Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

1. Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

Ricardo Groetaers
ricardogroetaers

(usa Linux Mint)

Enviado em 24/04/2021 - 15:13h

O tópico original não pode ser editado devido ao seu tempo de inatividade.
https://www.vivaolinux.com.br/topico/Linux-Mint/Grub-reconhece-o-DOS

O problema pode ser resolvido da seguinte maneira:

1- Princípio de funcionamento:
1.1- Fato: Grub não foi projetado para reconhecer o DOS nem para lançar o DOS.
1.2- Porém o Grub pode lançar a partição que contém o DOS, sem ter a menor ideia do conteúdo dessa partição.
1.3- Desta forma, a partição que contem o DOS deve, obrigatoriamente, ser uma partição ativa (sinalizador boot ou bootável).

2- Consequências:
2.1- Se Grub e DOS estão em discos diferentes, Grub pode ser instalado no disco ou na partição (tanto faz).
2.2- Se Grub e DOS estão no mesmo disco, Grub,obrigatoriamente, deve ser instalado no disco (não na partição). Porque? Pense bem e veja (dica: item 1.3).

3- Mãos a obra (vide figura):
3.1- Criar script no Grub é para profissionais, leigos (como eu) usam o programa GrubCustomizer, ele faz isso para nós.
3.2- No GrubCustomizer, crie uma nova entrada de menu (na aba "Configuração da Lista").
3.3- Nos campos do "Editor de entradas" (que vai se abrir), escolha com um click do mouse:
Nome: qualquer, por exemplo DOS.
Tipo: Carregador (obrigatoriamente).
Partição: a partição onde está o DOS (o GrubCustomizer mostrará todas as partições)

Click OK e depois SALVAR.
Pronto!

4- (Opcional): Este item só faz sentido caso desejemos uma partição pequena (de alguns MBs) para o DOS, sem intenção de armazenar dados nessa partição.
Obviamente o DOS pode ser instalado numa partição grande e nela também armazenarmos dados.

O macete em fstab para evitar a montagem e ou a edição acidental dos arquivos na partição DOS:
Exemplo prático comentado:

# <file system> <mount point> <type> <options> <dump> <pass>
UUID=116E-0DFC DOS vfat utf8,umask=007,gid=46,uid=1000 0 2

Coluna <file system> -> UUID=116E-0DFC -> É o UUID da partição onde está o DOS (designar o sistema de arquivos pelo seu UUID é a configuração mais robusta).
Logo, recomendável.

Coluna <mount point> -> DOS -> use um nome "puro" qualquer, sem barra "/", sem caminho até a pasta de montagem. Ex:
/caminho/pontodemontagem -> não deve ser usado (o porque disso, veja adiante)

Este é o macete para evitar a montagem ou edição acidental do conteúdo da partição DOS.

Coluna <type> -> vfat -> sem comentários

Coluna <options> -> utf8,umask=007,gid=46,uid=1000
Tudo sugerido para esta coluna é o padrão, independente de haver um DOS na partição.
utf8 -> padrão
umask=007 -> permissões padrão, do sistema, para usuario e grupo e nada para os outros.
gid=46 -> 46 é o id padrão do grupo plugdev (os "plugadores de dispositivos") num sistema Ubuntu/Mint. O usuário que instalou o sistema pertence a esse grupo (se ele não modificou as coisas, é claro).
uid=1000 -> 1000 é o id padrão do usuário que instalou o sistema.

Coluna <dump> -> valor 0 (zero, padrão, não faz backup)

Coluna <pass> -> valor 2 (padrão recomendado, verifica o volume, no caso a partição que contem o DOS, quanto a erros lógicos na inicialização de forma serial, não em paralelo).

5- Resultado do item 4:
5.1- Com essas opções em fstab, o volume que contém o DOS será verificado na inicialização, mas não será montado.
5.2- O volume que contem o DOS não aparece na interface do usuário (Gerenciador de Arquivos).
5.3- Acredite se quiser, mas nem mesmo o root pode monta-lo, só o usuário poderá faze-lo.
5.4- Logo, a montagem do volume pelo Gparted não funciona (Gparted trabalha em modo root)
5.5- A montagem pode ser feita pelo programa Discos (ele trabalha em modo usuário) mas pode-se esconde-lo dos menus ou desinstala-lo.

6- Comentários finais:
- Obviamente não se vai usar um DOS antigo de 16 bits e sim um DOS de 32 bits.
- Obviamente não vamos usar um DOS para tarefas comuns do dia a dia e sim para rodar ferramentas específicas.
E na minha modesta opinião, muitas boas ferramentas ainda são para o bom o velho DOS.

Acredito que este tópico pode ser útil para alguém.



  


2. Re: Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

Mauricio Ferrari
mauricio123

(usa Slackware)

Enviado em 24/04/2021 - 23:09h


Nunca tinha pensado nisso. Posso até dar uma olhadinha.

___________________________________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento



3. Re: Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

Samuel Leonardo
SamL

(usa XUbuntu)

Enviado em 25/04/2021 - 02:14h

Meu deuso, mas Linux é Turing completo! hahaha Como diria aquele fanboy de windows: Linux instala até numa batata. Dessa vez a batata também instala o DOS.


____________________________________________
https://nerdki.blogspot.com/ acessa aí vai lá, é grátis!
Capeta (demo) do meu trabalho:
https://github.com/cpusam



4. Re: Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

Ricardo Groetaers
ricardogroetaers

(usa Linux Mint)

Enviado em 25/04/2021 - 05:10h

SamL escreveu: Dessa vez a batata também instala o DOS.

Um singelo exemplo de uso do bom e velho DOS:

A figura mostra uma cópia completa de toda a partição Linux Mint de 59,1 GB de tamanho contendo cerca de 9,5 GB de dados, a qual ficou reduzida a 2 arquivos, cujo tamanho total (dos 2 arquivos somados) ficou em apenas 2,9 GB, feita com um programa do DOS.



5. Re: Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

Mauricio Ferrari
mauricio123

(usa Slackware)

Enviado em 25/04/2021 - 12:14h


Maravilha. Ele Compactou 9,5GB de arquivos em apenas 2.9GB. Baita compactação. Que ferramenta é essa?

___________________________________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento



6. Re: Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

Ricardo Groetaers
ricardogroetaers

(usa Linux Mint)

Enviado em 25/04/2021 - 15:23h

mauricio123 escreveu:
Maravilha. Ele Compactou 9,5GB de arquivos em apenas 2.9GB. Baita compactação. Que ferramenta é essa?

Ele compactou uma partição inteira de 59,1 GB numa compactação normal, não foi usada uma compactação media ou alta.
Ele pode compactar em arquivos de tamanho máximo estabelecido pelo usuário.
Se 1 arquivo de cópia não for suficiente, ele criará mais arquivos em corrente.
Observe que um arquivo de cópia tem 2 GB (tamanho máximo designado por mim), como não coube tudo, ele criou mais 1 arquivo, em corrente, que 883,6 MiB foram suficientes.
Isso permite o armazenamento da cópia em sistemas fat (16 ou 32).

Copiar setores não usados (onde só há lixo eletrônico), dados da paginação e da hibernação, são opcionais.
Cópia total nova ou apenas mudanças, ficam a critério do usuário.
Suponha uma hipotética partição de 1 TB de tamanho, que não contenha nenhuma pasta ou arquivo.
A cópia se reduzirá a 1 arquivo de míseros KB, visto que não há dados a serem copiados, apenas informações da partição.
As cópias feitas para unidades óticas (CD, DVD, BD) são automaticamente tornadas inicializáveis pelo programa.
Isso permite a restauração direta pela mídia ótica inicializável sem a necessidade de qualquer sistema operacional.

A restauração pode ser feita para o próprio local de origem, para outro local do mesmo disco ou para outra unidade de disco inclusive unidades de rede.
Na restauração manual (não automática) pode-se designar o tamanho da partição restaurada, ele exibirá uma faixa, para voce escolher, entre um tamanho mínimo e máximo possível.
Permite conservar a entrada MBR original da partição a restaurar ou designar outra entrada MBR para a partição restaurada, desde que a entrada MBR esteja vaga, é claro.
Permite tornar a partição restaurada ativa (caso originalmente não seja) ou desativa-la (caso originalmente seja ativa).

O nome da ferramenta é "Image for DOS" da Terabyte Unlimited Software.
Image para DOS não suporta UEFI.
Tem "Image para Windows" e "Image para Linux", este último eu nunca consegui usar (instalar ou criar uma mídia livre).
Voce pode tentar e me contar como fez.

Os "Image" tem versões gráficas (GUI) ou "semi gráficas" (CUI) mas não precisam de Ambiente Gráfico, a interface já está embutida no programa.
Muita Atenção com os Windows 8 e 10, leia o manual do Image (em inglês) para não acontecer um acidente.

Os programas são pagos, a versão de avaliação vale por 30 dias.
Site:
https://www.terabyteunlimited.com/




7. Re: Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

Mauricio Ferrari
mauricio123

(usa Slackware)

Enviado em 26/04/2021 - 11:21h


OK entendi, bem bacana.

___________________________________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento



8. Re: Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

Cézar Augusto
cizordj

(usa Debian)

Enviado em 26/04/2021 - 11:28h

O grub é muito [*****], depois que eu descobri que ele faz chainloading eu só passei a usar ele no meu molotov


9. Re: Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

Cézar Augusto
cizordj

(usa Debian)

Enviado em 26/04/2021 - 11:38h

Por que você não postou isso em formato de dica? ou artigo?


10. Re: Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

João Cláudio de Alcântara
aguamole

(usa Lubuntu)

Enviado em 26/04/2021 - 11:47h

Existe uma versão do grub chamada de GRUB4DOS.
Esta extinto mas funciona.

CPU i5-8400 GTX 750 SofRaid 4xSSD 16GB DDR4 mesmo assim uso Lubuntu.


11. Re: Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

Mauricio Ferrari
mauricio123

(usa Slackware)

Enviado em 27/04/2021 - 13:14h


aguamole escreveu:

Existe uma versão do grub chamada de GRUB4DOS.
Esta extinto mas funciona.

CPU i5-8400 GTX 750 SofRaid 4xSSD 16GB DDR4 mesmo assim uso Lubuntu.


nunca usei, mas já ouvi falar.

___________________________________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento



12. Re: Grub pode reconhcer o DOS? A solução.

leandro peçanha scardua
leandropscardua

(usa Ubuntu)

Enviado em 27/04/2021 - 22:06h


Um tempo atrás eu tinha pesquisado sobre isso e li q o grub não se dava muito bem c o dos pq o dos é ciumento e quer o hd só p ele e não aceita compartilhar. Então o grub usaria um truque p tapear ele usando chainload, mas infelizmente não tenho curiosidade suficiente p instalar dos no meu computador p saber se funciona.



01 02



Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts