Venda casada de computadores e sistema operacional

1. Venda casada de computadores e sistema operacional

Weslley Bernardes
webweslley

(usa Debian)

Enviado em 03/02/2016 - 09:45h

Objetivo ao iniciar esse tópico é ter um maior entendimento sobre o mesmo e buscar e saber a opinião da comunidade linux.
Visto que mais de 90% dos computadores que são vendidos para usuários finais são fornecidos com alguma versão do windows.
Tento ter um pondo de vista neutro e não puxar a sardinha para nenhum dos lados, penso que o mais correto seria fornecer o computador sem nenhum sistema operacional e deixar aquisição do mesmo de forma separada.
Dito isso deixo algumas questões em aberto.
- Quanto ao atual sistema que temos já foi feita alguma tentativa para o rompimento do mesmo?
Se sim por que não deu certo, se não porque?
- De forma geral qual é a opinião da comunidade Linux sobre tema?
- Qual o atual crescimento em relação a novos usuários nas principais distribuições, e onde conseguimos esse tipo de informação?

Desde já agradeço atenção de todos!


  


2. Re: Venda casada de computadores e sistema operacional

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 03/02/2016 - 10:13h

Bom dia,

No meu ponto de vista e não é porque trabalho com isso, vender computadores prontos em lojas como: CasasBahia, PontoFrio, Americanas e etc...não é legal. Não vejo computador como eletrodoméstico. Mas, com o incentivo do Governo Federal no passado, abriu-se este leque e devido isso, estas máquinas saem com um Sistema Operacional pronto pra uso e óbvio, Windows. Um S.O. conhecido por todos pela facilidade de instalação de aplicativos e tudo o mais. Se é o melhor, pra essa gente, não importa.

Hoje, há algumas empresas colocando uma distro GNU/Linux, mas, geralmente 'mortas', sem suporte; mostrando descaso e o que mais importa pra 'eles', dinheiro, vendas!!

Concordo que o melhor é se dirigir a uma loja especializada e pedir um micro de acordo com o que precisa.

Mas, o din-din manda em tudo!!!

Abraço!!

Att,
Jbaf 2016
Debian 8 (MATE), CentOS 7 (KDE)
https://www.centos.org/
http://cdimage.debian.org/debian-cd/current-live/amd64/bt-hybrid/


3. Re: Venda casada de computadores e sistema operacional

shoujo
shoujo

(usa Slackware)

Enviado em 03/02/2016 - 10:33h

Seria mais inteligente por parte das lojas criar uma área técnica responsável por instalar o software.. Mas o problema é que isso não dá lucro para as fabricas... Então as fabricas não irão mudar.. Provavelmente se as fabricas fornecessem as maquinas sem s.o, as lojas iam montar uma instaladora, e assim ganhar mais dinheiro formatando os pcs pros clientes..


4. Re: Venda casada de computadores e sistema operacional

Weslley Bernardes
webweslley

(usa Debian)

Enviado em 03/02/2016 - 11:47h

shoujo escreveu:

Seria mais inteligente por parte das lojas criar uma área técnica responsável por instalar o software.. Mas o problema é que isso não dá lucro para as fabricas... Então as fabricas não irão mudar.. Provavelmente se as fabricas fornecessem as maquinas sem s.o, as lojas iam montar uma instaladora, e assim ganhar mais dinheiro formatando os pcs pros clientes..


Você colocou um ponto interessante, observe o mercado corporativo, ao comprar um servidor o procedimento é mais próximo, os servidores vem sem OS, por que será que para esse segmento isso funciona?


5. Re: Venda casada de computadores e sistema operacional

shoujo
shoujo

(usa Slackware)

Enviado em 03/02/2016 - 11:59h

webweslley escreveu:

shoujo escreveu:

Seria mais inteligente por parte das lojas criar uma área técnica responsável por instalar o software.. Mas o problema é que isso não dá lucro para as fabricas... Então as fabricas não irão mudar.. Provavelmente se as fabricas fornecessem as maquinas sem s.o, as lojas iam montar uma instaladora, e assim ganhar mais dinheiro formatando os pcs pros clientes..


Você colocou um ponto interessante, observe o mercado corporativo, ao comprar um servidor o procedimento é mais próximo, os servidores vem sem OS, por que será que para esse segmento isso funciona?


Acho que pelo mercado de servidores, os sistemas serem mais competitivos, principalmente.
Além disso, creio que nenhuma das empresas que vendem sistemas server, vao querer fazer uma oem "baratinha" para embutir nos servidores para a venda.. Nem a microsoft, muito menos a red hat.


6. Re: Venda casada de computadores e sistema operacional

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 03/02/2016 - 12:18h

A Avell no momento da compra dá a opção de escolher configurar o PC. É possível escolher se ele virá ou não com sistema operacional (mas somente windows) já instalado. A maioria daqueles que compram computadores Avell são hardcore gamers. A linha Inspiron, da Dell, oferece faz um tempo que oferece computadores com Windows ou Ubuntu. Adivinhe quais são mais vendidos...

O que me parece sensato é poder escolher. Isso favoreceria o crescimento do Linux? Sim, até certo ponto, a base de usuários aos poucos. Entretanto o que eu acredito que poderia atrair as pessoas para o uso do Linux seria ver vantagens naquilo que ele representa como um SL, talvez o impacto mais social da coisa toda. Software livre me traz uma forte ideia de anti-monopólio.


7. Re: Venda casada de computadores e sistema operacional

shoujo
shoujo

(usa Slackware)

Enviado em 03/02/2016 - 12:26h

É uma pena que o mercado não consegue criar algo diferente..
Seria bem interessante se uma empresa, com vontade de promover o software livre, criasse um novo tipo de computador, um processador diferente dos padroes de hoje em dia, nem intel, nem arm... Mas algo diferente, e compilasse o linux pra esse sistema... E fizessem algo para que apenas sistemas unix-based fossem compativeis.. seria interessante, se fosse um processador muito mais avançado com capacidade centenas de vezes melhor, se fizerem um hardware muitos anos a frente.. pena que esse sonho é quase impossivel.


8. Re: Venda casada de computadores e sistema operacional

Weslley Bernardes
webweslley

(usa Debian)

Enviado em 03/02/2016 - 12:41h

shoujo escreveu:

É uma pena que o mercado não consegue criar algo diferente..
Seria bem interessante se uma empresa, com vontade de promover o software livre, criasse um novo tipo de computador, um processador diferente dos padroes de hoje em dia, nem intel, nem arm... Mas algo diferente, e compilasse o linux pra esse sistema... E fizessem algo para que apenas sistemas unix-based fossem compativeis.. seria interessante, se fosse um processador muito mais avançado com capacidade centenas de vezes melhor, se fizerem um hardware muitos anos a frente.. pena que esse sonho é quase impossivel.

Pensa um pouco a partir do momento que você tira a opção e já direciona aquele determinado OS, você tá me falando que vai fazer basicamente o que já fazem hoje, trocando somente os nomes, algo que sempre me chamou atenção no Linux sãos os ideais sobre transparência e liberdade, apesar de gostar de alguns pontos na sua ideia, não consegui ver nada que promovesse esses ideais.



9. Re: Venda casada de computadores e sistema operacional

Isaque Fernando Moura da Silva
Isaque_Fernando

(usa Debian)

Enviado em 03/02/2016 - 12:49h

Penso eu que o maior limite neste tipo de mercado é o próprio cliente, que ao se deparar com um sistema que foge o padrão
Windows, onde a maioria está familiarizada, fica totalmente receoso e fechado para o Linux. No final acabam sendo manipulados pela facilidade e comodidade.


10. Re: Venda casada de computadores e sistema operacional

shoujo
shoujo

(usa Slackware)

Enviado em 03/02/2016 - 13:27h

webweslley escreveu:
Pensa um pouco a partir do momento que você tira a opção e já direciona aquele determinado OS, você tá me falando que vai fazer basicamente o que já fazem hoje, trocando somente os nomes, algo que sempre me chamou atenção no Linux sãos os ideais sobre transparência e liberdade, apesar de gostar de alguns pontos na sua ideia, não consegui ver nada que promovesse esses ideais.


Não é questão de tirar opção, é questão de compatibilidade mesmo.
E não é algo direcionado a um só s.o, é algo direcionado ao software livre..
Seria compatível com qualquer software livre... Menos Windows, já que a microsoft não iria se interessar em criar uma versão do sistema dela pra um processador diferente, alem do trabalho que ia dar.


11. Re: Venda casada de computadores e sistema operacional

shoujo
shoujo

(usa Slackware)

Enviado em 03/02/2016 - 13:33h

Isaque_Fernando escreveu:

Penso eu que o maior limite neste tipo de mercado é o próprio cliente, que ao se deparar com um sistema que foge o padrão
Windows, onde a maioria está familiarizada, fica totalmente receoso e fechado para o Linux. No final acabam sendo manipulados pela facilidade e comodidade.


O maior problema nem e tanto o cliente. São os técnicos formatadores de pc e as empresas de pc..
Uma pessoa comum sem conhecimentos que usa o pc so pra entrar na internet poderia usar o Linux numa boa.. O problema é que as empresas colocam uma distro mal configurada nos pcs que vem com Linux.. Se colocassem algo bem arrumado que rodasse tudo que uma pessoa comum precisa, não teria problemas e as pessoas não procurariam os formatadores.
As pessoas que jogam ou as pessoas com conhecimento que querem usar Windows sabem como comprar pcs...


12. Re: Venda casada de computadores e sistema operacional

shoujo
shoujo

(usa Slackware)

Enviado em 03/02/2016 - 13:35h

Se existisse pelo menos uma marca que não roda Windows no mercado, e essa marca se preocupasse em por uma distro descente o Linux ia crescer bastante..
Quem quer o pc pra ver videos, usar a net, tarefas básicas vai ficar feliz com esse pc.

Quem usa pc para tarefas avançadas vai compra outro com Windows já que elas sabem que o processador é incompativel



01 02



Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts