Adium, IM open source

Adium é um mensageiro instantâneo de código aberto para sistemas Mac. Apresentarei esse IM pouco conhecido, desde seus recursos até a sua instalação e utilização.

[ Hits: 20.358 ]

Por: Danillo Costa em 09/03/2009 | Blog: https://softhost.com.br/


Introdução



Antes de iniciar, quero esclarecer que o meu intuito não é promover nenhum produto da Apple, apenas compartilhar meu conhecimento em um ponto que todos aqui defendem o código aberto. Apesar de não parecer, o código aberto é muito presente no OS X, pois o seu kernel (Darwin) é open source.

Ao me iniciar no mundo do Mac OS X, sistema operacional da Apple, uma de minhas primeiras dificuldades foi encontrar um mensageiro instantâneo que utilizasse a rede do MSN, que é a mais utilizada pelos brasileiros. Estava doido para noticiar algum amigo que finalmente, depois de anos, coloquei a mãos sobre um Mac OS X, assim como foi no GNU/Linux.

Em pouco tempo encontrei o iChat, programa nativo que suporta poucas redes, dentre elas: Jabber e Google talk. Navegando pela Internet encontrei soluções para se utilizar o MSN no iChat, porém os achei complicado e tomei outro rumo. Acabei tropeçando no Microsoft Messenger Mac 7, baixei e instalei e em poucos minutos depois já o desinstalei. Achei pesado, feio e não utiliza o espaço na tela de forma harmoniosa.

Pidgin foi meu próximo alvo, muito utilizado no GNU/Linux e com versão para Windows, não era de se surpreender que também tivesse versão para Mac. Porém possui versão stable apenas para arquitetura PowerPC e não para Intel, que conta apenas com versões unstable, conforme listado aqui: Fink - Package Database - Package Pidgin (Multi-protocol instant messenger client)

Adium - Apresentação

Linux: Adium, IM open source.
Navegando mais um pouco pela Internet, eis a solução, o Adium. Representado pelo simpático pato ao lado, trata-se de um mensageiro open source que surpreende, ele é tão bom e bonito que já procurei versões para Linux e Windows, mas infelizmente só está disponível para Mac. O interessante é que o Adium utiliza o libpurple, biblioteca presente no Pidgin.

Em sua versão 1.3.3, lançado no final de Fevereiro de 2009, oferece suporte a várias redes:
  • AOL Instant Messenger
  • Jabber
  • MSN Messenger
  • Yahoo! Messenger
  • Bonjour
  • Facebook
  • Gadu-Gadu
  • Google Talk
  • ICQ
  • LiveJournal
  • Lotus Sametime
  • MobileMe
  • MySpaceIM
  • Novell GroupWise
  • QQ
  • SIP/SIMPLE
  • Yahoo! Japan
  • Zephyr

Assim podendo se conectar em múltiplas contas, sendo ou não da mesma rede/protocolo. Apesar do Adium não dispor de winks e conversa por vídeo, que em minha opinião são recursos que quase não são utilizados com frequência, cobre os outros quesitos tranquilamente.

Lista de contatos:
Linux: Adium, IM open source.
Observe o quanto sua interface é despoluída e intuitiva. Os pequenos balões coloridos à esquerda de cada contato representam o status da pessoa, o Adium organiza as pessoas com status idênticos umas próximas a outras. O borrão na imagem é apenas para proteger a identidade de meus amigos.

Janela de conversação:
Linux: Adium, IM open source.
Novamente nos deparamos com uma interface limpa. O layout do chat é diferenciado, intuitivo, organizado, como se tivéssemos as palavras de uma única pessoa organizada dentro de um balão, sendo este possível em outros mensageiros como o Pidgin, através de plugins. As conversas são aninhadas em tabs ou guias, localizada na parte inferior da janela. Este último recurso, comumente conhecido pelos usuários do browser Firefox, também é utilizado em vários mensageiros, menos nos da Microsoft.

Notificações:
Linux: Adium, IM open source.
Quando o usuário não estiver com a janela de conversação em primeiro plano, serão emitidos três alertas visuais, a princípio parece muito, mas eu não os achei intrusivos. Como demonstrado na imagem acima, dois dos três alertas aparecerá no canto superior direito da tela e o último no Dock, barra inferior do OS X, caso tenha o Adium lá.

No Dock, além do pato mostrar o nome da pessoa e número de mensagens não lidas, também fica levantando e abaixando as suas asas, ótimo recurso para quem estiver desatento. O alerta de fundo negro translúcido é emitido por outro aplicativo open source, o Growl. Caso não o tenha instalado, ele é oferecido durante a instalação do Adium.

MSN Chat:
Linux: Adium, IM open source.
Histórico:
Linux: Adium, IM open source.
No site do Adium, além de dispor o download (óbvio), possui mais screenshots, vídeo-aula, blog, suporte e extras. Este último trata-se de emotions, ícones para Dock, estilos de chat, sons, plugins e mais, tudo de forma gratuita. Existem inúmeros extras no site do Adium, assim podendo personalizar ao máximo. Instalei apenas alguns Dock Icons, mas fiquei impressionado pela facilidade, cliquei em "Download", sendo feito imediatamente e instalado, podendo usá-lo sem reiniciar o Adium.

E para gerenciar todos os "xtras" temos o Xtras Manager:
Linux: Adium, IM open source.
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalando e adicionando conta(s)
Outros artigos deste autor

Overclock em placas de vídeo GeForce

flock - Gerenciador de lockfiles

Shell Script como serviço no Windows

Gnome Shell e Extensions no Ubuntu 11.10

chkconfig - Adicionando o seu shell script

Leitura recomendada

Configurando o aMSN para Lan House e/ou Cyber Café

Desenvolvendo um servidor DNS no CentOS

IMHear, Sniffer de mensagens do MSN

TeamViewer - Gerenciando um servidor Windows remotamente

Monitorando seu servidor Jabber

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts