O que ainda está faltando?

25. Re: O que ainda está faltando?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 02/08/2012 - 17:06h

O que falta são colaboradores isto sim! pessoas que invistam nos programas nativos do GNU/Linux.

Games são bons e tal, mas no caso de programas como photoshop não precisam vir para o GNU/Linux.

Apenas precisa de pessoas dispostas a ajudar e melhorar programas nativos.




  


26. Re: O que ainda está faltando?

Wesley DT
wes300

(usa Outra)

Enviado em 26/09/2012 - 22:53h

Falta as empresas principalmente as que desenvolvem software perceberem que o Linux pode ser lucrativo
por isto que vejo com bons olhos a OSI


27. Re: O que ainda está faltando?

Bilufe
bilufe

(usa KDE Neon)

Enviado em 27/09/2012 - 13:31h

Listeiro 037 escreveu:

Fazer tudo o que o Win não faz. Inclusive qualquer coisa que win faça e que o pessoal esteja apegado e estranhe se mudar de sistema.

Aquela desculpa de não ter DreamWeaver, Corel, Photoshop, CAD, mais algum outro programa pago e fechado de design, engenhria, o de sempre...

Produção de Audio/Vídeo deixa a desejar. Programas de estúdio possuem apenas versão para Win e Mac OS no momento.

Algum outro programa de aplicação profissional ligada a direitos autorais.

Jogos tornariam o sistema mais popular ainda, mas como produto de consumo.

Não como uma ferramenta plena de trabalho.

Um procedimento de recuperação de sistema para uma configuração anterior automatizado.

Reversão de configurações.

Acabar crash no sistema por determinadas dependências sem sentido (depende da distro).

Mas no momento tudo está bem melhor que estava há 10, 15 anos atrás.


O interessante é que os melhores programas de produção de áudio e vídeo só existem para Linux, só que são muito caros e somente as grandes produtoras pagam por eles.

A maioria dos usuários não usa nenhum programa de produção como Dreamweaver, Corel, Photoshop, AutoCAD e coisas do gênero. Estes programas atendem a nichos de mercado, assim como existem muitos programas para atender aos nichos de mercados para Linux também, principalmente na área de servidores, computação em nuvem e aplicações científicas.

O que falta mesmo para o Linux são empresas que forneçam soluções de automação comercial! Sim, automação comercial é a chave. Ninguém vai usar Linux enquanto as empresas que desenvolvem software só fazem programas de automação comercial para Windows, e o pior: em Delphi!





28. Re: O que ainda está faltando?

Felipe Pereira Miranda
felipe300194

(usa Fedora)

Enviado em 27/09/2012 - 13:44h

Eu sinceramente sinto falta de aplicativos específicos como CAD, simulação e programação CNC, simulação de circuitos e etc.

Sim, é verdade que existem soluções opensource mas infelizmente por enquanto não tem a mesma qualidade. O problema está na fragmentação de programas, por exemplo indiscutivelmente o GIMP é uma suite de edição de imagens muito boa, para mim muito mais leve e melhor que o PS.

Mas na área de edição de vídeo, para que existir tantos programas que quase não fazem a função de um? Isso seria bom para software proprietário, que acaba por incentivar a competitividade, mas no SL não é interessante tanto para o desenvolvedor quanto para o usuário.


29. Re: O que ainda está faltando?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 27/09/2012 - 13:48h

gokernel escreveu:


01 - O essencial: usuário ... ;)

02 - DirectX(Direct3D) para fazer voar os games ...

03 - UM PADRÃO: existem zilhões de "linux"(distros).

OBS: perdi um longo comentario que iria postar, precisa de melhorias o site.



02: PRIMEIRO link que eu peguei http://www.tecmundo.com.br/12142-5-motivos-que-indicam-a-superioridade-do-opengl-sobre-o-directx-vid...
não julgue a capacidade dela porque no teu windows directx foi melhor (tsc, tsc)
03: Não precisa de um padrão, já que no fundo todas as distros são iguais. Mas não é uma delícia tu, supondo usuário iniciante ou usuário like-windows, decidir entre, exemplo, Mageia ou Mint ou Ubuntu. Escolhas mais do que o suficiente


bilufe escreveu:

O interessante é que os melhores programas de produção de áudio e vídeo só existem para Linux, só que são muito caros e somente as grandes produtoras pagam por eles.

A maioria dos usuários não usa nenhum programa de produção como Dreamweaver, Corel, Photoshop, AutoCAD e coisas do gênero. Estes programas atendem a nichos de mercado, assim como existem muitos programas para atender aos nichos de mercados para Linux também, principalmente na área de servidores, computação em nuvem e aplicações científicas.

O que falta mesmo para o Linux são empresas que forneçam soluções de automação comercial! Sim, automação comercial é a chave. Ninguém vai usar Linux enquanto as empresas que desenvolvem software só fazem programas de automação comercial para Windows, e o pior: em Delphi!


Novato: windows
di grifi: mac
Empresa: Linux


Eu particularmente odeio os programas da adobe, um atrás do outro, tem tantas opções melhores do que eles.
As pessoas reclamam dos crashs em distros que distribuem facilidade, mas todo mundo esquece dos 'crashs do windows'

Windows estava na minha máquina a uns 4 meses atrás por causa de jogos, assisti uma palestra sobre games no linux, que foi o suficiente para eu instalar uma distribuição de fácil acesso e instalar jogos lindos.


30. Re: O que ainda está faltando?

Wesley DT
wes300

(usa Outra)

Enviado em 05/10/2012 - 09:48h

Vendo os comentários de forma geral existe o sentimento que alguns aplicativos proprietários como CAD, família Adobe linha completa etc fazem falta especialmente quando a pessoa tem que trabalhar com os mesmos muitos torcem o nariz quando se fala em programas proprietários para linux, tanto que temos apenas o opera e softmaker que ainda mantem versões atualizadas com certa regularidade (ok poderíamos colocar outros mas estes se destacam).
Fico pensando será que não valeria a pena sacrificar parte da filosofia e estimular alguns software proprietários no linux?


31. Re: O que ainda está faltando?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 05/10/2012 - 14:03h

wes300 escreveu:

Vendo os comentários de forma geral existe o sentimento que alguns aplicativos proprietários como CAD, família Adobe linha completa etc fazem falta especialmente quando a pessoa tem que trabalhar com os mesmos muitos torcem o nariz quando se fala em programas proprietários para linux, tanto que temos apenas o opera e softmaker que ainda mantem versões atualizadas com certa regularidade (ok poderíamos colocar outros mas estes se destacam).
Fico pensando será que não valeria a pena sacrificar parte da filosofia e estimular alguns software proprietários no linux?


O problema é que as pessoas que necessitam de softwares que para eles, são perfeitos no windows, e não existem nenhum comparado no Linux, eles optaram sempre pelo windows.
Assim, a empresa que desenvolve o software não vê necessidade de criar uma versão para linux. Os consumidores se rendem (usam o windows [dual boot or not ] ) e a empresa aceita feliz.


32. Re: O que ainda está faltando?

Ramon dos Santos Rodrigues
ramon_01

(usa Gentoo)

Enviado em 05/10/2012 - 15:43h

danniel-lara escreveu:

na minha opinião
são os jogos


concordo contigo!


33. Re: O que ainda está faltando?

johnny borges
johnnyb

(usa Fedora)

Enviado em 07/10/2012 - 19:41h

z3r0_hide escreveu:

danniel-lara escreveu:

na minha opinião
são os jogos


concordo contigo!


concordo.


34. Re: O que ainda está faltando?

Daniel Lara Souza
danniel-lara

(usa Fedora)

Enviado em 07/10/2012 - 21:45h

johnnyb escreveu:

z3r0_hide escreveu:

danniel-lara escreveu:

na minha opinião
são os jogos


concordo contigo!


concordo.


mas eu estou esperando o steam para GNU/Linux
para jogar left 4 dead 2


35. Re: O que ainda está faltando?

Willian
ThePinkShark

(usa Slackware)

Enviado em 08/11/2012 - 14:54h

Para todos aqueles que falaram de edição de vídeo, o Blender faz isso. Ele não é somente um software de modelagem 3D ele também tem um editor de vídeo muito bom por sinal.
Existe um programa chamado BRLCAD eu gosto muito da precisão dele, muitos provavelmente acham difícil usa-lo, mas é questão de interesse.
Não sou fã do Multsim, mas se o interesse for simular microcontroladores existem soluções para Linux que funcionam muito bem. O Mplab foi portado apra o Linux e é digamos... razoavelemnte "razoavelzadamente usarvu". existe o gpsim que simular PICs e como eu citei anteriormente o LTSPICE funciona muito bem pelo wine. Exsiste Verilog apra o linux, o tão aclamado SPICE e tem muito a]material para antiguidades da eletronica lá também.
No passado o Debian ja foi cahmado de distro dos ham (radio amadores) e ainda nos repositórios do Debian se encontra uma tonelada de programas voltados apra a área da eletrônica que ainda é usada por muitos.

Até o presente momento a única reclamação plausível (na minha opinião) ao Linux é na questão de suporte que as empresas dão a ele em amteria de drivers.



01 02 03