ranger - Prático gerenciador de arquivos em modo texto

Publicado por Uberlan em 17/11/2014

[ Hits: 6.616 ]

 


ranger - Prático gerenciador de arquivos em modo texto



Olá, pessoal.

Hoje trago a dica de mais uma ferramenta para terminal. É um gerenciador de arquivos peso-leve, mas que pode agilizar muito tempo, principalmente para quem lida com códigos o tempo todo. Estou falando da ferramenta ranger.

Criada em 2010 pelo alemão Roman Zimbelmann e está na versão 1.6.1.
Linux: ranger: um prático 
gerenciador de arquivos em modo texto

Para instalar ranger no Ubuntu, use os comandos:

sudo apt-get install ranger

Pelo Git:

sudo git clone https://github.com/hut/ranger.git
cd ranger
sudo make install

Muito fácil de usar, basta digitar ranger no terminal e usar o teclado direcional para navegar entre pastas e arquivos.

Outra função que particularmente gosto muito, é a visualização instantânea do conteúdo de arquivos, incluindo arquivos compactados. Para isso, seu sistema já precisa ter instalado os seguintes programas:
  • atool para arquivos;
  • highlight para syntax highlighting;
  • libcaca (img2txt) para fazer previews de arquivos ASCII;
  • lynx, w3m ou elinks para HTML;
  • mediainfo ou perl-image-exiftool para informações de arquivo de mídia;
  • poppler para PDF;
  • Transmission para torrent;
  • w3m para visualização de imagens.

Linux: ranger: um prático gerenciador 
de arquivos em modo texto

O ranger tem suas configurações guardadas nos seguintes arquivos:
  • apps.py
  • commands.py
  • rifle.conf
  • rc.conf
  • options.py
  • scope.sh

O arquivo rifle.conf, por exemplo, contém informações sobre os programas que irão abrir o arquivo selecionado. Para criar esses arquivos, basta digitar o seguinte comando:

ranger --copy-config=all

A navegação é simples, podendo ser feita com o teclado direcional e também incluindo as teclas Home, Pg Up, Pg Dn e End.
Linux: ranger: um prático 
gerenciador de arquivos em modo texto

O programa, além de ser bastante configurável, possui uma lista comandos bem úteis feitos com combinação de teclas. Abaixo, segue pequena lista:
  • gh = cd ~
  • ge = cd /etc
  • gu = cd /usr
  • gd = cd /dev
  • go = cd /opt
  • gv = cd /var
  • gm = cd /media
  • gM = cd /mnt
  • gs = cd /srv
  • gr = cd /
  • gR = cd para o diretório de configurações globais do ranger

Linux: ranger: um prático 
gerenciador de arquivos em modo texto

Observe que ao pressionar a tecla g, o ranger mostra as outras opções complementares e no canto superior direito da tela, é mostrada a tecla usada atualmente.

A manipulação de arquivos é feita com as seguintes combinações de teclas:
  • i = mostra o conteúdo do arquivo
  • l ou E = abre o arquivo
  • r = você escolhe o programa para abrir o arquivo
  • o = muda a ordem de exibição do arquivos, pode ser por ordem alfabética, tamanho, etc.
  • z = muda algumas configurações internas do programa, tais como: mouse, mostrar arquivos ocultos, etc...
  • zh = mostra arquivos ocultos
  • Tecla <Espaço> = seleciona o arquivo
  • t = marca o arquivo para determinadas operações
  • cw = renomeia o arquivo selecionado
  • / = pesquisa de arquivos
  • n = próximo resultado da busca
  • N = retorna ao resultado anterior da busca
  • yy = copia o arquivo
  • dd = corta o arquivo
  • Tecla <Del> = deleta o arquivo selecionado

Você pode executar comandos, usando:
  • ! = executar comando do shell
  • : = executar um comando interno do ranger

Se precisar de ajuda para os comandos e atalhos, veja a próxima lista:
  • ? = man ranger
  • 1? = ajuda com atalhos do teclado
  • 2? = comandos
  • 3? = configurações
  • R = atualizar o diretório atual
  • Q = sair

Bem, esse é o final da dica. Espero que gostem.

Digo por experiência própria, que após conhecer essa maravilhosa ferramenta, uso cada vez menos gerenciadores gráficos.

Outras dicas deste autor

Diversão no terminal: TermSaver

bmon - Ferramenta de monitoramento cheia de recursos

ditaa - Que tal criar diagramas pelo terminal?

agedu - Uma outra visão do seu disco

Linux Dash - Monitore seu servidor com muita facilidade

Leitura recomendada

Usando Debian-BR CDD sem instalar

Criando e lendo QR-Code pelo shell no CentOS 6

Livro de linguagem Pascal de graça

MultiTail - multiplicando seu terminal

O que fazer após instalação do RHEL/CentOS 7

  

Comentários
[1] Comentário enviado por uberlan em 17/11/2014 - 01:19h

Para complementar a dica, esclareço que para visualizar imagens deve-se usar ranger através do xterm ou urxvt.
Site oficial da ferramenta: http://ranger.nongnu.org/

[2] Comentário enviado por PedroMonteiro em 23/06/2015 - 17:26h

Obrigado pela dica, gostei bastante do ranger, me tira uma dúvida, como faço para alterar o programa padrão que ele abre um determinado arquivo, fui abrir um código em python e escolhi um editor errado como padrão mas queria outro e não queria toda vez ter q escolher apertando r, sabe como posso fazer isso?
Agradeço a atenção.

[3] Comentário enviado por Uberlan em 29/06/2015 - 21:58h


[2] Comentário enviado por pedrosk8boy em 23/06/2015 - 17:26h

Obrigado pela dica, gostei bastante do ranger, me tira uma dúvida, como faço para alterar o programa padrão que ele abre um determinado arquivo, fui abrir um código em python e escolhi um editor errado como padrão mas queria outro e não queria toda vez ter q escolher apertando r, sabe como posso fazer isso?
Agradeço a atenção.


Obrigado pelo comentário pedrosk8boy. Vou pesquisar sobre a mudança desses aplicativos-padrão. Não sei como fazer, mas acredito que fuçando o código do ranger poderemos encontrar a resposta.

[4] Comentário enviado por erixtech em 15/08/2015 - 19:21h

Muito bacana, uma opção ao mc.
--------------------------------------------
povo@brasil ~$ sudo su -
root@brasil ~# find / -iname corrupção -exec rm -rfv {} \;

[5] Comentário enviado por DanielDutra em 25/08/2016 - 17:21h

Muito bacana essa dica obrigado. Gostei muito do ranger. Gosto desses softwares que tem a tendencia de facilitar a manipulação de arquivos no terminal. Parece que no codigo do ranger está contido varios comandos que se fossemos usar o terminal sem ele teriamos que digitar esses comandos varias vezes.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts