Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

1. Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

Renan
renanrli

(usa Debian)

Enviado em 17/11/2015 - 23:32h


E aí pessoal tudo bem? Criei este tópico para debater o por quê do Ubuntu está deixando de ser tão bom como era.
Obrigado à todos que debaterem.
Att,
Renan


  


2. Re: Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 18/11/2015 - 00:16h

Se vc tem um bom hardware,, só usar versões LTS e não usar milhões de PPA, não terá muitos problemas!
Pelo menos aqui comigo as vezes LTS vão muito bem!



3. Re: Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

Renan
renanrli

(usa Debian)

Enviado em 18/11/2015 - 00:49h

clodoaldops escreveu:

Se vc tem um bom hardware,, só usar versões LTS e não usar milhões de PPA, não terá muitos problemas!
Pelo menos aqui comigo as vezes LTS vão muito bem!



Meu hardware não é dos melhores xD, então qual interface gráfica você recomenda pra mim?
Ele é um Dual Core 1,5ghz
2GB de RAM
Placa de vídeo 2048 MB

Att,
Renan


4. Re: Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

Gabriel Oliveira da Silva
Gabrielz

(usa Arch Linux)

Enviado em 18/11/2015 - 08:02h


Porque a Canonical tá seguindo o exemplo da SEGA (entendeu o trocadilho?)!
A Canonical está querendo levar o Ubuntu ao mundo mobile, como se alguém instalasse e usasse Ubuntu no smartphone... por isso, ela está investindo na interface gráfica Unity e em muitos aplicativos (o navegador de internet, mesmo, parece o navegador do smartphone!).

Estratégia:
Levar mais usuários ao Ubuntu (será que essa equipe não se contenta com mais de 70% de usuários no mundo Linux, cerca de milhões? Agora estão destruindo o desktop, tal como ocorreu com o Windows 8)

Agora o Unity é tão pesado... será que ele roda no meu celular Samsung Galaxy S?


5. Re: Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

Emanuel
manel_

(usa Arch Linux)

Enviado em 18/11/2015 - 08:24h

Não acredito que o Ubuntu está deixando de ser "tão bom como era".
O ubuntu continua sendo uma ótima distribuição.
O que acontece é que qualquer usuário pega de cara instala o Ubuntu 15.x e vem aqui no fórum reclamar de bugs e lentidão.
Isso causa má impressão do sistema.
Quando você adquire um sistema da Microsoft lá vem especificando requisitos mínimos para que o sistema possa funcionar.
Com o Ubuntu não é diferente. Ele está evoluindo juntamente com os hardwares disponíveis no mercado.
Eu usei o Ubuntu 14.04 LTS durante um bom tempo e raramente tive problemas com bugs, travamentos ou lentidões.
De cara instalei o gnome-session-flashback e configurei de acordo as minhas necessidades. Isso é uma das coisas bacanas do Linux.
O Ubuntu continua sendo um ótimo sistema, configurável, rápido etc. Basta continuar sendo um usuário Linux.
Aquele cara curioso que não fica com unity como ambiente gráfico por que não sabe que existem milhões de outros ambientes que podem ser instalados.
Acho que o perfil do usuário tem mudado e por isso muitas reclamações.
O Ubuntu do meu ponto de vista continua sendo uma ótima distribuição e com um ótimo desempenho.
Uso hoje o Arch Linux mais por questão de desafio, aprendizado, curiosidade etc.
Já usei Fedora, Lubuntu, Xubuntu, Slackware, Opensuse etc.



Linux User #555844


6. Re: Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

Andre Ribeiro da Costa
andr3ribeiro

(usa Arch Linux)

Enviado em 18/11/2015 - 08:30h

Gabrielz escreveu:
Estratégia:
Levar mais usuários ao Ubuntu (será que essa equipe não se contenta com mais de 70% de usuários no mundo Linux, cerca de milhões? Agora estão destruindo o desktop, tal como ocorreu com o Windows 8)

+1

A Microsoft mudou radicalmente o Windows com o Metro... Para adaptar (forçar, obrigar) o usuario a se acostumar com uma interface para tela sensíveis ao toque. Porque senão nao venderia o Surface por causa da usabilidade. Ela preparou o terreno com o windows 8 pra vc sentir que precisava de um surface.
O que me deixa um pouco confuso são os usuarios. A interface mudou, o manuseio mudou, a cor do capim mudou... O usuario chorou, reclamou, xingou!!!!! Mas nao trocou. Passou raiva, mas continua usando Windows!
Aqui no VOL mesmo vemos topicos com as frases..... "Nao consigo instalar o chrome no meu ubunto. Estou abandonando o Linux por causa disso...." ou coisas do tipo... As vezes mesmo, por ter baixado versão sem suporte (clodoaldops pira no ubuntu sem suporte, kkk)
Ao mesmo tempo vemos usuarios fiés da Apple. Fanáticos mesmo que nao trocam o SO por nada, e até mesmo aqueles que migram do Windows, enfrentam problemas (as vezes os mesmos, como compatibilidade de softwares) mas encontram alternativas e se sentem bem em pouco tempo....
Será que o que falta é só Marketing? A Microsoft tem o que tem porque as empresas compram Windows, e como as pessoas trabalham com ele, tambem compram (nen sempre.. rs) pra usar em casa. Isso foi graças aquela famosa parceria com a IBM, lá no vale do silício. Empresas compravam IBM, que vinha com SO Microsoft. Hj isso se repete com Dell, HP, etc...
Apple..... bom, nao quero gerar polêmica, mass. Vende muito mais a marca, do que produto. O preço é "Vai que cola!"... e cola!

Sempre semeio o Linux, o Software Livre, a coisa toda, por onde eu posso. Ja tive sucesso e ja tive fracasso. A pessoa Venera a Microsoft, mas puxa um Galaxy S5 do bolso.. Eu dou risada.

Não sei se o desabafo encaixa 100% no tópico, mas ja faz um tempo que tava esse nó na garganta

Agora o Unity é tão pesado... será que ele roda no meu celular Samsung Galaxy S?

rsrsrs, se a comunidade fizer um fork mobile do mate, lxde, xfce... eu tento instalar pra ver...... Mas Unity NÃO!!!!


7. Re: Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

Ruan
ru4n

(usa Debian)

Enviado em 18/11/2015 - 08:35h

O Ubuntu com Unity se tornou um peso morto para máquinas mais simples, principalmente por carregar um cadáver em estado avançado de decomposição chamado compiz e por este fato, máquinas com placa de vídeo onboard não aguenta. Entretanto, dá para aguentar o tranco com uma boa máquina e com uma placa dedicada.

Nos *buntus anteriores ao 11.04, na era do GNOME 2.x o compiz não era obrigatório. Era possível usar em PCs com poucos recursos desabilitando alguns serviços.

Enfim, o motivo do Ubuntu perder tantos usuários é que com o tempo, além do amontoado de bugs (isso é de lei), o Ubuntu não serve mais para ser instalado em PCs mais antigos (na verdade, nem tão antigos assim).


8. Re: Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 18/11/2015 - 08:53h

Num dualcore+2gb eu não usaria ubuntu , kubuntu e nem ubuntu-gnome pq são pesados!
Num dualcore+2gb eu usaria xubuntu ou ubuntu-mate pq usam desktop mais leves e terão melhor desempenho!
No meu netboot (atom-1.6ghz+2gb+160gb) eu usava xubuntu com desempenho melhor que XP.




9. Re: Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 18/11/2015 - 09:37h

Bom dia,

Ao autor do tópico:

O Ubuntu ao meu ver continua sendo uma boa distribuição Linux como sempre foi desde 2004. O problema maior é o que já foi dito por alguns; Unity. Apesar de gostar dele, não ter problemas com ele, se você é do estilo 'personalizar tudo', então o Unity não é pra você. A maioria dos jovens universitários utilizam este S.O. hoje de boa, usam o LibreOffice como sua suíte oficial e tudo o mais nele.

O foco da Canonical hoje é o mundo mobile, e por isso estes 'descasos' vamos dizer assim.

Pra mim hoje, a pior decepção neste universo GNU/Linux chama-se: Fedora. Até a versão 21 se usava de boa; a partir da 22 mudou do 'avesso'....se tornou uma distro tão instável, mal acabada que me obrigou a desistir. A cada dia, um problema. No entanto, há males que vem pra bem. Nisto, e com ajuda de alguns, conheci o CentOS 7 da Red Hat. Isto sim é distribuição 'cabra macho' !! Hoje, o Debian e ele é que são minhas distros oficiais linux. Adeus Fedora.....



Abraço!!

Att,
Jbaf 2015
Debian 8 (MATE), CentOS 7 (KDE)
https://www.centos.org/


10. Re: Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

Renan
renanrli

(usa Debian)

Enviado em 18/11/2015 - 12:06h

Jbaf escreveu:

Bom dia,

Ao autor do tópico:

O Ubuntu ao meu ver continua sendo uma boa distribuição Linux como sempre foi desde 2004. O problema maior é o que já foi dito por alguns; Unity. Apesar de gostar dele, não ter problemas com ele, se você é do estilo 'personalizar tudo', então o Unity não é pra você. A maioria dos jovens universitários utilizam este S.O. hoje de boa, usam o LibreOffice como sua suíte oficial e tudo o mais nele.

O foco da Canonical hoje é o mundo mobile, e por isso estes 'descasos' vamos dizer assim.

Pra mim hoje, a pior decepção neste universo GNU/Linux chama-se: Fedora. Até a versão 21 se usava de boa; a partir da 22 mudou do 'avesso'....se tornou uma distro tão instável, mal acabada que me obrigou a desistir. A cada dia, um problema. No entanto, há males que vem pra bem. Nisto, e com ajuda de alguns, conheci o CentOS 7 da Red Hat. Isto sim é distribuição 'cabra macho' !! Hoje, o Debian e ele é que são minhas distros oficiais linux. Adeus Fedora.....



Abraço!!

Att,
Jbaf 2015
Debian 8 (MATE), CentOS 7 (KDE)
https://www.centos.org/



Também acho o Unity um peso, mas assim, eu digo que não é bom como era, porque antes eu instalava ele de boa, sem bugs, sem problemas e tal, hoje em dia quando o instalo no meu Computador, eu só fico com dor de cabeça. E por que você não gosta do Fedora? Uso ele como minha distro principal e nunca tive problemas.



11. Re: Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 18/11/2015 - 12:13h

Eu comecei a usar o Ubuntu na versão 9.x com o bom e velho Gnome2 e naquela época já notava alguns bugs chatinhos que eram bem irritantes. Mas fui insistindo no Ubuntu até a versão 10.04 LTS por aprendizado mesmo, eu até gostava quando surgia problemas pra resolver, pois me forçava a ir atrás das repostas e consequentemente do conhecimento sobre Linux.

Daí lançaram o famigerado Unity na versão 12.04 (na verdade lançaram antes na 11.x, eu acho, mas eu só instalava mesmo a versão LTS), com uma proposta inovadora e até bem interessante, mas infelizmente não rodava satisfatoriamente no meu Hardware. Então tive que migrar para o Debian, e foi só alegria com a sua tão famosa estabilidade. Ainda sim continuei observando de perto o desenvolvimento do Ubuntu/Unity e pelas minhas impressões vejo que a versão 14.04 LTS está excelente em comparação com as versões anteriores, muito melhor que quando o Unity foi lançado e até mais estável que a versão 10.04 e 12.04. Agora, não adianta querer que o Ubuntu "atual" rode 100% numa máquina antiga/fraca, é claro que vai ficar ruim!!!

Portanto, não vejo que o Ubuntu está decaindo, pelo contrário, está desenvolvendo ideias bem interessantes e evoluindo bastante nos últimos anos. Mas.... ainda tem problemas, é claro!!! :\

A questão é que o Ubuntu tem perdido a sua hegemonia (em termos de popularidade) no mundo Linux, muitos usuários, desgostosos com as mudanças que o Ubuntu implementou, migraram para outras distros, principalmente para o Mint. Passando, talvez, essa impressão de que o Ubuntu está em decadência, o que não acho que seja verdade (por enquanto!).

E é o que eu sempre digo: "sabendo usar não vai quebrar, o maior bug do sistema fica entre o monitor e o assento!"


12. Re: Por que o Ubuntu hoje em dia está deixando de ser tão bom como era?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 18/11/2015 - 12:38h

Boa tarde,

"...E por que você não gosta do Fedora? Uso ele como minha distro principal e nunca tive problemas. "*

* Fugindo um pouco seu tópico, porém cordial em responder sua pergunta...

Eu estava relutante em acreditar no que alguns colegas aqui do VOL me alertavam sobre este sistema, o Fedora, ser uma plataforma de testes da RHEL.

Fedora é muito interessante para testar tecnologias, mas para produção precisa de certos cuidados e até "sorte", para que algo que utilize não mude/quebre. Não que a distribuição não tenha qualidade(Tem muita), mas mudanças no Fedora é algo esperado.

Algo que noto com o Fedora, ao menos desde o 11, é que a versão estável anterior a atual(Seja ela qual for), em geral apresenta menos problemas e é mais estável (Mais tempo desde o lançamento e menor numero de alterações com o passar do tempo), porem o suporte fica na pratica em +-6/7 meses se usar sempre a versão anterior.

Se o 21 lhe atende bem, eu ficaria com ele ate o 22 estabilizar para atualizar ou partiria para o CentOS/Scientific Linux, caso queira/precise de um ambiente mais previsível.


Palavras de um grande observador/conhecedor (Eris Ribeiro).

Veja: http://www.vivaolinux.com.br/topico/Red-Hat-Fedora/Fedora-22-Problema-serio

Comprei a idéia, parti e não me arrependo. Um outro colega diz o seguinte: "O CentOS é o Slackware da Red Hat."
Te garanto se for "experimentar", tu não volta ao Fedora que aliás, irmão do CentOS.


Abraço!!

Att,
Jbaf 2015
Debian 8 (MATE), CentOS 7 (KDE)
https://www.centos.org/



01 02



Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts