre isso para Android. Vou recomendar três que gostei bastante:

Treinar pronúncia

Essa é a parte mais difícil para mim. Acho que a melhor maneira seria conversando com um estrangeiro que fala nativamente o inglês, se você tiver essa oportunidade. No entanto, eu resolvi assinar o aplicativo Busuu. Esse aplicativo tem aulas completas e espaço para treinar pronúncia, inclusive permite que estrangeiros corrijam a sua pronúncia e façam comentários sobre o seu desenvolvimento. É o melhor app de aprendizagem de inglês (e de outros idiomas) que eu conheci. Ele também fornece certificados oficiais.

Conclusão

Por fim eu recomendo o uso do aplicativo mais famoso, o Duolingo. Não considero o melhor. O Busuu é bem superior. Mas o Duolingo permite que você mantenha contato com o inglês diariamente, pois se você perder um dia, perde todo o seu progresso. É como um jogo que te força a ficar sempre treinando, nem que seja apenas 5 minutos por dia.
Reserve um tempo do seu dia para treinar inglês. Com esses aplicativos, certamente você vai evoluir. Vai sair do quase zero e vai conseguir ler livros inteiros. O que parecia impossível, vai ficar cada vez mais natural. Recentemente li um livro totalmente em inglês com quase 200 páginas e consultei o dicionário poucas vezes. Eu, sendo leigo em inglês, achei que isso foi uma vitória!

Você também está tentando aprender inglês por conta própria? Que estratégia está usando?

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Ferramentas
Outros artigos deste autor

Estratégia para Shadow Era (Supernova Boring)

Onde o GNU/Linux ganha de lavada do Windows

Curiosidades e mitos sobre Slackware

Todos os atalhos do Cinnamon

Como instalar o Compiz no Zenwalk e no Slackware de forma fácil

Leitura recomendada

DriveDroid - Transforme o seu Android em um pendrive bootável

Debian no Android "from scratch"

Devo atender? Um ótimo aplicativo para bloquear Telemarketing

Genymotion - Emulando Android no GNU/Linux

Zello - Transforme seu Android (e GNU/Linux) num Walkie Talkie

  
Comentários
[1] Comentário enviado por willian.firmino em 03/09/2020 - 11:24h

Eu gosto bastante do babbel https://play.google.com/store/apps/details?id=com.babbel.mobile.android.en Não é caro e acho muito melhor que o duolingo. Fica a dica para quem quiser experimentar.
Se o nível estiver legal e já consegue se virar e tem grana para pagar tutores uma opção é o Lingualbox https://pt.lingualbox.com É uma escola filipina com professores filipinos mas que são ótimos em inglês. Antes do dollar chegar nesse absurdo eu costumava ter um plano lá já que costumava ser mais barato que outras plataformas populares, ainda tenho 18 aulas para fazer vou ver se retomo. Quem tiver interesse acho que da para fazer uma aula de 15 minutos grátis para experimentar. O Cambly as vezes tem boas promoções também https://www.cambly.com.

[2] Comentário enviado por mauricio123 em 03/09/2020 - 13:32h


Muito bom.

___________________________________________________________
[code]Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento [/code]

[3] Comentário enviado por LckLinux em 03/09/2020 - 17:33h

Que legal este artigo! Você também compartilhou a percepção da experiência mágica da evolução do conhecimento (partindo do desejo de saber) valendo-se da pesquisa, da persistência, lidando com coisas que você gostava (games ou mangás). Muito bom mesmo \o/

[4] Comentário enviado por izaias em 04/09/2020 - 21:56h

Busuu é excelente! Realmente conseguimos aprender inglês falado e escrito.
Já me surpreendi lendo máximas em inglês e conseguir traduzir sem muita dificuldade. :)

Pena que o certificado dele não é considerado oficial.

[5] Comentário enviado por xerxeslins em 05/09/2020 - 08:20h


[1] Comentário enviado por willian.firmino em 03/09/2020 - 11:24h

Eu gosto bastante do babbel https://play.google.com/store/apps/details?id=com.babbel.mobile.android.en Não é caro e acho muito melhor que o duolingo. Fica a dica para quem quiser experimentar.
Se o nível estiver legal e já consegue se virar e tem grana para pagar tutores uma opção é o Lingualbox https://pt.lingualbox.com É uma escola filipina com professores filipinos mas que são ótimos em inglês. Antes do dollar chegar nesse absurdo eu costumava ter um plano lá já que costumava ser mais barato que outras plataformas populares, ainda tenho 18 aulas para fazer vou ver se retomo. Quem tiver interesse acho que da para fazer uma aula de 15 minutos grátis para experimentar. O Cambly as vezes tem boas promoções também https://www.cambly.com.


Boa dica! Valeu!

[6] Comentário enviado por xerxeslins em 05/09/2020 - 08:20h


[2] Comentário enviado por mauricio123 em 03/09/2020 - 13:32h


Muito bom.

___________________________________________________________
[code]Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento [/code]


Obrigado!

[7] Comentário enviado por xerxeslins em 05/09/2020 - 08:21h


[3] Comentário enviado por LckLinux em 03/09/2020 - 17:33h

Que legal este artigo! Você também compartilhou a percepção da experiência mágica da evolução do conhecimento (partindo do desejo de saber) valendo-se da pesquisa, da persistência, lidando com coisas que você gostava (games ou mangás). Muito bom mesmo \o/


Verdade! Foi isso mesmo! Obrigado!

[8] Comentário enviado por xerxeslins em 05/09/2020 - 08:22h


[4] Comentário enviado por izaias em 04/09/2020 - 21:56h

Busuu é excelente! Realmente conseguimos aprender inglês falado e escrito.
Já me surpreendi lendo máximas em inglês e conseguir traduzir sem muita dificuldade. :)

Pena que o certificado dele não é considerado oficial.


Ué, achei que fosse. Vamos seguindo no nosso eterno aprendizado, Izaias!

[9] Comentário enviado por modrius em 14/09/2020 - 11:32h

Muito bom, eu também estou no mesmo caminho que você, porém fiz diferente, eu estou estudando através do app Duolingo (que inclusive recomendo muito) e estou há 144 dias estudando em média 10 minutos por dia.
Pra quem está começando, busque esse app na playstore, recomendo muito. Abraço!

[10] Comentário enviado por Delusion em 15/09/2020 - 22:22h

Olá!
uma das coisas que percebi no aprendizado de idiomas é que, se não praticar, você perde tudo muito rápido; bem mais rápido do que aprendeu...

Compartilhando um pouco:
eu nunca havia levado a sério entender e falar inglês, mas um dia, por acaso, ao mudar de canal, percebi que eu entendia algumas frases no desenho infantil da discovery kids Peppa Pig.
Por indicação do edps, membro desse fórum, conheci o duolingo. Brinquei um pouco, cerca de 2 semanas mas logo enjoei... não digo que é ruim, serve como início. Minha principal desmotivação é a demora de ficar digitando coisas repetitivas e sem sentido, kkkk.
Em seguida descobri um canal youtube de aulas de inglês, em inglês, os profs falam devagar e são bem didáticos, eu entendi tudo, sem dicionários (nunca tive paciência:). Alguém tiver interesse, é esse aqui: https://www.engvid.com/
Assim que as aulas ficaram "fáceis", comecei a escutar podcasts no spotify, sobre vários assuntos, começando com temas infantis, pois o vocabulário é simplificado e ouvir crianças é muito bom, elas não têm maioria dos vícios de linguagem dos adultos, cometem erros, retrocedem, e com isso você aprende. A postura mental que me ajudou foi ser humilde e aprender com as crianças.
Paralelo a isso adiconei uns gringos (maioria indianos) no wechat e conversava com eles todos os dias, isso me ajudou a abrir a mente para o fato de que o inglês é idioma global. Uma dica que dou aqui é: não tenha preconceito em querer falar só com quem é "nativo", falem com todos! Pra mim esse negócio de "nativo" é besteira! Maioria dos norteamericanos não são "nativos", se é que me entendem:) Particularmente, eu não me interessava em falar com brasileiros em inglês, porque queria sair da zona de conforto de voltar para o português se algo não fosse entendido, e até hoje acho estranho praticar com outro falante do português, mas entendo que faltam opções as vezes.
Eu uso bastante Youtube, se a pronuncia é difícil, eu diminuo a velocidade, as vezes até acelero para 1.25x
Hoje a maioria do conteúdo que leio e escuto é em inglês. Já não pratico, estudando, metodicamente, etc. com isso perdi bastante minha pronuncia, acredito.
O autor desse artigo exemplificou e eu concordo: a chave para o aprendizado é buscar assuntos que você ama.
Enfim...espero que meu depoimento possa ajudar alguém que esteja interessado.

Linux User # 624552
usando atualmente: Debian-testing, Fedora-xfce

[11] Comentário enviado por izaias em 16/09/2020 - 00:17h


[10] Comentário enviado por Delusion em 15/09/2020
...
Alguém tiver interesse, é esse aqui: https://www.engvid.com/...


Show! Vou experimentar.
Obrigado por compartilhar.

[12] Comentário enviado por xerxeslins em 24/09/2020 - 14:24h


[10] Comentário enviado por Delusion em 15/09/2020 - 22:22h

Olá!
uma das coisas que percebi no aprendizado de idiomas é que, se não praticar, você perde tudo muito rápido; bem mais rápido do que aprendeu...

Compartilhando um pouco:
eu nunca havia levado a sério entender e falar inglês, mas um dia, por acaso, ao mudar de canal, percebi que eu entendia algumas frases no desenho infantil da discovery kids Peppa Pig.
Por indicação do edps, membro desse fórum, conheci o duolingo. Brinquei um pouco, cerca de 2 semanas mas logo enjoei... não digo que é ruim, serve como início. Minha principal desmotivação é a demora de ficar digitando coisas repetitivas e sem sentido, kkkk.
Em seguida descobri um canal youtube de aulas de inglês, em inglês, os profs falam devagar e são bem didáticos, eu entendi tudo, sem dicionários (nunca tive paciência:). Alguém tiver interesse, é esse aqui: https://www.engvid.com/
Assim que as aulas ficaram "fáceis", comecei a escutar podcasts no spotify, sobre vários assuntos, começando com temas infantis, pois o vocabulário é simplificado e ouvir crianças é muito bom, elas não têm maioria dos vícios de linguagem dos adultos, cometem erros, retrocedem, e com isso você aprende. A postura mental que me ajudou foi ser humilde e aprender com as crianças.
Paralelo a isso adiconei uns gringos (maioria indianos) no wechat e conversava com eles todos os dias, isso me ajudou a abrir a mente para o fato de que o inglês é idioma global. Uma dica que dou aqui é: não tenha preconceito em querer falar só com quem é "nativo", falem com todos! Pra mim esse negócio de "nativo" é besteira! Maioria dos norteamericanos não são "nativos", se é que me entendem:) Particularmente, eu não me interessava em falar com brasileiros em inglês, porque queria sair da zona de conforto de voltar para o português se algo não fosse entendido, e até hoje acho estranho praticar com outro falante do português, mas entendo que faltam opções as vezes.
Eu uso bastante Youtube, se a pronuncia é difícil, eu diminuo a velocidade, as vezes até acelero para 1.25x
Hoje a maioria do conteúdo que leio e escuto é em inglês. Já não pratico, estudando, metodicamente, etc. com isso perdi bastante minha pronuncia, acredito.
O autor desse artigo exemplificou e eu concordo: a chave para o aprendizado é buscar assuntos que você ama.
Enfim...espero que meu depoimento possa ajudar alguém que esteja interessado.

Linux User # 624552
usando atualmente: Debian-testing, Fedora-xfce


Ótimo! Obrigado por compartilhar.

[13] Comentário enviado por LckLinux em 24/09/2020 - 14:37h


[12] Comentário enviado por xerxeslins em 24/09/2020 - 14:24h


[10] Comentário enviado por Delusion em 15/09/2020 - 22:22h

Olá!
uma das coisas que percebi no aprendizado de idiomas é que, se não praticar, você perde tudo muito rápido; bem mais rápido do que aprendeu...

Compartilhando um pouco:
eu nunca havia levado a sério entender e falar inglês, mas um dia, por acaso, ao mudar de canal, percebi que eu entendia algumas frases no desenho infantil da discovery kids Peppa Pig.
Por indicação do edps, membro desse fórum, conheci o duolingo. Brinquei um pouco, cerca de 2 semanas mas logo enjoei... não digo que é ruim, serve como início. Minha principal desmotivação é a demora de ficar digitando coisas repetitivas e sem sentido, kkkk.
Em seguida descobri um canal youtube de aulas de inglês, em inglês, os profs falam devagar e são bem didáticos, eu entendi tudo, sem dicionários (nunca tive paciência:). Alguém tiver interesse, é esse aqui: https://www.engvid.com/
Assim que as aulas ficaram "fáceis", comecei a escutar podcasts no spotify, sobre vários assuntos, começando com temas infantis, pois o vocabulário é simplificado e ouvir crianças é muito bom, elas não têm maioria dos vícios de linguagem dos adultos, cometem erros, retrocedem, e com isso você aprende. A postura mental que me ajudou foi ser humilde e aprender com as crianças.
Paralelo a isso adiconei uns gringos (maioria indianos) no wechat e conversava com eles todos os dias, isso me ajudou a abrir a mente para o fato de que o inglês é idioma global. Uma dica que dou aqui é: não tenha preconceito em querer falar só com quem é "nativo", falem com todos! Pra mim esse negócio de "nativo" é besteira! Maioria dos norteamericanos não são "nativos", se é que me entendem:) Particularmente, eu não me interessava em falar com brasileiros em inglês, porque queria sair da zona de conforto de voltar para o português se algo não fosse entendido, e até hoje acho estranho praticar com outro falante do português, mas entendo que faltam opções as vezes.
Eu uso bastante Youtube, se a pronuncia é difícil, eu diminuo a velocidade, as vezes até acelero para 1.25x
Hoje a maioria do conteúdo que leio e escuto é em inglês. Já não pratico, estudando, metodicamente, etc. com isso perdi bastante minha pronuncia, acredito.
O autor desse artigo exemplificou e eu concordo: a chave para o aprendizado é buscar assuntos que você ama.
Enfim...espero que meu depoimento possa ajudar alguém que esteja interessado.

Linux User # 624552
usando atualmente: Debian-testing, Fedora-xfce


Ótimo! Obrigado por compartilhar.

Eu estou usando o Busuu (inglês), a partir dessa Dica compartilhada e dos comentários feitos nela, e essa outra dica dos vídeos, aqui: https://www.engvid.com/ , é também muito boa, valeu \o/ \o/

[14] Comentário enviado por LckLinux em 24/09/2020 - 14:37h


[11] Comentário enviado por izaias em 16/09/2020 - 00:17h


[10] Comentário enviado por Delusion em 15/09/2020
...
Alguém tiver interesse, é esse aqui: https://www.engvid.com/...


Show! Vou experimentar.
Obrigado por compartilhar.


Muito boa! Valeu \o/


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts