Por que desfragmentar as partições do Windows antes de instalar o Linux?

1. Por que desfragmentar as partições do Windows antes de instalar o Linux?

Carlos Guilhem
carlos.guilhem

(usa Outra)

Enviado em 15/08/2009 - 09:57h

1) Por que preciso usar o desfragmentador do Windows antes de instalar o Linux em um sistema de dual boot, e redefinir os espaços usados por um e outro sistema operacional através do GParted (do Linux) ou outro programa?

2) Em que os arquivos fragmentados do sistema operacional Windows existente em uma partição C , por exemplo, podem afetar a continuidade do uso do Windows em dual boot com o Linux?

3) O não uso do desfragmentador do Windows antes de instalar umas das distros (distribuições) do Linux pode afetar o desempenho deste último após ser instalado?




  


2. Re: Por que desfragmentar as partições do Windows antes de instalar o Linux?

André
andrezc

(usa Debian)

Enviado em 15/08/2009 - 10:08h

Bom, vo dar um exemplo a você de como funciona, esse é seu HD :

|||||||||||||||||||||||||||||||||||||||


Ai você apagou umas fotos, uns videos, ele ficou assim :

|||| |||||||||||| ||||||||||||

Os dados irão demorar MUITO mais a ser lido, o que o desfragmentador faz :

Ele deixa os dados mais "perto" um dos outrs, para uma leitura e desempenho mais rápido e qualificado.

Bom, acho que isso responde a sua pergunta, é altamente recomendavel e desfragmentação.


3. Re: Por que desfragmentar as partições do Windows antes de instalar o Linux?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 15/08/2009 - 10:10h

é recomendado que desfragmente, pois o windows costuma espalhar dados em todo disco.
fazendo isso vc irá junta-los e não correrá o risco de subscrever nada.
o gparted tem uma função que se tiver algo no espalhado disco ele não reparticiona,
mais é sempre bom faze-lo.
Não irá afetar em nada o uso do linux ....


4. Particionamento

Laudivan Freire de Almeida
laudivan

(usa Debian)

Enviado em 15/08/2009 - 10:18h

Os arquivos gravados na sua partição do windows podem estar em diferentes posições (no ínicio, no meio, no final, xy, etc) se, durante a instalação, você for obrigado a redimensionar essa partição para caber o linux, arquivos que estejam com partes no final da partição(por exemplo) podem vir a ser corrompidos, ou mesmo perdidos. O processo de desfragmentação pões todos os arquivos ordenados no início da partição evitando isso.
O ideal é que você execute a desfragmentação em modo de segurança do contrário outro processos que gravam em disco podem atrapalhar.
O PartitionMagic é ótimo para redimensionar e mover partições, com ele você não precisa desfragmentar os arquivos, mas se não o fizer o processo de redimensionamento pode ficar mais demorado.


5. Re: Por que desfragmentar as partições do Windows antes de instalar o Linux?

Rodrigo Mendes Pasini
rodrigo8819

(usa Ubuntu)

Enviado em 15/08/2009 - 10:23h

É bom desfragmentar o disco antes de fazer qualquer coisa no disco (particionamento, redimensionamento,etc) pois ao fazer um particionamento por exemplo o particionador precisa de espaço livre no disco, se os dados estiverem todos fragmentados por todo o disco ficaria mais susceptível a falhas, erros ou perda de dados.

A fragmentação vai afetar em desempenho, pois será mais demorado a leitura de dados em um hd fragmentado independente de ser usado o dual boot ou não

O não uso do desfragmentador pode acarretar perda de dados e uma lentidão no sistema Windows, essa lentidão independentemente de ser dual boot ou não.


6. Re: Por que desfragmentar as partições do Windows antes de instalar o Linux?

Sergio Teixeira - Linux User # 499126
Teixeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 15/08/2009 - 12:12h

Vou tentar explicar - não melhor, porque os colegas explicaram muto bem - porém de uma forma diferente.

O PROCESSO:
Seu Hd tem início, meio e fim. Correto?
Acontece que o Windows "acha" que o HD pertence totalmente a ele, e desde o primeiro momento de sua instalação ele sai gravando coisas no princípio, no meio e no fim do disco, isso desde a instalação.
Não estou dizendo que isso seja um "erro", apenas que para o windows isso é altamente conveniente e até útil.
Mais ou menos no meio do HD ele reserva uma grande área que normalmente não pode ser movida, e vai gravando coisas no final do HD, e daí, se for conveniente ele as remanejará.

FRAGMENTAÇÃO:
"Fragmento" significa "pedaço".
à medida em que os dados ou arquivos vão sendo apagados, ficam como que "buracos" disponíveis para gravação.
E para não demorar no processo de escrita, o windows vai enfiando aí pedaços do novo arquivo que se está gravando no momento. Não coube? Segue para o próximo "buraco", e assim por diante (*).
Entretanto, essa técnica aparentemente vantajosa (pelo menos na escrita) tem também suas desvantagens, mais notadas quando o disco está ficando cheio:
Todo esse processo requer que os endereços de cada fragmento esteja bem documentado. E isso gasta espaço, memória e recursos da cpu.
Quando vamos ler essas informações, estando o Hd cheio ou quase, notaremos uma certa lerdeza, provocada pelo espaço restrito, pela imensa necessidade de processamento para identificar onde começa e termina cada pedaço, e por aí vai.

LINUX:
As partições linux não encontrarão um espaço "sadio" para a sua instalação. Elas irão fatalmente sobrepor-se aos dados gravados pelo windows ao final do disco e possivelmente afetarão a própria swap (também do windows, já que está localizada mais ou menos no meio, mas que ocupa várias outras posições diferentes).
Se isso acontecer, o windows poderá deixar de funcionar, ou na melhor das hipóteses funcionará de forma deficiente.

MBR:
O master boot record (registro-mestre de boot) também é algo que o windows interpreta como sendo somente "seu".
Portanto, se não atentarmos para esse fato, não teremos nem o windows (porque estará corrompido) e nem o linux...
Mas como todos nós já sabemos disso, não é bem um "problema".
Problema mesmo é quando nos esquecemos desse pequeno detalhe.

(*) Nota-se esse fenômeno com maior clareza ao intalarmos qualquer versão do windows anterior ao XP.
Basta para isso acabar de fazer a instalação mais simples possível e logo em seguida executar o Defrag, que é o programa desfragmentador da MS.







7. Re: Por que desfragmentar as partições do Windows antes de instalar o Linux?

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 15/08/2009 - 17:27h

Teixeira,
a enciclopédia da informática !!!!!


8. Re: Por que desfragmentar as partições do Windows antes de instalar o Linux?

Alberto Federman Neto.
albfneto

(usa Sabayon)

Enviado em 15/08/2009 - 18:59h

é como o Junior e o teixeira falaram... += assim:

os dados win são assim || e os linux são *******

desfragmentado antes vai ficar assim...

||||||||||||||||||*********************************
limpinho, pq ta assim:
||||||||||||||||||

OK?
agota ta fragmentado e vc tenta instalar, ta assim:

|||||| |||| |||||| ||||| |||

e vc tenta instalar, fica assim:

||||||******************||||*********| ****** ********|||
percebeu, além dele colocar m pedaço em cada lugar, existe o risco que os dados Win sejam danificados!!!