Ubuntu mais rápido com /tmp na memória RAM

Publicado por Xerxes Lins em 14/03/2013

[ Hits: 17.715 ]

Blog: https://voidlinux.org/

 


Ubuntu mais rápido com /tmp na memória RAM



Bem, eu já uso um sistema leve (Lubuntu 12.10). O LXDE, por si mesmo é muito mais veloz que o Xfce.

Eu notei na hora a diferença, ao abrir um menu na área de trabalho ou em qualquer lugar, percebia que o Xfce demorava e no LXDE era instantâneo.

Mas um amigo, cujo nick no VOL é slacker, me disse pelo Facebook que fez uma alteração no Ubuntu que o deixou mais veloz!

Eu testei e, mesmo usando LXDE, notei a diferença! Mas não notei mais velocidade ao abrir menus, mas sim em aplicativos, por exemplo, o LibreOffice Writer carrega e abre em menos de um segundo! Excelente, não?

O mesmo acontece com o Firefox que eu deixo cheio de abas abertas. Abre tudo rápido.

Mas, uma ressalva, a primeira vez que o aplicativo é aberto, ele vai abrir normalmente; a velocidade nota-se na segunda vez. Mas isso não é o normal? A segunda vez sempre é mais veloz, pensa você, pois muito do que se usa fica armazenado no HD em /tmp.

Correto! Mas quem sabe o básico de informática, sabe que a RAM é mais veloz que o HD. Por isso, ao mandarmos o /tmp para a RAM, o sistema fica mais veloz!

Para fazer isso, disse meu amigo, bastou editar o arquivo /etc/fstab:

sudo nano /etc/fstab

E ao final dele, acrescentar:

# Move /tmp to RAM
tmpfs /tmp tmpfs defaults,noexec,nosuid 0 0


Salvar e fechar o arquivo. Precisa reiniciar o sistema.

Esse meu amigo ainda disse para instalar um tal de Preload, que teria a função de analisar os aplicativos que mais usamos e guardar em cache para acessarmos mais rapidamente:

sudo apt-get install preload

Reinicie o sistema.

Eu fiz isso e notei a diferença.

A princípio, não muito, porque o LXDE já é veloz, mas depois que abri e reabri o Firefox e o Writer, vi como estava rápido! Mas não na primeira vez que é aberto, mas na segunda vez em diante, sim! Porque fica na RAM.

Espero que a dica sirva para você!

E antes que alguém diga que isso vai consumir mais memória RAM, eu repito o que o meu amigo disse: "Memória RAM é para ser usada."

Só se deve economizar se estiver faltando!

Abraço!

Outras dicas deste autor

Netflix no Funtoo

yum - Erro: Metadata file does not match checksum [Resolvido]

Adicionar ícones na área de trabalho no LXDE

Gerenciar serviços facilmente no Xubuntu

FFmpeg - Gravando legenda para vídeo

Leitura recomendada

Configurando softmodem (Intel e PCTel) no Conectiva Linux 10

Antergos com LXDE - Instalação e configuração

Placa de som não inicia no Sabayon 5.4

Servidor VNC no Funtoo

Debian - Corrigindo erro da Tela de Login pós-instalação do Java

  

Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 14/03/2013 - 15:56h

Não só no Ubuntu, no Slack 14 funcionou também!

Percebi uma abertura um pouco mais rápida.
E não me refiro depois de aberto o aplicativo, e sim após o boot mesmo!


Ótima dica!

[2] Comentário enviado por infoslack em 14/03/2013 - 16:42h

Senti pouca diferença, talvez por conta do hd: http://www.corsair.com/en/ssd/neutron-series-ssd/neutron-series-256gb-sata-3-6gbs-ssd.html (Slack 14)

Já em outra máquina com hd sata fez toda diferença!

[3] Comentário enviado por aprigio em 15/03/2013 - 13:27h

Sim, funciona em todas as distros pq isso são opções de mount para o fstab.

recomendo colocar tambem o size=XXXX (especificando em nbytes), pois se qualquer aplicacao que criar um arquivo grande, ou um for maluco ou ate malicioso, ou conforme vai enchendo, tchau tudo! O size=, permite vc criar um tamanho especificado para o tmpfs, como se fosse uma quota. Nao é recomendado que o /tmp fique nunca na raiz, para nao comprometer o funcionamento da mesma e sim em outra partição. mas a ideia de deixar em tmpfs é excelente!

[4] Comentário enviado por aschiavon em 22/03/2013 - 10:10h


[3] Comentário enviado por aprigio em 15/03/2013 - 13:27h:

Sim, funciona em todas as distros pq isso são opções de mount para o fstab.

recomendo colocar tambem o size=XXXX (especificando em nbytes), pois se qualquer aplicacao que criar um arquivo grande, ou um for maluco ou ate malicioso, ou conforme vai enchendo, tchau tudo! O size=, permite vc criar um tamanho especificado para o tmpfs, como se fosse uma quota. Nao é recomendado que o /tmp fique nunca na raiz, para nao comprometer o funcionamento da mesma e sim em outra partição. mas a ideia de deixar em tmpfs é excelente!


Teria ideia de um tamanho razoável? Tenho 8Gbs de ram em uma máquina e 16Gbs em outra...

[5] Comentário enviado por clebaosantz em 01/04/2013 - 18:14h

Coloque SIZE=10% ou não coloque que o TEMPFS faz isso automatico, outra coisa, tente deixar as opções apenas como DEFAULTS, pois quando utiliza NOEXEC você não consegue fazer o upgrade/atualização do sistema, somente com o DEFAULTS.

[6] Comentário enviado por peu3 em 03/05/2013 - 14:46h

Desculpa a pergunta de um burro iniciante...

Mas como faço para salvar? (depois de colar "# Move /tmp to RAM
tmpfs /tmp tmpfs defaults,noexec,nosuid 0 0 "...)

Fico apenas na tela do terminal e não sei qual comando dar para prosseguir e salvar...

Vlw!

[7] Comentário enviado por izaias em 03/05/2013 - 15:00h


[6] Comentário enviado por peu3 em 03/05/2013 - 14:46h:

Desculpa a pergunta de um burro iniciante...

Mas como faço para salvar? (depois de colar "# Move /tmp to RAM
tmpfs /tmp tmpfs defaults,noexec,nosuid 0 0 "...)

Fico apenas na tela do terminal e não sei qual comando dar para prosseguir e salvar...

Vlw!


Ctrl+o -> para salvar.
Ctrl+x -> para sair.

* Importante
Remova o item: noexec

Há casos dele impedir atualizações do sistema.

Também pode usar o GEdit: sudo gedit /etc/fstab
Fica mais fácil para salvar porque tem barra de tarefa no GEdit.

Deixe assim:

# Move /tmp to RAM
tmpfs /tmp tmpfs defaults,nosuid 0 0

[8] Comentário enviado por sjoel99 em 19/05/2013 - 12:59h


[5] Comentário enviado por clebaosantz em 01/04/2013 - 18:14h:

Coloque SIZE=10% ou não coloque que o TEMPFS faz isso automatico, outra coisa, tente deixar as opções apenas como DEFAULTS, pois quando utiliza NOEXEC você não consegue fazer o upgrade/atualização do sistema, somente com o DEFAULTS.


Para resolver esse problema na instalação/atualização do sistema basta fazer o seguinte:

Editar ou criar o arquivo "/etc/apt/apt.conf.d/apt.conf" e colocar o texto abaixo:

DPkg::Pre-Invoke{"mount -o remount,exec /tmp";};
DPkg::Post-Invoke {"mount -o remount /tmp";};




Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts