Adicionando Novo Disco - RHEL e CentOS

Este documento é dirigido ao pessoal da área de TI, especialmente aos administradores de redes, sistemas e/ou segurança, que são os responsáveis pelo planejamento, implementação ou operação de redes e sistemas. Também podem se beneficiar da sua leitura, gerentes com conhecimento técnico de redes ou até mesmo pessoas leigas. Este documento também tem o objetivo de explicar como configurar, passo a passo, como criar uma partição de disco de uma máquina Linux, permitindo assim aumentar a capacidade de disco quando necessário.

[ Hits: 1.479 ]

Por: Wagner Cintra em 03/05/2019


Introdução



Detectar Novo Disco

Antes de criar a partição, é preciso verificar se o novo disco físico foi detectado pelo servidor, para isso, digite o comando:

# fdisk -l
Linux: Adicionando novo disco - REHL e CentOS
Neste caso, os discos adicionados são /dev/sdb e /dev/sdc.

Caso o disco não esteja aparecendo, será necessário fazer um rescan para ser identificado pelo Sistema Operacional o novo disco, ou volume.

Digite:

# echo "- - -" > /sys/class/scsi_host/host#/scan

Trocar o "#" (em: /sys/class/scsi_host/host#/scan) pelo número do host do arquivo, que pode variar conforme o servidor; neste exemplo existe: 1, 2, 3, 4 e 5. Faça o rescan em todos por desencargo.
Linux: Adicionando novo disco - REHL e CentOS

Criando Partição

O próximo passo é criar uma ou mais partições do Linux na nova unidade de disco. Isso é obtido usando o utilitário "fdisk", que toma como argumento de linha de comando o dispositivo a ser particionado:

# fdisk /dev/sdb
Linux: Adicionando Novo Disco - REHL e CentOS
Desative o modo compatível com DOS e altere as unidades para setores, inserindo os comandos c e u:
Linux: Adicionando Novo Disco - REHL e CentOS
Para visualizar as partições atuais no disco, digite o comando p:
Linux: Adicionando novo disco - REHL e CentOS
Como mostra na saída "fdisk" acima, o disco atualmente não tem partições porque é um disco não usado anteriormente. O próximo passo é criar uma nova partição no disco, uma tarefa que é executada inserindo n (para nova partição) e p (para partição primária):
Linux: Adicionando novo disco - REHL e CentOS
Insira os comandos na seguinte ordem:
  • n (Enter)
  • p (Enter)
  • deixe em branco (Enter)
  • deixe em branco (Enter)

Neste exemplo, será criado apenas uma partição, que será a partição 1. Em seguida, deve ser especificado onde a partição começará e terminará. Como esta é a primeira partição, é necessário que ela comece no primeiro setor disponível e, como será usado o disco inteiro, especificar o último setor como o final.

Observe que, se você deseja criar várias partições, pode especificar o tamanho de cada partição por setores, bytes, kilobytes ou megabytes.

Agora que foi especificado a partição, é preciso gravá-lo no disco usando o comando w:
Linux: Adicionando novo disco - REHL e CentOS
O próximo passo é criar um sistema de arquivos em nossa nova partição.

Criando um Sistema de Arquivos em uma Partição de Disco

Agora existe um novo disco instalado e visível para o CentOS 7, vamos configurar uma partição do Linux no disco. O próximo passo é criar um sistema de arquivos Linux na partição para que o sistema operacional possa usá-lo para armazenar arquivos e dados.

A maneira mais fácil de criar um sistema de arquivos em uma partição é usar o utilitário "mkfs.ext4", que aceita como argumentos o rótulo e o dispositivo de partição:

# mkfs.ext4 -L /backup /dev/sdb1
Linux: Adicionando novo disco - REHL e CentOS

Montando um Sistema de Arquivos

Agora que criamos um novo sistema de arquivos na partição Linux de nossa nova unidade de disco, precisamos montá-lo para que fique acessível. Para fazer isso, precisamos criar um ponto de montagem.

Um ponto de montagem é simplesmente um diretório, ou pasta, no qual o sistema de arquivos será montado. Para os propósitos deste exemplo, criaremos um diretório /backup para corresponder ao nosso rótulo do sistema de arquivos (embora não seja necessário que esses valores correspondam):

# mkdir /backup
Linux: Adicionando novo disco - REHL e CentOS
# mount /dev/sdb1 /backup
Linux: Adicionando novo disco - REHL e CentOS

Montando Automaticamente o Sistema de Arquivos com o Boot

Para configurar o sistema para que o novo sistema de arquivos seja montado automaticamente no momento da inicialização, é necessário incluir uma entrada no arquivo /etc/fstab:

# vi /etc/fstab
Linux: Adicionando novo disco - REHL e CentOS
Adicione a seguinte linha no final do arquivo:

LABEL=/backup /backup      ext4    defaults        1   2

Linux: Adicionando novo disco - REHL e CentOS
Salve o arquivo e feche.

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Integrando Servidores Linux no Active Directory com Samba

Servidor de Repositório Yum - CentOS / Oracle Linux

Expandir Disco no Linux - VMware

Configuração de Servidor SFTP

Integração de servidores Linux com Active Directory

Leitura recomendada

ISCSI - Um sistema de transferência de arquivos diferente

Reparticionando ReiserFS via linha de comando

Criando uma rede entre o PC Virtual com Linux e o Windows usando Virtual PC

Acesso a compartilhamentos do Samba sendo autenticados pelo Active Directory usando Kerberos

Como atualizar o Ubuntu Dapper (6.06) para Edgy (6.10)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabiojose em 03/05/2019 - 22:51h

Prezado amigo Wagner...amigo realizei conforme seu tutorial, depois que reiniciei meu sistema ele não mais entrou no x, modo gráfico. Tenho um Fedora com KDE. Minha breve historia do que fiz e quero configurar.
Tenho um Duol Boot. porem um HD com Linux e Windows. Outro HD formatado com ntfs e ext4. Esse partição ext4 eu redimensionei este outro HD que era só ntfs. dai ele passou a ficar com as duas partições. Pois bem o que quero agora é dar permissão pelo fedora para utilizar esta partição com intuito de instalar programas nele. Porem depois que fiz os passos do tutorial acima não consegui acessar o modulo gráfico. dai tive que apagar a linha inserida no arq. /dev/fstab. só assim consegui acessar novamente o modulo gráfico do KDE.

[2] Comentário enviado por wagner31 em 04/05/2019 - 00:17h


[1] Comentário enviado por fabiojose em 03/05/2019 - 22:51h

Prezado amigo Wagner...amigo realizei conforme seu tutorial, depois que reiniciei meu sistema ele não mais entrou no x, modo gráfico. Tenho um Fedora com KDE. Minha breve historia do que fiz e quero configurar.
Tenho um Duol Boot. porem um HD com Linux e Windows. Outro HD formatado com ntfs e ext4. Esse partição ext4 eu redimensionei este outro HD que era só ntfs. dai ele passou a ficar com as duas partições. Pois bem o que quero agora é dar permissão pelo fedora para utilizar esta partição com intuito de instalar programas nele. Porem depois que fiz os passos do tutorial acima não consegui acessar o modulo gráfico. dai tive que apagar a linha inserida no arq. /dev/fstab. só assim consegui acessar novamente o modulo gráfico do KDE.



Boa noite Fabio,
vou simular o teste em uma maquina virtual com o Fedora para tentar obter o mesmo erro que você e verificar o problema, neste fds te darei uma posição.
Você conseguiu montar o novo disco? Ele funcionou?


[3] Comentário enviado por wagner31 em 04/05/2019 - 02:05h


[1] Comentário enviado por fabiojose em 03/05/2019 - 22:51h

Prezado amigo Wagner...amigo realizei conforme seu tutorial, depois que reiniciei meu sistema ele não mais entrou no x, modo gráfico. Tenho um Fedora com KDE. Minha breve historia do que fiz e quero configurar.
Tenho um Duol Boot. porem um HD com Linux e Windows. Outro HD formatado com ntfs e ext4. Esse partição ext4 eu redimensionei este outro HD que era só ntfs. dai ele passou a ficar com as duas partições. Pois bem o que quero agora é dar permissão pelo fedora para utilizar esta partição com intuito de instalar programas nele. Porem depois que fiz os passos do tutorial acima não consegui acessar o modulo gráfico. dai tive que apagar a linha inserida no arq. /dev/fstab. só assim consegui acessar novamente o modulo gráfico do KDE.



Fabio,
realmente faltou um passo que eu não sabia, fiz um teste agora com a versão do Fedora 30 KDE que acabei de baixar, instalei e subi o SO sem atualizar, fiz o procedimento acima e criou o disco novo, porém realmente não tem permissão para gravar. Quanto ao não subir a interface grafica acredito que seja algo pontual em sua máquina, pois aqui subiu sem problemas. Para isso você precisa executar o seguinte comando com o usuário root:

sudo chown -R SEU_USUÁRIO /novo_mapeamento

EX:

sudo chown -R wagner /backup

com isso o usuário wagner será o proprietário do disco.
OBS: o usuário root também terá permissão full no disco


Obrigado por ajudar Fabio, eu não me atentei a isso pois quando mexo ou crio algo em uma partição eu fazia com o root, vou revisar meu servidores.

Espero que eu tenha te ajudado.

Abraço!!!!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts