Visualizando compartilhamentos samba com smb4k

Publicado por Perfil removido em 09/05/2006

[ Hits: 25.757 ]

 


Visualizando compartilhamentos samba com smb4k



Se você tem necessidade de visualizar compartilhamentos SAMBA (SMB) em sua rede, não pode deixar de usar um programeto muito interessante chamado smb4k.

Sua instalação é muito simples e você pode baixá-lo no repositório oficial de sua distro ou em outro local onde abunde programas para ela. Para distribuições baseadas em RPM, rpm.pbone.net continua sendo uma boa pedida; para Slackware, www.linuxpackages.net (como sempre); Debian, um bom apt-get install smb4k resolverá o problema... ;-))

Aqui não será abordada a configuração do servidor/cliente para operarem o protocolo SMB. Você deverá fazer isso consultando a literatura disponível aqui no VOL!

I SMB4K


Após fazer a instalação do mesmo segundo o padrão de sua distro, localize o programa no menu iniciar de sua interface gráfica preferida. No KDE: “K / Internet / Transferências de arquivos” pode ser um dos locais possíveis. Pode-se chamá-lo no terminal como usuário comum.

Eis o programa aberto:


A primeira coisa que iremos fazer é configurar o programa de acordo com as configurações do servidor SAMBA existente na nossa rede. O arquivo é o /etc/samba/smb.conf. Então, clique em “Configurações / Configurar smb4k”:


Sendo que, à esquerda, você tem um menu onde poderá configurar vários itens de sua rede com protocolo SMB:


Onde:
  • Aparência: é interessante que faça diversas combinações a fim de escolher qual a mais adequada para seu caso. No meu, é a que mostro abaixo:

  • Rede: aqui você pode simplificar muito sua vida optando por obter os dados necessários do “master browser” de sua rede. Este nada mais é do que o computador que escaneia a rede a intervalos predeterminados a fim de saber quem está online ou não:


Obs.: não esqueça de configurar o servidor com SAMBA para ser o “master browser”, caso deseje que este “comande o espetáculo”... ;-))
  • Compartilhamentos: aqui você determina o diretório onde os compartilhamentos serão montados. Faça-o em seu HOME, mas isso não significa que você terá direito de navegação ou escrita no compartilhamento; estes recursos devem ser determinados no smb.conf:


  • Autenticação: na aba “Geral” você poderá determinar o login do servidor que terá acesso de forma automática sem necessitar ficar digitando login/senha toda vez que acessar um compartilhamento; já na aba “hosts e compartilhamento” poderá ser especificado cada usuário autorizado a acessar os compartilhamentos estabelecidos, de forma independente um do outro:


  • Samba: aqui você faz um “ajuste fino” nas abas Geral, Mount, Smbclient e Nmblookup. É necessário que visualise cada um para fazer os ajustes necessários à sua rede. Um exemplo:

  • Super user: aqui configura-se o acesso como root do sistema. Sem mistérios... mas ciente que pode ser uma medida que reduz a segurança do servidor:


Pronto. Agora o smb4k irá consultar o master browser para saber os PC's conectados na rede. Veja abaixo que detectou “acvsilva” e “fbosilva” no grupo de trabalho “mshome”:


E embaixo à direita vê-se uma descrição do compartilhamento. Este pode ser montado com dois cliques de mouse ou então apertando-se o botão respectivo mostrado abaixo:


Os compartilhamentos montados podem ser “memorizados” no bookmark do smb4k – de modo similar como se faz nos browseres de internet – e podem ser montados automaticamente na inicialização do programa.

Bem, meninos e meninas, é isto. Uma demonstração básica para quem necessita de um browser de compartilhamento SAMBA.

Espero ter dado mais uma ajuda!!!
;-))

Outras dicas deste autor

Plymouth funcionando corretamente com as placas Intel

PHP orientado a objeto com MySQL e AJAX - Seleção de estado e cidade

Ativando a placa wireless ralink no Debian

Conheça o FBPwn - Tenha cuidado ao aceitar uma solicitação no Facebook

Problemas com arquivos .conf em formato Windows

Leitura recomendada

Mecanismo de pesquisa do Google no Firefox - Adicionando manualmente

Instalando o Gnome 2 no Kurumin

Recuperando downloads de ISOs "quebradas" ou parciais

Aptana no Slackware 13.37

TV no Linux com Livestation

  

Comentários
[1] Comentário enviado por robersonfox em 13/08/2006 - 12:40h

Este é um artigo que merece ir para meu catalogo



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts