Usando seu velho Zip Drive em Linux

Publicado por Alberto Federman Neto. em 04/09/2009

[ Hits: 6.778 ]

Blog: https://ciencialivre.blog/

 


Usando seu velho Zip Drive em Linux



Tenho visto por aqui vários usuários interessados em distros leves para ativar seus velhos micros, hoje muito lentos para usar XP... Eu também tenho uns hardwares antigos, então achei interessante fazer esta dica.

Suponha que você tenha um velho e bom Iomega Zip 100, para porta paralela, em outras palavras, um velho e bom Zip-Drive! Em Windows você só pode usá-lo em XP, pois em Vista ou em Windows 7 não há mais suporte. Mas você pode usá-lo em Linux, sim! Veja como é fácil.

1) Conecte seu Zip-Drive na porta paralela e ligue o cabo de energia, como o faria para usá-lo em Windows. Ligue o computador e abra o Linux. Muito provavelmente seu Kernel novo não o reconhecerá, mas abra um terminal e dê os comandos abaixo para adicionar o módulo de Kernel adequado e atualizar os módulos:

sudo modprobe ppa
$ sudo depmod -a


2) O comando "lsmod" lhe mostrará o módulo montado, como abaixo:

lsmod
Module                  Size  Used by
ppa                     8052  1 
snd_seq_dummy           1576  0 
snd_seq_oss            23096  0 
snd_seq_midi_event      4088  1 snd_seq_oss

Obs.: apenas parte da saída do comando foi mostrada.

3) Se não for montado automaticamente, monte o dispositivo, na interface do GNOME ou do KDE, ou com comandos. No meu caso, o dispositivo foi detectado como a quarta "partição".

sudo mount /dev/sdb4

4) o fdisk lhe mostrará o dispositivo Zip-Drive reconhecido. Em um micro com apenas um HDD, ele pode aparecer como sdb.

Nota: cuidado com as opções de fdisk, ele é um particionador. Use "-l":

sudo fdisk -l
Disk /dev/sda: 80.0 GB, 80026361856 bytes
255 heads, 63 sectors/track, 9729 cylinders
Units = cilindros of 16065 * 512 = 8225280 bytes
Disk identifier: 0x67176717

Dispositivo Boot      Start         End      Blocks   Id  System
/dev/sda1   *           1        6374    51199123+   7  HPFS ou NTFS  (PARTIÇÃO WINDOWS)
/dev/sda2            6375        9561    25599577+  83  Linux (PARTIÇÃO LINUX)
/dev/sda3            9562        9729     1349460   82  Linux swap / Solaris (PARTIÇÃO DE TROCA)

Disk /dev/sdb: 100 MB, 100663296 bytes
64 heads, 32 sectors/track, 96 cylinders
Units = cilindros of 2048 * 512 = 1048576 bytes
Disk identifier: 0xa3ad014e

Dispositivo Boot      Start         End      Blocks   Id  System
/dev/sdb4   *           1          96       98288    6  FAT16 (ZIP DRIVE)

5) Seu Zip-Drive está pronto para uso. Na figura abaixo, veja o dispositivo montado e funcionando, reconhecido no Gparted.
Linux: Usando seu velho Zip Drive em Linux.
Sabayon Linux 4.2 GNOME
Outras dicas deste autor

PulseEffects, um fantástico equalizador e mesa de som completa, para Linux

KeyTouch - Configurando teclados multimídia sem driver específico

Finalmente, Gentoo e Arch Linux podem ser mais fáceis!

Desmascarando pacotes em Sabayon e Gentoo

Testando o novo Firefox (Minefield) e compatibilizando quase todas as extensões

Leitura recomendada

Instalação de placa de rede sem fio Ralink RT3090 no Ubuntu 10.04

Nvidia 64 TV OUT no Slackware 12.0

Como instalar o módulo (driver) da placa Wireless RTL8192se

Modem SpeedStream 5200 pode ser um roteador

Ativando rolagem de 2 dedos no touchpad

  

Comentários
[1] Comentário enviado por pinduvoz em 04/09/2009 - 18:19h

A vida era complicada antigamente.

Eu usei zip-drive e carregava aquele disquete para lá e para cá.

Hoje carrego um pendrive de 8 GB ou um micro-sd também de 8 GB.

[2] Comentário enviado por millemiglia em 31/05/2010 - 08:30h

Tive o primeiro Zip Drive vendido na minha cidade. Eu usava para fazer backup dos dados do programa de gerenciamento da minha locadora de vídeo. Antes do Zip eu demorava 45 minutos para fazer o backup e ocupava 14 disquetes de 1.44 MB. Após instalar o Zip Drive o backup era feito em pouco mais de 5 minutos. Naquela época os gravadores de CD ainda eram novidade (e eram muito caros). Lembro que o Zip Drive custou R$ 510,00 e cada disquete custava uns R$ 35,00 (se não me engano). Mesmo assim eu tinha dois disquetes de 100 MB para revezar no backup.

[3] Comentário enviado por caracosmo em 21/09/2013 - 18:29h

Deixo minha experiência. Uso Ubuntu 13.04, antes havia instalado o pacote jazip via Central de Programas do Ubuntu, quando vi esta dica, apenas o comando $ sudo modprobe ppa bastou para imediatamente o zip 100 ligar e exibir o conteúdo.



Contribuir com comentário