"eth0" não existe. [RESOLVIDO]

1. "eth0" não existe. [RESOLVIDO]

Rafael Silveira Fernandes
OxLinux

(usa Slackware)

Enviado em 19/06/2021 - 11:53h

Não consigo iniciar o MySQL e nem o Apache porque o sistema pede por um tal de "eth0", só que esse dispositivo não existe no meu sistema.
Dei "ifconfig" no terminal e só apareceram os dispositivos "wlp0s29f7u4" (roteador) e "ens133" (ethernet), como eu configuro isso?
Eu deveria tornar algum desses dispositivos existentes o "eth0"?
Eu já procurei em todos os lugares a resposta pra isso e não acho, por favor, me ajudem.


  


2. Re:

Giovanni  M
Giovanni_Menezes

(usa Void Linux)

Enviado em 19/06/2021 - 13:15h

Vai ter que atualizar as configurações para "ens133" ao invés de "eth0"

Agradeça a esse transtorno aos desenvolvedores idiotas que mudaram a nomenclatura para poder "facilitar a sua vida"



3. Re: "eth0" não existe. [RESOLVIDO]

Daniel Lara Souza
danniel-lara

(usa Fedora)

Enviado em 19/06/2021 - 13:43h


o Linux passou a utilizar um novo mecanismo para nomenclatura das interfaces de redes, denominado Predictable Network Interface Names. O objetivo da nova nomenclatura foi solucionar problemas reais decorrentes da generalização dos nomes tradicionais que utilizavam o formato ethX (ethernet), wlanX (wireless), etc.

O problema da nomenclatura tradicional é que as interfaces de mesma natureza recebem seus nomes do kernel de maneira sequencial (no formato eth0, eth1, eth2, etc...) assim que elas são consultadas pelo driver. Ocorre que o mecanismo de comunicação entre o driver e a interface não é previsível, o que implica na possibilidade de alteração nos nomes das interfaces durante o processo de boot de máquinas que tenham múltiplas interfaces de rede em caso de atualização de hardware. Essa situação traz riscos de segurança em ambientes que tenham scripts de firewall que foram baseados nos nomes tradicionais.

Obs.: O leitor pode fazer um teste rápido para verificar essa situação usando um liveCD em máquina que tenha duas interfaces de rede. Repare que a indexação das interfaces ocorre de forma aleatória a cada boot. Em sistemas devidamente instalados os nomes permanecem persistentes depois de atribuídos pelo kernel até que haja alguma alteração de hardware que demande nova reindexação.

O novo mecanismo de nomenclatura traz suporte nativo a diferentes políticas para nomeação das interfaces de rede, a destacar:

Nomes Indexados via Firmware/BIOS On-Board
Nomes Indexados via Firmware/BIOS PCI Express
Nomes Indexados via Localização Física do Hardware
Nomes Indexados via Endereço Físico (MAC)
Nomes Clássicos Nativos do Kernel (Imprevisíveis)

Todas essas políticas são utilizadas em conjunto, de forma que a primeira política será adotada caso as informações do firmware on-board estejam disponíveis, seguida pela segunda política caso as informações do firmware PCI estejam disponíveis, seguida pela terceira política se disponível, seguida da quinta política caso contrário. A quarta política não é utilizada por padrão, a menos que seja explicitamente configurada pelo administrador. Por exemplo, possíveis nomes de interfaces baseados na primeira, segunda, terceira, quarta e quinta políticas, respectivamente, seriam: eno1, ens1, enp2s0, enx78e7d1ea46da e eth0.

FONTE : http://labcisco.blogspot.com/2015/11/nova-nomenclatura-de-interfaces.html





4. Re: "eth0" não existe. [RESOLVIDO]

Rafael Silveira Fernandes
OxLinux

(usa Slackware)

Enviado em 19/06/2021 - 16:01h

Não sei exatamente como, mas mexi tanto que consegui criar o tal do "eth0".
Eu configurei como mandou essa página: https://wiki.gentoo.org/wiki/Handbook:X86/Full/Networking#Getting_started
O problema é que eu tive que plugar o cabo ethernet de volta e não achei outra solução além disso, porque antes eu estava pelo wi-fi.