Atualização do Slackware

1. Atualização do Slackware

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 17/06/2017 - 01:38h

Tenho uma dúvida crucial que nunca vi em lugar algum sendo esclarecida.

Quando se pensa em uma distro como Debian, basta dar dois comandos no terminal e a atualização é concretizada.

Mas e quanto ao Slackware?

Qual a melhor política de atualização?

Baixar sources e compilar na mão, pacotes pré-compilados, resolver dependências com programas auxiliares ...

Como ficaria? Compilar kernel uma vez ao dia?

E aí? Não me lembro de alguém falando abertamente deste tema ao menos em português.


  


2. Re: Atualização do Slackware

João Batista
ryuuzaki42

(usa Slackware)

Enviado em 17/06/2017 - 10:14h

listeiro_037 escreveu:
Tenho uma dúvida crucial que nunca vi em lugar algum sendo esclarecida.
Quando se pensa em uma distro como Debian, basta dar dois comandos no terminal e a atualização é concretizada.
Mas e quanto ao Slackware?
Qual a melhor política de atualização?
Baixar sources e compilar na mão, pacotes pré-compilados, resolver dependências com programas auxiliares ...
Como ficaria? Compilar kernel uma vez ao dia?
E aí? Não me lembro de alguém falando abertamente deste tema ao menos em português.


Você utiliza Slackware? Me pareceu que não, pois assim deve desconhecer o slackpkg. O Slackware é no mesmo esquema que disse do Debian, dê alguns comando no terminal e é concretizada a atualização. O Slackware é mais manual por assim dizer e te dá o poder de escolher qual pacote quer atualizar e não resolve dependências. Contudo existe vários repositórios e sites para facilitar o processo (como o https://slackbuilds.org/) de instalar um novo programa.

O slackpkg (http://www.slackpkg.org/) desenvolvido por dois brasileiros e adicionado no Slackwre 12.0 (se não me engano a versão) tem a função de baixar os pacotes de um algum mirror e atualizar o sistema. Mirrors mantidos pelo Patrick Volkerding (criador e mantenedor da distro). Nesses são mantidos os programas/pacotes atualizados (com base numa rígida base de testes).

Assim só utilizar o slackpkg e atualizar o seu sistema como quiser.
A ordem dos comandos:
slackpkg update gpg # Atualiza as gpgs
slacpkg update # Download da lista dos pacotes
slacpkg upgrade-all # Atualiza os pacotes que quiser
slackpkg install-new # Instala algum novo pacote adicionado por dependência a outro atualizado

Os mirrors são mantidos desde versões mais antigas, como 13.37, 14.0, 14.1 até a atual e current.
A versão atual é a 14.2. A versão current, com pacotes mais atualizados (o que gera muitos pacotes para atualizar e muitas mudanças no sistema) tem um bateria de testes menor.

Na questão do Kernel é escolha sua. O Patrick lança versões mais atualizadas, sendo assim só atualizar, mas se quiser pegar a última lançada, vai ter que compilar você mesmo ou baixar de terceiros não oficiais.

Lembrando que existe outras ferramentas, ditas não oficiais.
slackpkg+ (http://slakfinder.org/slackpkg+.html) - Possibilidade de trabalhar com vários mirrors de terceiros
sbopkg (https://www.sbopkg.org/index.php) - Compila e instala pacotes pelo slackbuild e resolve dependências
sbotools (https://pink-mist.github.io/sbotools/) - Similar ao sbopkg
Entre outras...

Se ainda não utilizou/testou o Slackware, vale a pena um teste : )
http://www.slackware.com/getslack/



3. Re: Atualização do Slackware

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 17/06/2017 - 11:24h

Sim, eu conheço Slackware. Só não tenho muita prática com o sistema. Há mais de 10 anos.

Quando eu comecei, foi antes do Debian. Era um tempo em que os Windows© dividiam meu HD de 20 GB com uma 10 partições e toda semana eu estava reinstalando algum sistema, para experiências.

Um sistema que eu usava também à época era Kurumin. Eu tinha aprendido sozinho a criar uma partição /var/cache para deixar os pacotes .deb baixados na próxima instalação porque a conexão era discada e já viu ... retrabalho, tempo perdido e custos telefônicos.

Eu configurava hardmodem no Slackware e também ficava tentando deixar o KDE igual ao KDE do Kurumin para praticar configuração.

Naquela época eu não aprendi muito bem os métodos de manutenção do sistema e eu pensava que era meio LFS, tipo pegar o pacote de código-fonte e já sair compilando e metendo make install. Não me lembro de Slackbuilds. Quebrariam um galhão.

Para comparar com Debian, isto é, sem defender Debian ou Slackware e respeitando diferenças: Debian tem uma política rígida com a versão stable e se sai uma atualização de kernel, por exemplo, a numeração segue a mesma linha do pacote a ser atualizado. No caso do Jessie (que hoje deve virar Stretch), a numeração é 3.16. E o que se diria: 4.x não é o kernel mais atual? Por que não lançam ele como atualização do 3.16?

É por aí. 4.x pode querer dizer falhas corrigidas. Ou não. O mesmo ocorre com os outros softwares. O pessoal brinca muito de falar de sair compilando kernel para Slackware e sair metendo patch. Não sei se o mesmo ocorre com os outros softwares. Nisto eu me perdi um pouco no tempo.

O que eu faço com Slackware? Fico testando scripts e alguns programinhas porcos. Compilando tarballs e instalando em /usr/local/bin na maioria das vezes. Compilando kernel. Tentando deixar mais funcional. Aprendendo a configurar no osso. Criando scripts rc.xxxx. Procurando inventar receitas para softwares cujas dependências precisam ser descobertas.

Essa coisa de estabilidade deixou uma espécie de vácuo, confundindo-me com pouca atualização. Tomei coragem e resolvi procurar saber. Ultimamente vi coisas novas, como resolvedor de dependências, slackbuilds, baixar pacotes via linha de comando, muitas coisas. O comando updatepkg até conhecia, mas pensei que tinha de fazer os tarballs. Nunca fui adiante.

É isso. Quero dar mais um passo e corrigir as deficiências antes que se passe outra década ... :-D

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Nem direita, nem esquerda. Quando se trata de corrupção o Brasil é ambidestro.
(anônimo)

Encryption works. Properly implemented strong crypto systems are one of the few things that you can rely on. Unfortunately, endpoint security is so terrifically weak that NSA can frequently find ways around it. — Edward Snowden



4. Re: Atualização do Slackware

Rodrigo Albuquerque Serafim
raserafim

(usa Slackware)

Enviado em 17/06/2017 - 11:34h

A resposta de ryuuaki42 já dá conta do fundamental levantado pela pergunta do tópico.

Ainda assim farei um adendo.

É importante ter em mente que a atualização do sistema Slackware se faz em dois âmbitos:

- Aqueles pacotes que estão contidos no repositório oficial: estes podem ser atualizados por meio do slackpkg. Na forma completa, como mostrou ryuuaki42; ou em sua forma mais direta:
#slackpkg update e #slackpkg upgrade-all
Com estes comandos qualquer atualização dos pacotes instalados que tenham correspondência no repositório oficial, incluindo o Kernel, será atualizado!

- Aqueles pacotes que são de terceiros: neste caso, é preciso um gerenciamento paralelo. Todos os pacotes de terceiro que tiverem correspondência no repositório do slackbuilds.org podem ser atualizados por meio da ferramenta sbopkg (também com dois comandos!)


Para atualizar o Slackware de uma versão para outra, por sua vez, basta seguir os passos do arquivo que vem na raiz da árvore de pacotes: UPGRADE.TXT.

Em geral, as instruções desse arquivo são no sentido de atualizar, e às vezes instalar, alguns pacotes necessários antes de realizar o #slackpkg update e #slackpkg upgrade-all.

Estou há três anos e meio com a mesma instalação do Slackware. Passei da 14.0 para a 14.1 sem nenhum problema.

Por desleixo e por procurar uma alternativa à adoção ao PulseAudio acabei não fazendo ainda a atualização para o 14.2.



5. Re: Atualização do Slackware

Rodrigo Albuquerque Serafim
raserafim

(usa Slackware)

Enviado em 17/06/2017 - 12:22h

Listeiro escreveu:

Naquela época eu não aprendi muito bem os métodos de manutenção do sistema e eu pensava que era meio LFS, tipo pegar o pacote de código-fonte e já sair compilando e metendo make install. Não me lembro de Slackbuilds. Quebrariam um galhão.

Pode parecer meio estranho o que vou falar agora:

Utilizo Slackware porque não quero ter trabalho/problema!! ;)

(Claro que isso pressupõe saber minimamente o que se está fazendo no sistema...)

Em minha avaliação o Slackware é trabalhoso para dois tipos de usuários:

- Aqueles que não entendem o Slackware pelo Slackware (o seu modo particular de gerenciamento dos pacotes e sua filosofia KISS - que não tem nada a ver com "autoflagelação" ou "mazoquismo" ou "serviço braçal" etc, como costumo ver escrito pela net)

- E aqueles que não tem um leque de programas definido em seu uso cotidiano. Para aqueles que gostam de ficar constantemente testando programas, instalando e desinstalando, entendo que o Slackware é trabalhoso sobretudo por não ter por padrão um gerenciador de pacotes com resolução de dependências. (se esse é o tipo de usuário, particularmente, não vejo sentido utilizar o Slackware; a não ser por motivos de estudo.)




6. Re: Atualização do Slackware

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 17/06/2017 - 12:43h

Sim. Para estudo. Parece-me que não se deve ficar brincando com o sistema.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Nem direita, nem esquerda. Quando se trata de corrupção o Brasil é ambidestro.
(anônimo)

Encryption works. Properly implemented strong crypto systems are one of the few things that you can rely on. Unfortunately, endpoint security is so terrifically weak that NSA can frequently find ways around it. — Edward Snowden



7. Re: Atualização do Slackware

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 17/06/2017 - 13:06h

Estou para fechar o tópico. Foi bem proveitoso.

Se alguém puder falar do tal "apt-get para Slack" para encerrar eu agradeceria.
Eu sei como funciona.
É mais uma questão de política funcional.


8. Re: Atualização do Slackware

João Batista
ryuuzaki42

(usa Slackware)

Enviado em 17/06/2017 - 13:40h

Concordo com que o disseram.
O Slackware tem cara de dar trabalho para se configurar e instalar/atualizar tudo, mas depois de feito é só usar.
Terá todo poder sobre o sistema e vai te forçar um pouco estudar, se não souber como funciona.

Venho usando e estudando ele faz um tempo. A cada mês fica mais fácil de usar hehe.
Onde venho "brincando" de criar scripts, pacotes e as vezes quebrar o sistema e resolver.
https://github.com/ryuuzaki42

Falando em Slackware vs Debian
https://www.vivaolinux.com.br/artigo/Slackware-x-Debian/
https://www.vivaolinux.com.br/artigo/Vamos-usar-Slack/

Vale a pena ter uma versão current, mesmo que em um máquina virtual, e acompanhar os updates.
O trabalho do Patrick e colaborados é bem organizado e descrito no arquivos de texto dentro dos mirrors.


9. Re: Atualização do Slackware

Rodrigo Albuquerque Serafim
raserafim

(usa Slackware)

Enviado em 17/06/2017 - 14:49h

listeiro_037 escreveu:

Sim. Para estudo. Parece-me que não se deve ficar brincando com o sistema.

Apenas para deixar mais claro a minha avaliação...

Quando me referi que o Slackware é trabalhoso para aqueles que gostam de ficar constantemente testando programas, e completei dizendo que não via sentido nesse tipo de usuário utilizar o Slackware, estava me referindo ao seguinte:

- Que o Slackware prima pela estabilidade e pelo controle do usuário sobre o sistema. Assim, quando o usuário é daqueles que ficam instalando e desinstalando programas o seu perfil de usuário pode ser tudo menos o de primar por ter estabilidade e controle sobre o sistema. Um usuário desse tipo será melhor atendido por outras distribuições...

- Disso não significa que o Slackware não seja robusto. Ao contrário, o Slackware é bastante robusto e transparente. O sistema é difícil de ser "quebrado", em larga medida, porque quase não há mediador entre os arquivos de configuração e a execução final. No entanto, para isso, o sistema exige a contrapartida de saber configurá-lo.



10. Re: Atualização do Slackware

Rodrigo Albuquerque Serafim
raserafim

(usa Slackware)

Enviado em 17/06/2017 - 14:53h

O seguinte tópico ajuda a complementar (em certo sentido, é bastante parecido) esse diálogo que tivemos aqui:

https://www.vivaolinux.com.br/topico/Slackware/Slack-updates


11. Re: Atualização do Slackware

Eric
Grinder

(usa Slackware)

Enviado em 17/06/2017 - 15:11h

Como o pessoal já disse, para manter os pacotes oficiais do slackware atualizado basta usar o slackpkg update e slackpjg upgrade-all
Já no caso do Slackware Current você precisa ler o changelog, pois existem pacotes removidos e adicionados coisa que o slackpkg não faz automaticamente.

Quanto aos pacotes de terceiros, eu mantenho manualmente.
Tenho minhas pastas, com seus slackbuilds e todos com um bookmark para ver as novas atualizações.
- - - - -
www.github.com/ericfernandesferreira


12. Re: Atualização do Slackware

Ricardo Fabiano Silva
madrugada

(usa Slackware)

Enviado em 17/06/2017 - 15:33h

listeiro_037 escreveu:

Estou para fechar o tópico. Foi bem proveitoso.

Se alguém puder falar do tal "apt-get para Slack" para encerrar eu agradeceria.
Eu sei como funciona.
É mais uma questão de política funcional.


Existe o slapt-get, que pode ser instalado no Slack. Não faz parte do repositório oficial.
O slapt-get faz a resolução de dependências. O Salix utiliza o slapt-get. A equipe do Salix fez o mapeamento de todas as dependências dos pacotes do Slackware, para poder implementar o uso do slapt-get.
Se quer uma distro com a filosofia do Slackware, mas um pouco mais fácil, pode usar o Salix, ou implementar o slapt-get no Slackware. Alguns te chamarão de herege, kkk. Eu ainda acho que se você se esforçou, pesquisou e conseguiu, você é digno de um mérito.

Voltando à questão, creio que o slapt-get seja a ferramenta para Slack quer mais se assemelha ao apt.



01 02



Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts