prezadíssimos(as) Srs(as) [RESOLVIDO]

1. prezadíssimos(as) Srs(as) [RESOLVIDO]

Marcelo da Silva Simão
peixe67

(usa XUbuntu)

Enviado em 13/07/2016 - 14:42h

Podem me dar informação se a placa mãe gigabyte que mencionei em tópico anterior, no caso a 78LMT-S2, pode suportar distros linux já bem atualizadas , tipo o rosa fresh 7 de 2016 e o Korora 23 de 2016 e o ubuntu mate de 2016, também? tenho 16GB DDR3, e pensei que talvez o problema seja que esta placa mãe, por ter o dispositivo UEFI na BIOS, não suportaria distros linux junto com dispositivos da microsoft, ou melhor, suportaria apenas softwares da microsoft, windows 8 ou 10 ou os dois lado a lado. OU que talvez a placa mãe não suportaria 16MG DDR3. O que poderia me ajudar sobre o que vcs sabem? aguardo seu contato e agradeço muitíssimo a sua colaboração, Senhores(as)....peixe67


  


2. MELHOR RESPOSTA

Alberto Federman Neto.
albfneto

(usa Sabayon)

Enviado em 13/07/2016 - 19:49h

a placa mãe não suportaria 16MG DDR3.


Isso geralmente não ocorre.... a placa mãe tem um "Socket", onde encaixa o processador, determinado tipo. e tem os slots de memória.... se os slots aceitam DDR3 até esse tamanho, se o micro veio com 16 giga de RAM é porque aceita, senão nem boot dava...

acabei de olhar essa placa mãe é socket AM3+, para Phenon e Athlon AMD, os slots são DDR3, e suporta até 16, em dois slots de 8.

http://www.gigabyte.com/products/product-page.aspx?pid=4311#dl

o que estou estranhando nessa placa é a UEFI. Essa placa não usava UEFI,ela usava Award BIOS.

http://overbr.com.br/hardware/mini-review-gigabyte-ga-78lmt-usb3
http://www.tomshardware.com/answers/id-1837207/install-uefi-bios-gigabyte-78lmt.html

Por favor, s ejá tiver algum linux no micro, poste as saídas deste comandos:


sudo dmidecode -t -2
sudo dmidecode | grep -i socket
sudo dmidecode | grep -i ‘Base Board Information’ -A4 -B1


Porque ? o que exatamente quer fazer? em teoria, essa placa aceita qualquer linux e qualquer windows
não está conseguindo particionar seu HD?

em suas mensagens anteriores fala que tem que por o windows nas partições lógicas, geralmente só funciona bem nas primárias;

e ainda , acho (embora meus micros não tem UEFI, eles são mais antigos, e o mais novo, eu não quiz UEFI nele)

que com UEFI, todos os HD são GPT, e GPT práticamente não tem limite de partições primárias, acho que são mais de 100.
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Albfneto,
Ribeirão Preto, S.P., Brasil.
Usuário Linux, Linux Counter: #479903.
Distros Favoritas: Sabayon, Gentoo, openSUSE, Mageia e OpenMandriva.

3. ok professor(a)...mas o caso é o seguinte...

Marcelo da Silva Simão
peixe67

(usa XUbuntu)

Enviado em 14/07/2016 - 14:53h

Tenho dois HDs 500Gb e 1 tera BYte.
1) posso criar qualquer partição NTFS para instalar windows...mas...
2)após ter criado, com o dvd do ubuntu , o melhor meio, com o gparted, para criar partições linux swap e EXT4, no total de tres raízes e uma /home para monitorar.
3) se posso utilizar o modelo de particionamento 'gpt' por que ao tentar selecioná-lo com este veículo gparted ele fixa somente o modelo ms-dos...assim como está escrito. E existem vários modelos de particionamento. como não conheço nada além do dos para Linux...uso este, mas.....
4) Conforme já tinha comentado esta placa mãe tem o chamado UEFI, que é a unidade usada para particionar windows, e neste caso. somente windows.pois....
5) quando preparo as partições lógicas e a principal, e primeira a extendida, ao reiniciar o rosa fresh 7 instalado ele não boota e sim o windows que está instalado, e ao verificar no windows em gerenciamento de disco todas as partições lógicas criadas se tornam primárias até o swap, contrariando todo o particionamento que fora executado conforme disse anteriormente. Neste caso creio que , realmente o modelo de particionamento está incerto. Acho, na verdade que mais parece o 'gpt'.
6) Agradeço a sua colaboração, pois me ajudou muito e acho que nesta placa mãe com "UEFI" não será possível colocar Linux conjuntamente...muito obrigado......peixe67


4. caros(as) amigos(as)....vou fazer o seguinte...

Marcelo da Silva Simão
peixe67

(usa XUbuntu)

Enviado em 18/07/2016 - 07:52h

pretendo disntalar o windows 10 e colocar o windows 8 e tentar ver se aceita o pareamento do Linux...eu creio que o windows 10 precisa de mais atualizações de sistema para que possa parear com o linux. O que acham?


5. Re: prezadíssimos(as) Srs(as) [RESOLVIDO]

Jonathan
hallsmoreno

(usa Slackware)

Enviado em 01/09/2016 - 13:04h

Você postou uma dúvida sobre Linux num fórum do BSD rsrsrs

Mas vamos lá:
1. As placas-mãe com UEFI vêm com uma opção já ativada por padrão chamada 'Secure Boot', que em teoria protege o sistema contra vírus que iniciem no firmware do computador. Não sei se o Ubuntu suporta (acho que sim), mas desative essa opção e também desative o Fast Boot.

2. O Windows 10 é perfeitamente compatível com partições GPT. Não existe essa de o Windows não aceitar outros Sistemas Operacionais, porque isso é tarefa da MoBo e não do sistema. O que acontece, normalmente, é que quando se instala o Windows depois da distro Linux, ele sobrescreve a partição EFI, e aí seu gerenciador de boot não lista as distros Linux instaladas. Isso pode ser consertado facilmente de duas formas: (a) instalar o Linux depois do Windows, e aí no final o GRUB [ ou ELILO, etc] passa a gerenciar o boot do computador; ou (b) usar um Live-CD de qualquer distribuição e instalar o GRUB por cima do boot da Microsoft.

3. Não sei dizer como é feita a instalação do Windows 10 em partições GPT (tem tempos que desinstalei o W10 daqui do notebook), mas o Google tá aí pra isso... O resto o Ubuntu faz sozinho: https://youtu.be/-3YnsQ5-qjw

Boa sorte ;)






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts