Prezados(as)...acho que não me expressei bem...preciso de orientação para usar a BIOS... [RESOLVIDO]

1. Prezados(as)...acho que não me expressei bem...preciso de orientação para usar a BIOS... [RESOLVIDO]

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 14/10/2016 - 12:44h

Prezados(as)...sou o peixe67...Porque não podemos conversar sobre como colocar a indicação da BIOS para aceitar o modelo de particionamento ms-dos de quatro partições primárias, para que , assim possa utilizar uma extendida, que seria a quarta, aonde criaria as partições lógicas. Acontece que a minha placa mãe ASUS sabertooth 990FX R2.0 precisaria de uma nova escolha na BIOS , para que pudesse colocar esse modelo de particionamento. Quando escolho este modelo pelo disco do ubuntu ele muda para o modo 'gpt' e fico perdido até então...Caso saibam e possam me ajudar agradeceria esta força...peixe67


  


2. MELHOR RESPOSTA

M.
XProtoman

(usa Fedora)

Enviado em 14/10/2016 - 19:28h

peixe67 escreveu:

Prezados(as)...sou o peixe67...Porque não podemos conversar sobre como colocar a indicação da BIOS para aceitar o modelo de particionamento ms-dos de quatro partições primárias, para que , assim possa utilizar uma extendida, que seria a quarta, aonde criaria as partições lógicas. Acontece que a minha placa mãe ASUS sabertooth 990FX R2.0 precisaria de uma nova escolha na BIOS , para que pudesse colocar esse modelo de particionamento. Quando escolho este modelo pelo disco do ubuntu ele muda para o modo 'gpt' e fico perdido até então...Caso saibam e possam me ajudar agradeceria esta força...peixe67

Boa noite a todos, olá peixe67,

Tenho uma Sabertooth 990FX também, acho que a minha é um modelo mais antigo, com BIOS 1604.

Essa placa mãe se eu não me engano você pode iniciar discos e qualquer coisa tanto em modo UEFI, quanto em modo BIOS, sem que para isso seja necessário perder tempo mudando alguma coisa.

Não tenho muita experiência com o Ubuntu, mas se você iniciar o instalador de algumas distribuições em modo BIOS essa distribuição lhe permitirá instalar um sistema em modo BIOS. Traduzindo para com xará de placa mãe: Na hora de você escolher em que dispositivo dar boot para instalar alguma distro escolha o nome do dispositivo, se eu não me engano quando coloco por exemplo um Pendrive com o Instalador do Fedora surge uma opção adicional que está relacionada a BOOT com UEFI, é só escolher com atenção o nome do dispositivo, exemplo "Sandisk Cruzer Blade". Pode ser também algo que considero um BUG do Ubuntu, mas acho mais fácil ser a questão mesmo de escolha na hora de dar boot no dispositivo com o Instalador dele.

Sou partidário tanto do UEFI, apesar dos pesares, quanto do particionamento GPT, acho um desperdício você não querer utilizar, principalmente se seus sistemas suportam, caso vá fazer dual boot. A não ser que algum sistema seu não permita boot em GPT/UEFI ou por interesse exclusivo seu de realmente continuar com BIOS, acho que você deveria utilizá-los. Algumas vantagens do GPT:
* Você pode criar várias partições primárias, parece que o limite em alguns casos chega a 128;
* Os dados de particionamento são gravados no final e no início do disco, se por acidente ou por falha de software ou hardware o início do seu HD, onde são abrigadas as informações do particionamento, for perdido você ainda pode recuperar esse particionamento em GPT;
* Em alguns casos o boot pode ser mais rápido;
* Algumas placas de vídeo que estão e vão sair no mercado parece que só vão ter suporte a máquinas UEFI;
* É algo novo, é interessante testar e até ajudar a comunidade a testar essa nova tecnologia.

Apesar de possuir apenas Fedora já cheguei a utilizar Windows e Linux em UEFI com GPT sem problemas, o único lado contra talvez é o fato de você ter que acessar a "SETUP" para escolher o Sistema que vai iniciar, questão de apertar uma tecla, depois clicar e selecionar. Infelizmente para quem é acostumado em selecionar pelo GRUB é um passo a mais, porém considero mais vantajoso que BIOS. Caso tenha família, divida o computador com alguém e essa ou essas pessoas prefiram usar o Windows, você pode na SETUP da Sabertooth escolher o Windows como sistema que vai iniciar por padrão, depois de todos os sistemas instalados.

Não sei se você tem experiências com particionamento utilizando terminal, existe uma ferramenta excelente de particionamento GPT chamada "gdisk". Vou aguardar o seu feedback.

Boa sorte.

PS: Um lado contra UEFI que não falei é que os arquivos de inicialização do Linux, podem ser de alguma forma comprometidos se outro sistema operacional, por exemplo Windows, for comprometido, provavelmente por isso existe o "Secure Boot".

OBS: Se o disco já estiver particionado em GPT será necessário "destruir", remover o GPT desse disco para você fazer o particionamento MBR, pode ser que o instalador do Ubuntu tenha opção por MBR e resolva isso.

____________________
“Mas nós sabemos que a razão de a maioria estar aqui, é a nossa afinidade com a desobediência!” (Morpheus)

3. eu entendo o que disse e digo que.....

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 16/10/2016 - 06:34h

no cd do ubuntu fedora, korora ubuntu mate etc, existe a ferramenta gparted que particiona com o modelo de particvionamento ms-dos, mas já aconteceu comigo que automaticamente o modelo muda para gpt após ter feito todo o trabalho de particionamento. eu estou usando assim...windows 8.1, com partição base, partição base (500MB) e sda1 windows 8.1 depois particiono em ms=dos e crio a quarta partição extendida e linux-swap, depois tres raízes/ e a última /home para monitorar a três primeiras ráizes. Talvez seja o modo como particiona que esta dando errado. mas ainda acho que preciso mudar algo na BIOS...mas agradeço sua ajuda....forte abraço.....peixe67