alias - Comandos personalizados (para iniciantes)

Publicado por Xerxes em 22/02/2013

[ Hits: 22.698 ]

Blog: https://static.vivaolinux.com.br/imagens/dicas/comunidade/300.jpg

 


alias - Comandos personalizados (para iniciantes)



Dica testada no Ubuntu, mas serve para todas as distribuições.

Trata-se de algo bem básico, mas que o usuário iniciante talvez desconheça. É sobre alias, que quer dizer apelido.

Quando você quer atualizar o Ubuntu pela linha de comando, o que faz?

sudo apt-get update && sudo apt-get upgrade

Não é mesmo?

Mas não seria melhor usar apenas um comando simples como, por exemplo: "atualizar-sistema"?

É para isso que serve alias. Vamos criá-lo.

Edite um arquivo chamado ".bashrc":

gedit ~/.bashrc

Obs.: O "~" quer dizer que o arquivo está no seu diretório pessoal.

Há várias coisas nesse arquivo, se você usa Ubuntu. As primeiras linhas são:

# ~/.bashrc: executed by bash(1) for non-login shells.
# see /usr/share/doc/bash/examples/startup-files (in the package bash-doc)
# for examples

Beleza. Após esta última linha "# for exemples", você pode adicionar o seu alias. Digite isto:

alias atualizar-sistema="sudo apt-get update && sudo apt-get upgrade"

Vai ficar assim:

# ~/.bashrc: executed by bash(1) for non-login shells.
# see /usr/share/doc/bash/examples/startup-files (in the package bash-doc)
# for examples


alias atualizar-sistema="sudo apt-get update && sudo apt-get upgrade"

Salve e feche o arquivo. Feche e abra o terminal também!

Agora execute o comando:

atualizar-sistema

Será pedido sua senha e será como se você tivesse executado o comando:

sudo apt-get update && sudo apt-get upgrade

Entendeu agora o que é alias?

Você pode fazer isso com qualquer comando do GNU/Linux e criar vários comandos complexos, dependendo do seu grau de conhecimento do GNU/Linux.

Abraço!

Outras dicas deste autor

Fazendo o controle de volume funcionar no Gnome

Atualização do kernel no elementary OS

Ganhos de Capital 2013

Crie atalhos para controle de volume no Fluxbox

Notebook travando após ajustar brilho [Resolvido]

Leitura recomendada

Aumentar limite de tamanho do anexo no ZIMBRA MAIL

Restaurar (resetar) o ambiente gráfico (interface) do Lubuntu 14.04 LTS

Ganhando tempo no Terminal

Usando o APT com uma imagem .iso

FAQ não oficial do Fedora Core 3

  

Comentários
[1] Comentário enviado por romulloalves em 22/02/2013 - 14:02h

Legal, ótima dica. =)

[2] Comentário enviado por pinduvoz em 22/02/2013 - 20:48h

Eu publiquei isso mesmo aqui:

http://va.mu/cLOs

Acho que usar 'alias' é uma excelente idéia.

[3] Comentário enviado por xerxeslins em 22/02/2013 - 21:33h


[2] Comentário enviado por pinduvoz em 22/02/2013 - 20:48h:

Eu publiquei isso mesmo aqui:

http://va.mu/cLOs

Acho que usar 'alias' é uma excelente idéia.


Muito bom!

[4] Comentário enviado por lcavalheiro em 22/02/2013 - 23:50h

Só pra complementar a excelente dica, Xerxes... Após editar o arquivo você não precisa fechar e reabrir o terminal. Executar

$ . /home/seuusuario/.bashrc

também funciona ;-)

[5] Comentário enviado por xerxeslins em 23/02/2013 - 12:24h


[4] Comentário enviado por lcavalheiro em 22/02/2013 - 23:50h:

Só pra complementar a excelente dica, Xerxes... Após editar o arquivo você não precisa fechar e reabrir o terminal. Executar
[code] $ . /home/seuusuario/.bashrc [/code]
também funciona ;-)


Taí! Aprendi mais uma! Valeu!

[6] Comentário enviado por lcavalheiro em 23/02/2013 - 13:41h

Disponha ;-)

[7] Comentário enviado por pinduvoz em 24/02/2013 - 23:34h


[4] Comentário enviado por lcavalheiro em 22/02/2013 - 23:50h:

Só pra complementar a excelente dica, Xerxes... Após editar o arquivo você não precisa fechar e reabrir o terminal. Executar

$ . /home/seuusuario/.bashrc

também funciona ;-)


Pode ser também

$ source .bashrc

[8] Comentário enviado por pinduvoz em 24/02/2013 - 23:39h

Outra coisa:

O Ubuntu padrão (Xubuntu, Kubuntu e Lubuntu incluídos) executa isso no .bashrc:

[email protected]:~$ cat .bashrc | grep bash_aliases
# ~/.bash_aliases, instead of adding them here directly.
if [ -f ~/.bash_aliases ]; then
. ~/.bash_aliases

Portanto, coloque os seus "aliases" no arquivo:

~/.bash_aliases

[9] Comentário enviado por Ang em 25/03/2015 - 14:26h

Obrigado, Xerxes... Eu já imaginava que isto fosse possivel, mas pensei que fosse preciso alterar o Kernel e o interpretador de comandos... A possibilidade de algo como alias nem passava-se pela minha cabeça!
Valeu! Continue assim! Configurarei alias numa distro que estou desenvolvendo... Assim minha distro se destacará bastante perante as outras!

Ang,
Manaus, AM, Brasil.
Usuário Linux,
Distros Favoritas: Bodhi Linux, Ubuntu, Big Linux, Kurumim, OpenSUSE e Slax.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts