A Inteligência Artificial que escreve programas

Neste artigo veremos um projeto de software livre subsidiado pela Google e militares criado para escrever programas, mais precisamente trechos de um sistema. Este documento demonstra que no futuro, a inteligência artificial atuará similar a função do corretor de texto para escritores, porém com um propósito de encontrar a melhor sintaxe para o contexto lógico.

[ Hits: 5.601 ]

Por: Alessandro de Oliveira Faria (A.K.A. CABELO) em 13/09/2018 | Blog: http://assuntonerd.com.br


Introdução



Neste século XXI a profissão mais solicitada é a programação, que agora parece receber uma excelente ferramenta, a inteligência artificial. Veremos neste documento como utilizar um projeto de software livre que recorre aos recursos de inteligência artificial para criar programas, mais especificamente sub-rotinas, métodos e/ou funções.

O projeto denominado BAYOU foi criado por cientistas da computação da Universidade de Rice com o financiamento da Google e militares. A técnica utilizada é deep learning, tomando como princípio computacional a pesquisa para codificação baseado em tags/palavras-chave para o sistema desenvolver o software solicitado. O resultado do processamento é um código java criado pelo sistema conforme requisitado pelo "operador".
Linux: A Inteligência Artificial que escreve programas
A tecnologia foi construída por técnicos da Universidade de Rice com verbas disponibilizadas pelo exército americano e Google. Resumidamente o sistema analisa cerca de 1500 código fontes de aplicativos Android, com aproximadamente 100 milhões de linhas.

Com toda esta base de informação, alimentou-se a inteligência artificial e o resultado foi um software para elaborar outro software. O aprendizado da informação contextual é o diferencial do projeto que permite obter linhas de código baseado apenas em tags/palavras chaves. Acredito ser uma excelente notícia, para o mundo da tecnologia, para melhorar cada vez mais a qualidade de código, obter ganhos de produtividade e utilizar o talento dos programadores para resolver problemas realmente complexo e não tarefas que exige uma simples CRTL+C CRTL+V.

O projeto ainda é embrionário, mas promissor e não tem o propósito de substituir programadores, como um corretor de texto não substituiu um escritor. Pelo menos neste momento, o projeto gera rascunho /sugestões de linhas de código relevantes para o trabalho que um desenvolvedor precisa elaborar. Mesmos assim acredito ser um passo muito importante para a ciência da computação e o projeto pode servir como base para um conceito muito inovador.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Mão na Massa
Outros artigos deste autor

TerminatorX: Linux nas discotecas para os DJs!

Brasil apimenta a guerra do software livre

KaiOS: A ressurreição do FirefoxOS e o fim da segregação digital

Faça um incrível espetáculo de efeitos visuais com vídeo em tempo real

Programe em Python no jogo Minecraft com seu filho ou sozinho

Leitura recomendada

Manual completo de instalação e configuração do Nagios 3 no Linux Debian 4.0 Etch

Scilab - Mais uma alternativa livre ao MATLAB

Avaliação da interface do sistema operacional Linux

Instalar VMWare no Ubuntu 5.10

Instalação e configuração do MON

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Mc.Eagle em 14/09/2018 - 20:25h

Para mim não é difícil parabenizá-lo por mais um excelente post aqui no VOL, visto que tanto que contribuiu que já ensinou a mim e a tantos outros. Força e honra "Cabelo" e que continue sempre assim.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts