Quadriboot de Sistemas Operacionais Linux

Publicado por Rui Olegário de Siqueira em 03/09/2018

[ Hits: 287 ]

Blog: https://www.linkedin.com/in/ruiolegario1986/

 


Quadriboot de Sistemas Operacionais Linux



Bom dia, muito prazer sou Rui Olegário, mais conhecido como Musashi Lnx na comunidade de TI.

Possuo um laboratório particular, onde exerço alguns testes, e venho compartilhar com vocês um deles.

Quadriboot de sistemas operacionais Linux baseados em Debian

Executado em um Lenovo Z40.

Ressalto a importância de gravar as mídias no pendrive de uma maneira que todos fiquem similares no sentido de formato da partição. Como as vezes o sistema nativo (Windows) pode estar instalado em MBR ou GPT, é importante verificar isso antes, para que não aconteçam erros, seguindo o mesmo padrão de particionamento do sistema nativo.

Com Windows nativo (desabilitar recursos de hibernação)

Este método funcionará com ou sem o Windows nativo. Caso você tenha o Windows 10 instalado, deverá redimensionar o seu disco antes de iniciar o processo, para tanto, sugiro que faça uma limpeza no disco, cache, histórico, e uma desfragmentação antes a fim de organizar todos os dados. Após isso, clique com o direito no "menu iniciar", vá em Gerenciamento de Disco, vá na opção diminuir volume, e faça a alteração conforme a necessidade de disponibilidade para instalar as novas distribuições. Se tiver pouco espaço, ressalto que para cada distribuição é mais do que necessário 20GB de espaço.

Criando os pendrives com as ISO'S LINUX

Este método serve também para criar a mídia de instalação Windows.

Programa utilizado: Rufus 3.0
  • Se sua BIOS estiver configurada para UEFI (GPT), configurar no Rufus 3.0 este formato de particionamento.
  • Se sua BIOS estiver configurada como Legacy (MBR), configurar no Rufus 3.0 este formato de particionamento.

Obs.: não crie nenhum pendrive com um sistema de particionamento diferente do outro, isso acarretará problemas durante a instalação. Ou tudo em UEFI (GPT), ou tudo em Legacy (MBR).

Em meu laboratório foram instaladas as seguintes distribuições, todas em modo UEFI (GPT), lembrando que se você preferir trocar a 1ª distribuição por Windows, irá funcionar do mesmo modo.

Distribuições instaladas:
  • Linux Ubuntu Studio 18.04
  • Linux Ubuntu 18.04
  • Kali Linux 2018 KDE
  • Debian Stretch 2018 KDE

Espaço total utilizado: HD - 1TB

Instalando o 1º sistema - apaguei todas as partições, uma vez que vou instalar 4 sistemas do 0. Caso você queira algum sistema nativo, deverá redimensionar a partição do sistema como descrito acima.

Linux Ubuntu Studio 18.04

1º Passo - crie 1 partição efi com 2gb no máximo.

2º Passo - crie o ponto de montagem, a partição / - escolha o espaço que desejar, eu usei 200GB.

Obs.:
  • A partição swap para esta distribuição é criada automaticamente.
  • O restante do espaço, deixe sem usar, a fim de utilizarmos nas próximas instalações.

Linux Ubuntu 18.04

Obs.: como já foi criado a partição efi na primeira instalação, não é mais necessário criar ela.

1º Passo - crie o ponto de montagem, a partição / - escolha o espaço que desejar, eu usei 200GB.

A partição swap para esta distribuição é criada automaticamente.

O restante do espaço, deixe sem usar, a fim de utilizarmos nas próximas instalações.

Kali Linux 2018 KDE

1º Passo - crie o ponto de montagem, a partição / - escolha o espaço que desejar, eu usei 200GB.

2º Passo - o Kali Linux não vai criar uma partição Swap automaticamente, será necessário criar uma partição Swap, utilizei 16GB para Swap (área de troca).

Esta partição de swap criada agora, poderá ser partilhada com o último sistema a ser instalado, o Debian, vou explicar como fazer no final.

Debian 2018 KDE

1º Passo - selecionar a última partição, e criar a partição /, neste caso eu escolhi 100GB pois separei a partição home.

2º Passo - selecionar o restante que sobrar e criar a partição /home.

Não vamos criar swap, pois usaremos a swap que foi criada no Kali Linux. Na verdade o Debian irá reformatar a swap do Kali Linux, "roubando" de certa forma o UID já previamente configurado no Kali Linux, vou explicar mais adiante como solucionar isso.

Resolvendo o compartilhamento do Swap Kali Linux e Debian, pode verificar com o comando top, não terá espaço disponível para o swap do Kali Linux, uma vez que a última instalação mudou o UID da partição swap:

* Desabilite as opções de suspensão e hibernação no Debian e do Kali Linux antes.

Quando inicializar o sistema Kali Linux, você perceberá que ele não terá mais a unidade Swap, pois o UID da unidade foi trocado. Podemos identificar o swap disponível com o comando sfdisk -l. Para cada um de vocês o Device poderá estar diferente, mas não deverá ser algo muito diferente de /dev/sda4. Ex.:

/dev/sda1 = EFI System
/dev/sda2 = Ubuntu Studio
/dev/sda3 = Ubuntu
/dev/sda4 = swap
/dev/sda5 = Kali Linux
/dev/sda6 = /Debian
/dev/sda7 = /home/Debian

Então, você inicializa o Debian, abre o /etc/fstab com o nano ou o vi, anote o UID da unidade Swap.

Reinicia a máquina, agora com o Kali Linux, abre com o editor nano ou vi o /etc/fstab (como root), e troque o UID da unidade Swap pelo UID anotado na distribuição Debian.

E é isso ai pessoal, deste modo, fiz um quadriboot com 4 distribuições Linux.

Outras dicas deste autor
Nenhuma dica encontrada.
Leitura recomendada

Como restaurar o Ubuntu 12.04 Precise (removendo suas variações)

O que fazer após instalar Linux Mint 19

Como turbinar seu Linux Mint 13 para desktops

Debian 8: Deixando o sistema mais rápido

Tema GTK em aplicativos KDE no LXDE

  

Comentários
[1] Comentário enviado por clodoaldops em 04/09/2018 - 09:44h

-gostei da dica, favoritada!
-só acho que faltou um printscreen do gparted "mostrando" como ficou hd

[2] Comentário enviado por musashilnx em 07/09/2018 - 15:11h


[1] Comentário enviado por clodoaldops em 04/09/2018 - 09:44h

-gostei da dica, favoritada!
-só acho que faltou um printscreen do gparted "mostrando" como ficou hd


Na verdade, se você digitar no youtube quadriboot linux vai encontrar um vídeo onde eu mostro todo o processo completo.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts