Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

1. Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

  


2. Re: Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

Guilherme José Schneider
gjschneider92

(usa openSUSE)

Enviado em 14/10/2010 - 16:51h

Toda essa montagem contra o OpenOffice só significa uma coisa: MEDO!!!
Que baita PALHAÇADA é essa sobre compatibilidade? O OpenOffice abre TODO, repito, TODO arquivo salvo em .doc (word 2003) e até os do word 2007. E pergunta se esse a porcaria do pacote da Microsoft faz o mesmo. Adivinha...
CLARO que NÃO. Pois é melhor que fiquem com medo mesmo, pois o software livre esta chegando com cada vez mais força.

Viva o software livre \o/


3. Re: Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

Luan Kleber
luanyata

(usa Ubuntu)

Enviado em 14/10/2010 - 17:02h

Ôe... porque desativaram a área de avaliação do vídeo?? estranho né?? mais o @gjschneider92 já respondeu, sem sombra de duvidas, tem alguém com medo nessa história... quem adivinhar ganha um link pra baixar o crack da Suite Office... kkkkkkkkkkkkkk


4. Re: Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

meinhardt, jorge g
meinhardt_jgbr

(usa Debian)

Enviado em 14/10/2010 - 17:04h

Pelo nível de produção do vídeo, que deve estar sendo amplamente veiculado na mídia Norte Americana e Europeia, a infiltração do OppenOffice e suas outras derivadas está realmente preocupando à Microsoft, caso contrário não partiria para uma campanha agressiva desta forma, batendo direto no queixo.

Não tenho este nível de informação porém chutaria acredito que com um excelente nível de acerto, que mais de 90% dos usuários do Microsoft Office não fazem o mínimo uso das opções avançadas presentes e disponíveis nos aplicativos desta suite de produtividade.
Para toda esta coletividade, o OpenOffice será mais do que suficiente. Os usuários restantes, que realmente requerem todos os poderes dos aplicativos do Office, que o usem e paguem por ele.

Na verdade a grande falacia do vídeo é o fato levantado pela Microsoft com referencia a suporte ao produto.

A pergunta apresentada era: E se o OpenOffice falhar (quebra), quem resolve?

A pergunta que vai de volta é a seguinte:

"Quando é que a Microsoft deu suporte para alguém?"

Quem precisa vai pedir socorro em fóruns independentes.

De qualquer maneira, esta é uma grande noticia e demonstra de forma cabal o nível de preocupação da Microsoft com relação ao OpenOffice e ao Linux, que é mencionado logo no inicio do vídeo.



5. Re: Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 14/10/2010 - 20:15h

Quem usa essa porcaria ? O que é o pacote office ? é algum tipo de pacote gráfico para windows? algum gadget ou coisa do genero? enfeite de menu iniciar?
Não vejo mudanças no Microsoft Office desde a versão 2003 é so visual. por isso pergunto é algum tema para windows?


6. Re: Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

Alex
Lordmetalex

(usa Big Linux)

Enviado em 14/10/2010 - 20:29h

O desespero bateu e a Microsoft apelou kkkkkkkkkkkkkkk, eu particularmente acho o MS Office muito bom, tem algumas coisas lá bem funcionais e a aparência dele é muito bonita, mas quando penso no preço me sai até as córneas dos olhos. O OpenOffice faz as mesmas coisas, é mais compatível e o preço dele está na promoção por apenas R$0,00. Viva o Software Livre!


7. Re: Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

Andre (pinduvoz)
pinduvoz

(usa Debian)

Enviado em 14/10/2010 - 20:33h

A MS não é boba! Ela sabe que está perdendo terreno para o OpenOffice e para o Google Docs. Por conta disso já temos o tal do MS Office Starter "for free" em máquinas novas e MS Office em nuvem para todo mundo. Ninguém iria largar um osso desses facilmente, não é?


8. Re: Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 14/10/2010 - 20:38h

O que esperar de uma empresa que monta um pacotão para corrigir falhas de um sistema que custa os olhos da cara e se orgulha disso.


9. Re: Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

Andre (pinduvoz)
pinduvoz

(usa Debian)

Enviado em 14/10/2010 - 20:50h

A MS não quer que ninguém experimente o OpenOffice. Quem experimenta, vê que é fácil de usar e tem um custo/benefício imbatível.

E para que ninguém experimente o concorrente, o tal MS Office Starter vem de graça, sendo agora complementado pela opção na nuvem.

A única parte da estratégia da MS da qual eu discordo é a impossibilidade de baixar o tal Office Starter e instala-lo num computador usado.


10. Re: Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 14/10/2010 - 20:56h

A Microsoft somente entraria em tal desespero se realmente sentisse que o Open Office estivesse fazendo muito mais que cócegas...
O pior é que esses argumentos são tão furados quanto um queijo suiço.

Quem precisa usar um pacote de escritório qualquer, simplesmente USA, e fim de conversa.
Ficar atrelado ao MS Office (e a qualquer outro produto seja livre ou proprietário) é mera burrice e incompetência.
Ou evidência de corrupção, em alguns casos - nem que seja corrupção do último neurônio que restou...
A melhor suíte de escritório para PC não era propriamente aquele produto da Microsoft, mas eles conseguiram através de artimanhas chamar a atenção do público para a SUA suite.
O melhor editor de textos era o WordPerfect e a melhor planilha eram o QuattroPro e o 1-2-3 da Lotus, aclamados mundialmente como tal - não por propaganda, mas pelos próprios usuários, como produtos excelentes;
Por outro lado, o pacote da MS, apesar de "bom", nunca se destacou como "excelente".
Um caso raro de um produto da categoria de "genérico" se tornar repentinamente "oficial".
Algo como o Adolf Hitler sair "não se sabe de onde", passar por cima de toda uma hierarquia militar rigorosíssima e se tornar "fuehrer" (líder).
Entenda-se!...
Já estou-me acostumando a ler e ouvir determinadas toupeiras mal intencionadas falarem em "custos" e "fragilidades" e "incompatibilidades" da parte do software livre, a lado da falsa afirmação de que SL "não tem quem suporte", ou que "é carísssimo", etc.
Todo INCOMPETENTE ou CORRUPTO tem desculpas as mais variadas.
Isso é ponto pacífico.


11. Re: Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

Fabio Soares Schmidt
fs.schmidt

(usa CentOS)

Enviado em 14/10/2010 - 21:03h


"Primeiro eles te ignoram, depois riem de você, depois brigam, e então você vence."

Mahatma Gandhi


12. Re: Microsoft ataca OpenOffice em nova campanha publicitária

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 14/10/2010 - 21:19h

"Quem vai dar suporte se o programa der algum erro?"
Ele não vai dar erro! esse é o problema....

A microsoft e os seu seguidores já são tão escaldados que já esperam que o engócio vai dar problema...




01 02



Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts