Correios, privatizar ou abrir concorrência? [RESOLVIDO]

1. Correios, privatizar ou abrir concorrência? [RESOLVIDO]

Anderson Matias da Silva
4nderson

(usa XUbuntu)

Enviado em 18/04/2019 - 15:41h

Com certeza alguns de vocês já tiveram experiências desagradáveis com os serviços dos Correios. Eu, por exemplo, moro numa região que sempre dá "Área restrita. Sujeita a prazo diferenciado".
As encomendas às vezes demoram, mas chegam. Geralmente com segurança dando escolta.
Minhas duas últimas experiências recentes foram bem chateantes e negativas. Uma foi a demora para eu receber um novo cartão de crédito. Essa encomenda ia e voltava, como se não tivesse ninguém em casa para receber, e sempre tem. Muito estranho. Finalmente só recebi depois que o emissor carimbou como "urgente". A segunda foi que uma placa VGA que comprei (por motivo que ainda não descobri) não pode ser entregue ao meu endereço e ficou no CCE da minha cidade para ser retirado. Um transtorno. Como eu trabalho em horário comercial, pedi para o meu pai ir buscar. O horário de atendimento é das 11h às 17h. Meu pai disse que a fila é enorme, as pessoas ficam horas esperando para serem atendidas e não há banheiro. Como ele já é um senhor com mais de 60 pegou senha preferencial.

Bom, minha opinião é de que, independente de privatizar ou não, os Correios deveriam ter concorrência. Sei que há outras empresas de logística. Porém não existe concorrência direta para nível nacional.

Sintam-se livres para opinar. Sem tretas, por favor (risos). E me desculpem se eu disse alguma bobagem.


  


2. Re: Correios, privatizar ou abrir concorrência? [RESOLVIDO]

Matheus
pylm

(usa Gentoo)

Enviado em 18/04/2019 - 15:48h

O problema de não haver concorrência é que os correios não pagam imposto sobre atividade deles, nem IPVA sobre a frota a empresa paga. Então tu terias que oferecer o mesmo pras empresas de entrega privadas ou cobrar do correio.


3. Re: Correios, privatizar ou abrir concorrência? [RESOLVIDO]

niquelnausea
niquelnausea

(usa Arch Linux)

Enviado em 18/04/2019 - 19:07h

mas o monopólio não é somente para correspondências pessoais?

algo que no brasil é bastante bagunçado é o sistema de endereços, onde em muitos locais nem as prefeituras sabem o nome da rua ou numeração, além de locais não atendidos pelos correios, normalmente também não são atendidos por transportadoras.
já tive piores experiencias com transportadora do que com os correios para entrega de encomendas, mas moro em cidade pequena, do tipo que você conhece o carteiro, talvez nesses locais menores os serviços sejam melhores.
sobre privatizar, acredito que este não seja o momento adequado.




4. Re: Correios, privatizar ou abrir concorrência? [RESOLVIDO]

Henrique
Henrique-RJ

(usa Outra)

Enviado em 19/04/2019 - 04:03h

@Anderson

Olha, na minha opinião, andaram pondo " minhoca " na cabeça da gente faz tempo, muito tempo ...

E bota " minhoca " nisso.

Os Correios, no governo do PT, estava entregando encomendas da China aqui no Rio em mais de 3 meses. Hoje, leva no máximo 20 dias e isso por causa do serviço postal do governo chinês ou seja, fica mais tempo lá na China do que aqui e deve ter sido só uma simples decisão da nova direção dessa empresa posta pelo atual governo federal que já resolveu certas coisas como essa ( nem precisou demitir ninguém, nem mudanças profundas na estrutura da empresa nem nada pra você ver como a coisa estava relapsa nas mãos dos " cumpanheros " ).

Então, toma muito cuidado com essa falsa ideia de que privatizar é a solução de todos os males que a coisa não é bem assim não, alias terrível só que escondem. Alguém já havia dito que querem " privatizar os lucros e socializar os prejuízos " o que me pareceu bem sábio ainda que dito pela esquerda maldita que se faz de santa de olho no poder de onde, depois de ocupado, não quer largar mais se entupindo de dinheiro.

Em resumo te digo o seguinte, as estatais têm que oferecer ao país progresso, prosperidade e para isso precisam ser bem administradas fazendo uso de conceitos mais atuais que existem hoje na administração pública moderna avançada. Má administração existe até em empresas privadas sejam daqui ou lá de fora como foi o caso recente de uma divisão de caminhões da Ford que já estava querendo um dinheiro graúdo do governo federal. A Mercedes alemã é outro exemplo de privada estrangeira que parece nunca estar satisfeita com seus lucros ao se comparar com outras filiais de outros países e acaba querendo mais moleza do governo.

Já disseram que a grande empresa privada, seja estrangeira ou nacional, não tem interesse nenhum nas necessidades da sociedade e sim na maximização dos seus lucros não importa como, nem que tenha que corromper o poder público, com lobbys, propinas, presentinhos, viagens paradisíacas ou que você morra em um hospital por falta de atendimento ou que sua principal refeição do dia seja de biscoito de isopor ( aprovado pelo Ministério da Agricultura com seu selo SIF ) com vitaminas baratinho que você pode pagar com seu salário minguado em Real ( US$1,00 = R$4,00 ).

É só uma palhinha pra tentar te ajudar a entender a bagunça que está isso hoje com bastante gente representante do povo querendo comer dinheiro e muito e se fazendo de santa e pura sem pecados quase canonizada pela Igreja Católica de Roma afinal tem até padre pedófilo e pastor avarento.


5. Re: Correios, privatizar ou abrir concorrência? [RESOLVIDO]

Andre (pinduvoz)
pinduvoz

(usa Debian)

Enviado em 19/04/2019 - 04:38h

Já há alguma concorrência com os nossos Correios, vinda das empresas de transporte e logística que trabalham para grandes vendedores sem lojas, ou seja, para os que vendem pela internet.

O serviço dos Correios tem um lado social que precisamos levar em consideração. Ainda que esse lado social esteja se extinguindo, pois estamos em tempos de celulares, torpedos e WhatsApp, ele ainda não morreu num país continental como é o nosso.

Não sou contra a privatização, mas o que come o "lucro" dos Correios é exatamente o lado social que não será assumido pela iniciativa privada (empresario não é bonzinho, como bem sabemos).


__________________________________
Linux Registered User nº 439378
Ubuntu Forum Member Since Nov/07/2006
VOL Member SInce Jul/01/2008



6. Re: Correios, privatizar ou abrir concorrência? [RESOLVIDO]

Fábio Berbert de Paula
fabio

(usa Debian)

Enviado em 19/04/2019 - 05:37h

Henrique-RJ escreveu:

Já disseram que a grande empresa privada, seja estrangeira ou nacional, não tem interesse nenhum nas necessidades da sociedade e sim na maximização dos seus lucros não importa como, nem que tenha que corromper o poder público, com lobbys, propinas, presentinhos, viagens paradisíacas ou que você morra em um hospital por falta de atendimento ou que sua principal refeição do dia seja de biscoito de isopor ( aprovado pelo Ministério da Agricultura com seu selo SIF ) com vitaminas baratinho que você pode pagar com seu salário minguado em Real ( US$1,00 = R$4,00 ).



Isso considerando o monopólio da grande empresa privada. Ao meu ver a principal questão não é estatal vs iniciativa privada e sim monopólio vs livre mercado. Se a empresa tem concorrência, aí sim ela tem que se preocupar com o consumidor, sem tua fidelidade ela quebra. Isso ocorreu com os serviços de telefonia, está ocorrendo nos serviços de banda larga, recentemente nos serviços de transporte urbano (até o Uber já ganhou concorrência do 99) e por aí vai.

Se por exemplo, privatizarem a Petrobras e ela continuar com o monopólio, realmente não irá adiantar muito. Mas veja o que ocorre nos EUA, você tem centenas de empresas no ramo de exploração e distribuição de combustível. Isso fica bom pra todo mundo, desde ao consumidor até o empregado. Um engenheiro de gás e petróleo no Brasil só tem um lugar pra trabalhar, se tiver insatisfeito não tem opção, já nos EUA ele tem centenas de lugares pra distribuir currículo.



7. Re: Correios, privatizar ou abrir concorrência?

Henrique
Henrique-RJ

(usa Outra)

Enviado em 19/04/2019 - 07:30h

pinduvoz escreveu:

Já há alguma concorrência com os nossos Correios, vinda das empresas de transporte e logística que trabalham para grandes vendedores sem lojas, ou seja, para os que vendem pela internet.

O serviço dos Correios tem um lado social que precisamos levar em consideração. Ainda que esse lado social esteja se extinguindo, pois estamos em tempos de celulares, torpedos e WhatsApp, ele ainda não morreu num país continental como é o nosso.

Não sou contra a privatização, mas o que come o "lucro" dos Correios é exatamente o lado social que não será assumido pela iniciativa privada (empresario não é bonzinho, como bem sabemos).



Vamos lá tentar quebrar de novo esses malditos conceitos alienígenas que chegam aqui de para-quedas sem que ninguém questiona pois estão todos comprados $$$$.

Dizem que a concorrência é benéfica e coisa e tal e aí pergunto e quando fazem essas coisas de cartel, truste, holding o diabo por baixo dos panos sem ninguém perceber e os preços ficam todos parecidos ou são do mesmo tipo ?

E quando esses novos concorrentes enfiam seus custos na conta do Estado isto é, vão parar no seu bolso, no seu sangue via imposto ?

https://www.estudopratico.com.br/cartel-truste-e-holding-o-que-sao/

fabio escreveu:

Isso considerando o monopólio da grande empresa privada. Ao meu ver a principal questão não é estatal vs iniciativa privada e sim monopólio vs livre mercado. Se a empresa tem concorrência, aí sim ela tem que se preocupar com o consumidor, sem tua fidelidade ela quebra. Isso ocorreu com os serviços de telefonia, está ocorrendo nos serviços de banda larga, recentemente nos serviços de transporte urbano (até o Uber já ganhou concorrência do 99) e por aí vai.

Se por exemplo, privatizarem a Petrobras e ela continuar com o monopólio, realmente não irá adiantar muito. Mas veja o que ocorre nos EUA, você tem centenas de empresas no ramo de exploração e distribuição de combustível. Isso fica bom pra todo mundo, desde ao consumidor até o empregado. Um engenheiro de gás e petróleo no Brasil só tem um lugar pra trabalhar, se tiver insatisfeito não tem opção, já nos EUA ele tem centenas de lugares pra distribuir currículo.



Um empresa gigante como a Petrobras pode muito bem ser bem administrada a ponto de gerar só felicidade para o país e claro que isso nunca foi interessante para as concorrentes estrangeiras pois ela passa a entrar em seus mercados no mundo ( vide o recente caso da Boing e da Embraer só como exemplo ).

Petrobras não é só " preço alto x baixo ", é muito mas muito mais que isso assim como outras estatais importantes mas claro que devem existir aquelas que não servem pra nada a não ser comer recursos públicos e que nenhuma iniciativa privada se quer quer.

Então, a Petrobras pode muito bem oferecer preços baixos acredito eu se bem administrada o que pode demandar tempo com reestruturação e muito mais etc etc etc. O que não se pode é por RAPOSAS cuidando dela.

Amigo, cuidado especial em querer comparar os EUA com isto aqui. EUA é a MAIOR POTENCIA DO PLANETA TERRA e o Brasil um país paupérrimo do terceiro mundo como tantos outros dominados. Só pra você ter uma ideia, junte todas as empresas da Bolsa de Valores e o valor delas junto não dá uma APPLE americana.




8. Re: Correios, privatizar ou abrir concorrência? [RESOLVIDO]

Paulo Jr
Pebis

(usa Debian)

Enviado em 19/04/2019 - 07:52h


Vejo como um dos grandes problemas dessas empresas públicas é que elas são POLITIZADAS. Deveria-se obrigatoriamente impedir a indicação política para cargos. O indicado vai lá, quebra a empresa e simplesmente nada acontece, a sociedade é que arca com os prejuízos e pensando no contraponto, quando a empresa dá lucro a sociedade não se beneficia. Por exemplo, quando os Correios dão lucro, qual o benefício para a população? Qual a função de uma Estatal, dar lucro e a "cumpanheirada" ser beneficiada ou prestar um serviço decente a preços coerentes? O problema é esse, sempre pensam no dinheiro pra o caixa 2 e nunca no serviço prestado. Se os Correios fossem uma empresa privada já teriam falido e outra empresa teria assumido, mas não, o povo arcou com os desmandos estatais....


9. Re: Correios, privatizar ou abrir concorrência? [RESOLVIDO]

Henrique
Henrique-RJ

(usa Outra)

Enviado em 19/04/2019 - 08:35h

Pebis escreveu:


Vejo como um dos grandes problemas dessas empresas públicas é que elas são POLITIZADAS. Deveria-se obrigatoriamente impedir a indicação política para cargos. O indicado vai lá, quebra a empresa e simplesmente nada acontece, a sociedade é que arca com os prejuízos e pensando no contraponto, quando a empresa dá lucro a sociedade não se beneficia. Por exemplo, quando os Correios dão lucro, qual o benefício para a população? Qual a função de uma Estatal, dar lucro e a "cumpanheirada" ser beneficiada ou prestar um serviço decente a preços coerentes? O problema é esse, sempre pensam no dinheiro pra o caixa 2 e nunca no serviço prestado. Se os Correios fossem uma empresa privada já teriam falido e outra empresa teria assumido, mas não, o povo arcou com os desmandos estatais....


Essas conclusões são muito propagadas pela grande imprensa de massa já para comer muito dinheiro com o resultado disso mas muito dinheiro mesmo acredito.

O problema não é politizar e sim talvez politizar com a má política tradicional. Na época do governo do FHC já aconteceu uma experiência importante que deveria ter sido aprendida. Eu via o pessoal da Caixa Econômica aqui no Rio nervoso e correndo por resultados e no caso dos Correios acho que foi nessa época que criaram inclusive os produtos SEDEX, SEDEX 10 etc etc

Já dei o exemplo da Ford ali em cima que não é único é só dar uma espiada na lista de beneficiados pelo BNDES. É aquela velha história, privatizam os lucros e socializam os prejuízos dito pelos vermelhinhos da esquerda maldita que desgraçou o país.

Lucros de estatais são chamados de superávits e vão direto para o Tesouro Nacional que vai pagar o médico que vai te atender no hospital público quando você estiver doente ou te fornecer crédito para você investir em sua pequena indústria É o que chamo de capital nacional, riqueza nacional, não é dinheiro do FMI ou do raio que o parta.

Não vou nem tocar na " cumpanheirada " pow, quem é que quer RAPOSA CUIDANDO DO SEU GALINHEIRO ? Serviços decentes e preços coerentes ficariam por conta da moderna administração pública que ainda não chegou definitivamente no setor público.

A Oi foi privatizada e está com uma dívida colossal querendo achar investidores interessados nela e até hoje enrolando a dívida com o governo já querendo meter dinheiro para não quebrar boa parte do sistema telefônico com milhares de desempregados pelo país ( quase quase fez o mesmo com a Ford lá em São Paulo por estes dias só que teve a sorte de outra assumir mas ainda desconfio que tomou " empréstimo " do governo federal isto é, o seu dinheiro ).

Gente, cuidado com essa maldita imprensa de massa tipo Globo, Bandeirantes, Record etc etc ... essas porras arrebentam o país e nós é que nos lascamos. Procurem dar valor ao capital nacional seja público ou privado mas muito cuidado com este último que costuma ser tão devorador quanto o do estrangeiro apátrida que explora até os seus países matrizes.






10. Re: Correios, privatizar ou abrir concorrência? [RESOLVIDO]

Paulo Jr
Pebis

(usa Debian)

Enviado em 19/04/2019 - 09:04h


Henrique-RJ escreveu:



O problema não é politizar e sim talvez politizar com a má política tradicional. Na época do governo do FHC já aconteceu uma experiência importante que deveria ter sido aprendida. Eu via o pessoal da Caixa Econômica aqui no Rio nervoso e correndo por resultados e no caso dos Correios acho que foi nessa época que criaram inclusive os produtos SEDEX, SEDEX 10 etc etc



Esse é o problema, vivemos a política tradicional, o povo vota mal, continua dando moral a esquerdistas, o Congresso Nacional e o Senado comprovam isso.


Lucros de estatais são chamados de superávits e vão direto para o Tesouro Nacional que vai pagar o médico que vai te atender no hospital público quando você estiver doente ou te fornecer crédito para você investir em sua pequena indústria É o que chamo de capital nacional, riqueza nacional, não é dinheiro do FMI ou do raio que o parta.


Não vão, esse é outro problema.


A Oi foi privatizada e está com uma dívida colossal querendo achar investidores interessados nela e até hoje enrolando a dívida com o governo já querendo meter dinheiro para não quebrar boa parte do sistema telefônico com milhares de desempregados pelo país ( quase quase fez o mesmo com a Ford lá em São Paulo por estes dias só que teve a sorte de outra assumir mas ainda desconfio que tomou " empréstimo " do governo federal isto é, o seu dinheiro ).


Aí a empresa privada que não der conta do serviço será substituída por outras



Deve-se tirar o poder do governo de indicações políticas aí talvez as Estatais andem com as próprias pernas, porque por enquanto dependem de dinheiro público para sobreviverem (nem todas, sei disso)





11. Re: Correios, privatizar ou abrir concorrência? [RESOLVIDO]

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 19/04/2019 - 09:34h

Sem concorrência não há crescimento
Sobre privatização tenho minhas dúvidas também



12. Re: Correios, privatizar ou abrir concorrência? [RESOLVIDO]

Paulo Jr
Pebis

(usa Debian)

Enviado em 19/04/2019 - 10:35h


Sou contra privatizações de empresas estratégicas e que podem, de alguma forma, trazer benefícios à população.



01 02 03



Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts