Telegram Installer

Publicado por Perfil removido (última atualização em 22/02/2016)

[ Hits: 1.505 ]

Download telegram_installer.sh




Você conhece o Telegram né?

Este  script é minha primeira contribuição ao site. Ele basicamente baixa a última versão do Telegram (e do Telegram Updater) para o seu PC e instala ele para você. O script foi testado no Debian Jessie e Ubuntu, mas deve funcionar em todas as distribuições já que não é amarrado a um formato de pacote (deb, rpm etc) nem faz uso de nenhum installer como APT ou YUM.

Após a instalação, o telegram vai estar disponível apenas digitando telegram no terminal. Para atualizar a versão, você pode simplesmente usar o sudo ou entrar como root para o comando telegram-updater

P.S.: caso você não possua, é necessário que você tenha o sudo instalado e habilitado para o usuário que você está utilizando.

Agradeço qualquer ajuda ou atualização, o script está disponível no github em: https://github.com/gustavohmsilva/telegram_installer

  



Esconder código-fonte

#!/bin/bash
cd /tmp
wget https://tdesktop.com/linux
tar -xf linux
cd Telegram
mv Telegram telegram
mv Updater telegram-updater
sudo cp telegram /usr/local/bin/ && sudo cp telegram-updater /usr/local/bin/
cd ~
telegram

Scripts recomendados

Script de iniciação do servidor Nagios no Slack

Instalador do Lazarus

Obter lista de cidades do IBGE

Instalação do LibreOffice3.5.3 via dpkg

Theme para fluxbox


  

Comentários
[1] Comentário enviado por lcavalheiro em 02/03/2016 - 00:29h

Desculpa a sinceridade... esse script vai dar chabu. Quando o usuário atualizar o Telegram, o executável atualizado vai estar em $HOME/.local/bin. O correto para esse script seria criar esse diretório, adicioná-lo ao $PATH e descompactar o tarball do Telegram nesse diretório. Isso tem a vantagem de não precisar dessa porcaria insegura chamada sudo.
--
Dino®
[i]Vi veri universum vivus vici[/i]
Public GPG signature: 0x246A590B
Só Slackware é GNU/Linux e Patrick Volkerding é o seu Profeta

[2] Comentário enviado por lcavalheiro em 02/03/2016 - 00:31h

Mas eu gostei da iniciativa. Meus parabéns pelo esforço e pela contribuição. Sério mesmo.
--
Dino®
[i]Vi veri universum vivus vici[/i]
Public GPG signature: 0x246A590B
Só Slackware é GNU/Linux e Patrick Volkerding é o seu Profeta

[3] Comentário enviado por removido em 02/03/2016 - 08:07h

Características cara! Você tá certo! Eu vou corrigi-lo e mando uma atualização em breve... Eu vou ter que criar um syslink sem a caixa alta para cada um dos binários...

Pergunta: Não queria porém mexer no path do usuário com o script... Isso seria mais ruim do que simplesmente criar syslinks dentro de /usr/local/bin?

[4] Comentário enviado por lcavalheiro em 03/03/2016 - 16:15h

O problema é quando atualizar o Telegram. O atualizador vai colocar os executáveis em $HOME/.local/bin o usuário gostando ou não disso. Normalmente esse diretório já está no $PATH mesmo, então é uma mudança indolor. Isso é como o Telegram funciona, esse lance de colocar os executáveis em $HOME/.local/bin - e eu apóio esse método porque não requer uso de sudo, um potencial ferrador de sistemas.
--
Dino®
[i]Vi veri universum vivus vici[/i]
Public GPG signature: 0x246A590B
Só Slackware é GNU/Linux e Patrick Volkerding é o seu Profeta

[5] Comentário enviado por removido em 03/03/2016 - 16:43h

Interessante seu ponto de vista... Entendo que o Sudo pode dar vazão para algumas tretas... O que você sugere de alteração para o script então? talvez eu deva abandonar de vez a ideia de /usr/local/bin e jogue para ~/.local/bin e só crie syslinks para deixar de precisar do T maiúsculo para ser executado... Que acha?

[6] Comentário enviado por lcavalheiro em 03/03/2016 - 20:34h

Assim, um script instalador do Telegram precisa rigorosamente fazer poucas coisas:
1) Baixar o tarball;
2) Descompactá-lo em $HOME/.local/bin
3) Rodar o Updater
4) Editar o $HOME/.local/share/applications/telegramdesktop.desktop
5) Atualizar a base de dados dos arquivos .desktop

Para baixar o tarball e descompactá-lo você já resolveu o problema, basta apontar que a descompactação tem que colocar os arquivos Telegram e Updater no $HOME/.local/bin. Não tem problema eles estarem com inicial maíuscula. Após a descompactação, é preciso rodar o Updater para garantir que a versão mais atual do Telegram estará instalada. Depois, é preciso editar o $HOME/.local/share/applications/telegramdesktop.desktop pelas razões expostas em https://www.vivaolinux.com.br/dica/Telegram-Desktop-parou-de-funcionar-apos-atualizacao-ou-troca-de-... - um uso bem criativo do comando sed resolve isso. O próximo passo é descrito na mesma dica.
--
Dino®
[i]Vi veri universum vivus vici[/i]
Public GPG signature: 0x246A590B
Só Slackware é GNU/Linux e Patrick Volkerding é o seu Profeta

[7] Comentário enviado por lcavalheiro em 06/03/2016 - 21:04h

Ou, de um jeito mais simples...

#!/bin/bash

# Permite alterar versão e diretório destino do download no momento de invocação do script
VERSION=${VERSION:-0.9.28}
DESTDIR=${DESTDIR:-$(pwd)}

# Verifica se existe $HOME/.local/bin, cria se não existir
if [ ! -d "$HOME/.local/bin" ] ; then
mkdir -p $HOME/.local/bin
fi
# Adiciona $HOME/.local/bin ao $PATH do usuário
if [ -z "$(echo $PATH | grep .local/bin)" ] ; then
echo 'export PATH=$PATH:$HOME/.local/bin' >> $HOME/.profile
. $HOME/.profile
fi

# Faz o download do arquivo na versão $VERSION em $DESTDIR
wget "https://updates.tdesktop.com/tlinux/tsetup.${VERSION}.tar.xz" -O "${DESTDIR}/tsetup.tar.xz"

# Descompacta os executáveis Telegram e Updater em $HOME/.local/bin
cd "${DESTDIR}"
tar xvf tsetup.tar.xz --strip-components 1 -C $HOME/.local/bin

Pronto. Simples assim. O comando "Telegram" vai iniciar o Telegram pela primeira vez, e a partir daí é só alegria.

--
Dino®
[i]Vi veri universum vivus vici[/i]
Public GPG signature: 0x246A590B
Só Slackware é GNU/Linux e Patrick Volkerding é o seu Profeta

[8] Comentário enviado por removido em 07/03/2016 - 10:02h

lcavalheiro, tinha que ser usuário de Slackware mesmo brother! Quando crescer quero ser que nem você! Estou eu aqui estudando pra LPI sofrendo igual o cão e tu me solta um script deste... que massa brother! Eu acho que eu aguentei usar o Slackware durante 12 horas no máximo quando instalei anos atrás e até hoje tenho medo dele kkk... Estava aqui lendo para fazer esse script funcionar segundo suas dicas e pipoca esse comentário seu já com ele pronto. Muito maneiro cara, muito maneiro mesmo! Que que você acha? Deixa nos comentários dessa forma o pessoal vê, ou eu tiro meu script e você joga aqui no site?

[9] Comentário enviado por lcavalheiro em 07/03/2016 - 10:27h

Deixa o meu script nos comentários e aprimora o seu. Até porque dos passos que eu numerei eu não coloquei os passos 4 e 5. Fica como exercício :-)

--
Dino®
[i]Vi veri universum vivus vici[/i]
Public GPG signature: 0x246A590B
Só Slackware é GNU/Linux e Patrick Volkerding é o seu Profeta


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts