Que é mais importante para você: "Escovar bits" ou "Quanto menos precisar mexer, melhor"?

1. Que é mais importante para você: "Escovar bits" ou "Quanto menos precisar mexer, melhor"?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 09/03/2017 - 19:13h

Cá estou eu, novamente, com mais um daqueles "maravilhosos" tópicos que geram discórdia aqui no V.O.L.
Agradeço, desde já, ao nosso querido companheiro @bilufe por ter acendido esse pensamento em minha "oficina do diabo"...

Lendo um certo post do mesmo, disse que, como usava Ubuntu, uma distribuição que é fácil de manter e usar, gostava de assistir a filmes nas horas vagas. Coisa que a maioria dos usuários de distribuições como Slackware, Arch, Gentoo... Não fazem, pois precisam passar horas a fio "escovando seus bits" para deixar o sistema funcional.

E você, caro colega, gosta mais de que? Configurar zilhões de arquivos, gerenciar dependências para fazer o sistema funcionar, ou prefere algo bem mais amigável, que basta apenas ligar e sair usando?
Aliás... Era essa a intenção do GNU/Linux quando começou nos anos 90? Assemelhar-se ao Windows©?


  


2. Re: Que é mais importante para você:

Gabriel
gabirugros

(usa Linux Mint)

Enviado em 09/03/2017 - 20:55h

"Quanto menos precisar mexer, melhor" não sou da área de T.I e gosto das coisas simples, Mas como bom engenheiro que sou adoro fuçar quebrar e montar as coisas pra ver como elas funcionam, por isso sempre instalo umas distribuições num pc old aki em casa pra ficar brincando... Resumindo estabilidade e tranquilidade no lar, e farra fora dele


3. Re: Que é mais importante para você:

Guilherme
Ghost_Shell

(usa Arch Linux)

Enviado em 09/03/2017 - 21:03h

Dave_Null escreveu:

Cá estou eu, novamente, com mais um daqueles "maravilhosos" tópicos que geram discórdia aqui no V.O.L.
Agradeço, desde já, ao nosso querido companheiro @bilufe por ter acendido esse pensamento em minha "oficina do diabo"...

Lendo um certo post do mesmo, disse que, como usava Ubuntu, uma distribuição que é fácil de manter e usar, gostava de assistir a filmes nas horas vagas. Coisa que a maioria dos usuários de distribuições como Slackware, Arch, Gentoo... Não fazem, pois precisam passar horas a fio "escovando seus bits" para deixar o sistema funcional.

E você, caro colega, gosta mais de que? Configurar zilhões de arquivos, gerenciar dependências para fazer o sistema funcionar, ou prefere algo bem mais amigável, que basta apenas ligar e sair usando?
Aliás... Era essa a intenção do GNU/Linux quando começou nos anos 90? Assemelhar-se ao Windows©?


Fico escovando bits mesmo. Ando tão de saco cheio que estou pensando em ficar com o Arch no desktop e tirar o do note e colocar o slack. :)

Ps: No caso do bilufe ele assiste os filmes nos intervalos das congeladas de tela do ubuntu?

Ps: Se é para criar ... deixa eu jogar logo a gasolina rsrs.

Keep it simple stupid!


4. Re: Que é mais importante para você: "Escovar bits" ou "Quanto menos precisar mexer, melhor"?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 09/03/2017 - 21:23h

Ghost_Shell escreveu:
Ps: No caso do bilufe ele assiste os filmes nos intervalos das congeladas de tela do ubuntu?


http://alturl.com/qnebg

Digito, logo existo!



5. Re: Que é mais importante para você: "Escovar bits" ou "Quanto menos precisar mexer, melhor"?

Hugo Cerqueira
hrcerq

(usa Outra)

Enviado em 09/03/2017 - 21:25h

Minha linha de pensamento é parecida com a do gabirugros.

Fuçar no sistema é sempre bom pra aprender... mas gosto de fazer isso em ambientes controlados, em uma sandbox, por assim dizer. Assim tenho o benefício de aprender sem o risco de quebrar um sistema que estou usando.

---

Atenciosamente,
Hugo Cerqueira


6. Re: Que é mais importante para você: "Escovar bits" ou "Quanto menos precisar mexer, melhor"?

Bruno
uNclear

(usa Slackware)

Enviado em 09/03/2017 - 21:32h


Ps: No caso do bilufe ele assiste os filmes nos intervalos das congeladas de tela do ubuntu?


kkkkkkkkkkkkkk nada contra ubuntu, mas eu preso muito um sistema que eu sei de tudo que esta instalado e que roda liso. Nao demora tanto assim tambem para arredondar um arch e um slackware


7. Re: Que é mais importante para você:

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 09/03/2017 - 21:33h

hrcerq escreveu:
Minha linha de pensamento é parecida com a do gabirugros.
Fuçar no sistema é sempre bom pra aprender... mas gosto de fazer isso em ambientes controlados, em uma sandbox, por assim dizer. Assim tenho o benefício de aprender sem o risco de quebrar um sistema que estou usando.
---
Atenciosamente,
Hugo Cerqueira


Essa é a melhor ideia quando se pensa em migrar para outra distribuição. Quando eu pensei em começar a utilizar o Slackware, primeiramente criei uma máquina virtual do mesmo antes de sair instalando direto. E, foi a melhor coisa que fiz. Quebrei o sistema várias vezes. Outras vezes tive de reinstalar por falta de paciência com algum problema "insolucionável". Mas, depois de uns 3 meses - levei 3 meses porque não tinha tempo de mexer nele todos os dias - consegui deixar ele ao meu gosto e assim pude realizar o dual-boot.

Mas, e quanto a continuar utilizando sistemas amigáveis? Já que, agora, você é capaz de utilizar algo mais hardcore
?

Digito, logo existo!



8. Re: Que é mais importante para você:

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 09/03/2017 - 21:37h





9. Re: Que é mais importante para você: "Escovar bits" ou "Quanto menos precisar mexer, melhor"?

Hugo Cerqueira
hrcerq

(usa Outra)

Enviado em 09/03/2017 - 21:59h

Dave_Null escreveu:

hrcerq escreveu:
Minha linha de pensamento é parecida com a do gabirugros.
Fuçar no sistema é sempre bom pra aprender... mas gosto de fazer isso em ambientes controlados, em uma sandbox, por assim dizer. Assim tenho o benefício de aprender sem o risco de quebrar um sistema que estou usando.
---
Atenciosamente,
Hugo Cerqueira


Essa é a melhor ideia quando se pensa em migrar para outra distribuição. Quando eu pensei em começar a utilizar o Slackware, primeiramente criei uma máquina virtual do mesmo antes de sair instalando direto. E, foi a melhor coisa que fiz. Quebrei o sistema várias vezes. Outras vezes tive de reinstalar por falta de paciência com algum problema "insolucionável". Mas, depois de uns 3 meses - levei 3 meses porque não tinha tempo de mexer nele todos os dias - consegui deixar ele ao meu gosto e assim pude realizar o dual-boot.

Mas, e quanto a continuar utilizando sistemas amigáveis? Já que, agora, você é capaz de utilizar algo mais hardcore
?

Digito, logo existo!


Bom, eu acho que quando você tem o domínio da coisa, vale a pena mergulhar de cabeça.

No meu caso, o Fedora foi a primeira distro que usei no meu computador pessoal, e continua sendo até hoje. As distros que tenho mais contato além dessa geralmente são RHEL, CentOS e Oracle Linux (basicamente a família Red Hat). Sei que são distros relativamente tranquilas, e ainda tenho vontade de experimentar algumas distros mais hardcore, confesso que nunca instalei nem usei o slackware, o gentoo, o funtoo, entre outras consideradas mais difíceis. Mas meu intuito com essas distros é mais de agregar conhecimento do que uso diário mesmo, porque existem outros motivos que me mantiveram no Fedora até hoje. Um deles é a política de pacotes da distro, outro é a comunidade e outro é o fato de ela ser base para o RHEL, ou seja, já me familiarizo com tudo o que pode ser incorporado a versões futuras do RHEL e assim não sou surpreendido quando precisar mexer em servidores.

Existem vários fatores que te levam a uma distro, afinal...

---

Atenciosamente,
Hugo Cerqueira


10. Re: Que é mais importante para você: "Escovar bits" ou "Quanto menos precisar mexer, melhor"?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 09/03/2017 - 22:10h

hrcerq escreveu:
...
Existem vários fatores que te levam a uma distro, afinal...
---
Atenciosamente,
Hugo Cerqueira


Um deles é o quanto você tem vontade de aprender e até onde quer chegar...

Digito, logo existo!



11. Re: Que é mais importante para você: "Escovar bits" ou "Quanto menos precisar mexer, melhor"?

niquelnausea
niquelnausea

(usa Arch Linux)

Enviado em 09/03/2017 - 22:28h

não gosto de gerenciar dependências, acho chato, mas gosto de compilar alguns (poucos) pacotes.
sobre configurar, é interessante ter acesso e possibilidade, porém, a obrigatoriedade também pode tornar chato. meu voto vai para "escovar bits".
por estes critérios, minhas opções de distros são: arch (se encaixa perfeitamente, flexível e simples), slackware (gerenciar dependências pode ser complicado, mas o uso é simples) e gentoo (da preguiça de compilar tudo).


12. Re: Que é mais importante para você: "Escovar bits" ou "Quanto menos precisar mexer, melhor"?

Guilherme Machado
Ma-chan

(usa Arch Linux)

Enviado em 09/03/2017 - 22:36h

Li escovar os dentes.



colorado@arch-linux
OS: Arch Linux
Kernel: x86_64 Linux 4.4.52-1-lts
Packages: 696
Shell: zsh 5.3.1
DE: XFCE4
WM: Xfwm4




01 02 03



Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts