saudades do Kurumim [RESOLVIDO]

1. saudades do Kurumim [RESOLVIDO]

andre
tatuiano

(usa Slackware)

Enviado em 17/07/2010 - 23:31h

galera, sei que ja deve ter algum tópico sobre isso, mas...
quem aqui começou a usar linux com o Kurumim?e qual versão?
Eu comecei com o Kurumim 5 e comprei na no site do grátis,veio ate com ilustração e tal.ate hoje eu ainda o tenho guardado aqui.Pura relíquia.
E vocês?Se não foi com o Kuruma,com qual distro começaram?



  


2. MELHOR RESPOSTA

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 23/07/2010 - 17:35h


@albfneto, @tatuiano e demais,

o único meio que tenho para disponibilizá-lo é postando o artigo (é um sufoco pra mim apenas enviar imagens pro VOL, imagina pra fazer uplod de algo grande).

conforme dito o Kurumin 7 Light está com a última versão do KDE3, LXDE, kernel 2.6.32-5 do Debian Backports, fiz uns ajustes de pinagem de pacotes, reempacotamento de outros (pra não ficar feio, porque o kommander 'foi pro saco' então tive que reempacotá-lo e o xdialog tive que piná-lo para não ser atualizado).

acrescentei umas ferramentas do sidux (ceni, sidux-kernelhacking, sidux-config-dsl e outros)

adicionei o Disk Manager para gerenciar as partições, porque o script antigo de montagem de partições rw está obsoleto.

* * também fiz uma atualização pro KDE4, tenho as shots, mas não vou colocar esse passo no artigo, porque não acho legal descaracterizar uma distro bacana como foi o Kurumin (se atualizar pro KDE4 ficará como um Debian, somente os scripts funcionam, nada de Clica-aKi, Kommander, as telas do Xdialog ficarão muito sinistras).

* * para aqueles que quiserem usar KDE4 o melhor mesmo é partir pro BigLinux, SimplyMEPIS ou o próximo lançamento do MInt KDE:

Linux Mint 9 (KDE Edition), The Kubuntu Killer : http://www.itnewstoday.com/?p=1691

Os passos para quem quiser ir na onda estão bem simples, aquele que seguir terá a vantagem de estar utilizando o Debian Lenny que receberá atualizações por um bom tempo, somando-se que poderá utilizar pacotes mais recentes do Backports.

resta aguardar e torcer para que minha conexão não caia muito no envio das imagens.

* aceito sugestões pro título.

3. Re: saudades do Kurumim [RESOLVIDO]

andre
tatuiano

(usa Slackware)

Enviado em 18/07/2010 - 06:50h

o acsilva,qual sua idade?rsrs


4. Re: saudades do Kurumim [RESOLVIDO]

Andre (pinduvoz)
pinduvoz

(usa Debian)

Enviado em 18/07/2010 - 08:26h

Segundo o perfil dele, o acvsilva tem cerca de 2010 anos.

Então, xará, respeite os mais velhos!
================================
[ANTONIO CARLOS]

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
;-)



5. Re: saudades do Kurumim [RESOLVIDO]

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 18/07/2010 - 08:39h

O primeiro que experimentei foi o 2,21, em seguida o 7.0 e posteriormente o Light (que deveria ser o mesmo 7.0 mas era 5.0).
Então: O primeiro eu ganhei (2 CDs), o segundo eu pedi a um amigo para copiar, e o terceiro eu comprei numa banca de jornais (veio em uma revista com um mini-CD).

No entanto, como eu precisava de um "Linux" para uma máquina bem antiga e com pouquíssimos recursos, comecei realmente foi com o Basic Linux.
Começar no Linux com uma distro minimalista baseada em Slackware (com modificações) pode não ser a coisa mais fácil, natural ou agradável do mundo, mas para mim foi bastante gratificante... depois que deu certo!

Naquela máquina, a única versão que ficou "bem" mesmo foi a primeira, por ser mais leve que as demais, e mesmo assim por causa dos benditos cheatcodes. A 7.0 rodou, mas eu ainda não teria condições de "deixar o Windows" por causa dela.

A propósito, há alguns dias atrás a minha ficha caiu.
Já que o "Kuruma" é um Debian/Knoppix será que não dá para ir atualizando pelos repositórios Debian e ficar com ele "para sempre"?
Possível deve ser, apenas não sei se seria viável.
Até hoje ainda não compilei nada (não tive necessidade) e não sei quanto trabalho isso envolveria.
("Compilar" para um ex-assembleiro é uma palavra mágica. Pode ser algo extremamente facil, ou extremamente trabalhoso).

Agora, confesso que de vez em quando uso o 7.0 que tenho instalado em um velho HD.
Só que antes eu tinha "muito Kurumin para pouca máquina". e agora tenho "muita máquina para pouco Kurumin"...
Coisas da vida.

@ fabio
(Esse captcha não está aceitando algumas palavras. Suponho que esteja havendo erro de associação da imagem com o nome. agora por exemlo ele não aceita "ncurses")




6. Re: saudades do Kurumim [RESOLVIDO]

Fábio C Premoli
premoli

(usa Fedora)

Enviado em 18/07/2010 - 08:40h

Sou recem chegado com o Ubuntu 9, testei algumas muitas outras distros em pouco tempo e fiquei no Buntu mesmo, está ótimo.

==============================================
[ANTONIO CARLOS]

Sê bem-vindo...
;-))



7. Re: saudades do Kurumim [RESOLVIDO]

Andre (pinduvoz)
pinduvoz

(usa Debian)

Enviado em 18/07/2010 - 08:44h

Brincadeiras à parte...

tem um tutorial do próprio Morimoto ensinando como atualizar o Kurumin para o Lenny:

http://www.gdhpress.com.br/blog/atualizando-kurumin7/


8. Re: saudades do Kurumim [RESOLVIDO]

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 18/07/2010 - 09:41h

É uma pajelança e tanto!
Mas o Morimoto gentilmente deixou o caminho das pedras...
É isso que vale no open surce!


9. Re: saudades do Kurumim [RESOLVIDO]

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 18/07/2010 - 10:43h

Posso dizer que não tenho saudades do Kurumin por um simples motivo: ainda faço bastante uso dele! Mas tenho sim saudades das atualizações.
Como foi uma das primeiras distros com suporte a escrita em partições NTFS, usando o ntfs-3g; acho ele providencial para recuperar partições e arquivos apagados usando o testdisk e o photorec. Além de fazer imagens backups de partições com instalações Windows usando o partimage.
Comecei usando a versão 1.0 e ainda uso a ultima.
Viva ao Kurumin!


10. Re: saudades do Kurumim [RESOLVIDO]

Elder Marco
eldermarco

(usa Fedora)

Enviado em 18/07/2010 - 11:04h

Ah, eu comecei mais tarde... infelizmente não sou da época do Kurumin. Eu já estava no mundo open source quando o kurumin ainda era vivo, mas não tinha PC. Em 2004, conheci o Debian Linux na minha faculdade e só vim a migrar completamente por volta de 2006. Depois disso, comecei a conhecer algumas outras distros. Mais especificamente, o Ubuntu e Fedora.

Sobre esse último, foi paixão a primeira vista.. rsrs. Comprei um LiveCD do então Fedora Core 4 numa banca de jornal que havia sido criada pelo pessoal do serpro, rodei no PC de um amigo e disse: "Essa vai ser a minha distro!". E foi. Acho que em 2007 (ou oito, sei lá) comprei meu primeiro PC e com um DVD do fedora 7, instalei na minha máquina. Usei até o fedora 12 (há duas semanas atrás) e atualmente, estou com o Ubuntu 10.04.

Mas já usei Arch Linux, Slackware (numa máquina virtual) e o próprio Ubuntu, a fim de conhecer novas distros sem ter de formatar o PC.

E quanto ao fedora.. sim, estou com uma baita saudades! Mas ando querendo parar com esse negócio de me apegar a distros.


11. Re: saudades do Kurumim [RESOLVIDO]

Alberto Federman Neto.
albfneto

(usa Sabayon)

Enviado em 18/07/2010 - 11:48h

comecei com debian, a uns 13 anos, mas era um amontoado de pacotes, tinha que instalar um pou um, depois de uns meses, uns 4, ví o debian rodando, e só com XWindow comum! rsrsrrsrs

Slackware? Um amigo meu usava, mas ele é programador! rsrsrsrsr Slackware era prá quem podia, não prá quem queria! srsrrsrsrrs
Não consegui nem inslalar Slackware...

Tudo era manual, até montar o drive de CD_ROM... rsrsrrsr

Fiz uns testes com CDs de instalação, não live de Conectiva, Red-Hat e Mandrake,mas mesmo assim era difícil!

Linux era tão primário, que voltei pro Windows e fiquei sem usar Linux por uns 9 anos..

Voltei em 2006, com Kurumin 7, e adorei, agora Linux era usável e fácil! Porisso também tenho Saudades.

Não parei mais, testei umas 40 distros, por curiosidade, não por Crise, gostava de conhecer outros Linux, até selecionar meus favoritos, que uso hoje: Sabayon, Gentoo, Funtoo, Mandriva e openSUSE.

De vez em quando experimento alguns ainda, todos Gentoo Like: VidaLinux, Librix, Litrix, Tuttoo, Ututo, Exherbo, Nova de Cuba.

O Kuruma tem um mérito muito grande, realmente tornou o Linux conhecido e usado no Brasil, pela galera...

antes dele, se me lembro, apenas Mandrake, red-Hat, Fedora tinham Live CDs...

quem usava Linux no Brasil antes do Kuruma, eram só programadores, hackers e usavam Slackware, principalmente e era dificílimo...

não era prá galera comum!

E o Morimoto, apesar de ter sofrido criticas, é um homem de grande conhecimento de Linux e computação, muito competente.


12. ...

Glauber GF
mcnd2

(usa Debian)

Enviado em 18/07/2010 - 12:14h

Comecei em 2004 com o Conectiva 8 que comprei junto com uma revista que não me lembro o nome na banca de jornal em frente as barcas em Niterói. Logo depois pedi um amigo que trabalhava comigo para gravar o Kurumin pois ele tinha banda larga e eu apenas aquela discada, que saudades da dificuldade para compilar o driver para o softmodem "smartlink" no CL8, rsrsrs... O Kurumin em questão que começei foi a versão 4.

Vlw...






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts