Testando sempre o Firefox mais recente

Publicado por Alberto Federman Neto. em 09/08/2013

[ Hits: 4.187 ]

Blog: https://ciencialivre.blog/

 


Testando sempre o Firefox mais recente



Introdução

Há vários anos, sou testador Beta da Fundação Mozilla, desde a época do Netscape.

Há alguns anos, demonstrei ser possível testar os Firefox mais novos (ou qualquer versão), posto que Firefox é pré-compilado e roda "standalone", em qualquer distribuição:
Os antigos Firefox experimentais chamados "Minefield" são obsoletos há tempos.

Atualmente, há dois tipos de Firefox em teste (para posterior lançamento como a versão oficial): Firefox "Aurora" (completos, pré-lançamento) e Firefox "Central" (os mais novos e com recursos adicionais. "Pré-Aurora", podendo ser instáveis), além dos novíssimos "Nightly" e "Latest Nightly", que estão em início de testes, "Trunk" e "Latest Trunk", podendo ser instáveis):
A partir da versão 5, esses Firefox passaram a atualizar automaticamente, dispensando reinstalação.

Para os testadores, ainda há respectivamente 3 canais de atualização, em ordem crescente de data:
  1. Canal "Release" (os menos novos e estáveis, pré-lançamento).
  2. O "Beta" (testes para as versões a serem lançadas oficialmente em relativamente pouco tempo).
  3. E o canal "Nightly" (Firefox "Trunk").

Estes canais eram intercambiáveis, mas os testadores mais experientes costumavam trabalhar sempre no canal "Nightly". Desejando trocar o canal, isso era feito automaticamente, ou na configuração dele:
Porém, como alguns testadores trocavam o canal com frequência e isso causava mistura de versões, o time de desenvolvedores resolveu cancelar essa possibilidade de troca de canais:
Agora, é necessário sempre baixar o Firefox novo do canal que desejar.

Como obter e usar o Firefox novo

A. Primeiro, deve criar uma pasta para ele. Ex.: /home/usuario/Desktop/Teste:

cd /
$ cd ~/
$ cd Desktop
$ sudo mkdir Teste
$ cd Teste


Agora, escolha GNU/Linux (ou Windows, se usá-la), para 32 ou 64 bits.

Conforme queira, escolha a versão: oficial ou futuro próximo, "Aurora", "Central", "Nightly" ou "Latest Nightly" (na data desta dica, versões 23-26, caso contrário, navegue ao link correto).

Oficial, atual versão 23, estável:
Em futuro próximo, próxima versão, 24 a ser oficializada. Estável:
Firefox Aurora, em testes finais, versões 24 e 25. "Testing":
Firefox Central, em testes, versões 25 e 26: "Testing":
Últimos Firefox "Nightly" (versão 25) e "Latest Nightly" (Versão 26) (podem ser instáveis). Apenas Inglês Americano, não foram traduzidos ainda. "Trunk" e "Latest Trunk":
B. Eu, geralmente, testo as mais recentes, "Nightly" e "Latest Nightly" em Português do Brasil. Baixe o Firefox que desejar, e salve na pasta "Teste" (veja acima, em A).

Expanda:

tar -vxjpf NOME DO FIREFOX QUE BAIXOU.tar.bz2

Se preferir, use Ark, File Roller, ou mesmo o botão direito do mouse ("Extrair Detectando Sub-Pasta"). Detalhes de como expandir:
C. Dentro da pasta Teste, haverá uma outra pasta "Firefox" e dentro dela, um executável chamado "firefox" (nas versões antigas era um script. Não confunda com o "firefox.bin").

D. Importante: FECHE seu Firefox de sistema (se estiver usando), porque senão ele será prioritário. Deixe o do sistema, fechado. Pode desinstalá-lo, se não for mais usar.

E. Execute o Firefox, para abri-lo e ver se está funcionando:

./firefox

F. Funcionou? Feche por um momento, e de acordo com seu ambiente gráfico, faça um atalho (ou lançador, é um tipo de link simbólico) na sua área de trabalho, apontando para o Firefox expandido, na pasta dele.

É importante que o comando e o path, caminho de trabalho sejam feitos de maneira correta, ou o Firefox que abrir será o padrão do sistema.

Para o KDE, a tela abaixo esclarece:
Linux: Testando sempre o Firefox mais recente

Para outros ambientes gráficos, pesquise na rede como fazer o atalho, mas geralmente é com o botão direito do mouse, ou mesmo via terminal.

Alguns detalhes sobre os atalhos:
G. Se tudo deu certo, a partir de agora, sempre que clicar no atalho, estará usando seu Firefox novo. Ele vai atualizar automaticamente, no canal correto, sem precisar mais ser reinstalado.

Na figura abaixo, eis o Firefox "Nightly", "Trunk", versão 26 (a mais nova em pt-BR) rodando com o canal de atualização "Nightly" ativado:
Linux: Testando sempre o Firefox mais recente

Para usar o do sistema, o padrão, simplesmente abra-o via terminal:

firefox

H. Complementos interessantes para os testadores são: "Nightly Tester Tools", "Quick Locale Switcher" e "Test Pilot". Instale-os, se desejar.

I. Seus marcadores, favoritos, complementos, deverão funcionar normalmente, contudo, se tiver dificuldades com deixar em Português (se não estiver), com Flash Player, etc, consulte esta dica:
Outras dicas deste autor

VeryNice - Controle e gestão automática de serviços no Linux

Aplicativo de horário e clima no GNOME e no MATE: Ribeirão Preto/SP está com o nome errado!

Sabayon Linux - Gerenciador de Login (SDDM) não loga mais [Resolvido]

SPM - compilando programas-fonte com facilidade

ZSWAP controlável. ligável e desligável - pacote completo

Leitura recomendada

Encurtador Goo.gl para Firefox

Servidor web simples sem instalar nada

Como melhorar seus downloads no emule

Ubuntu 11.10 - Como usar o Notepad++ via Wine

Webapps - o futuro começa aqui

  

Comentários
[1] Comentário enviado por lcavalheiro em 09/08/2013 - 11:39h

Excelente dica, Alberto!

[2] Comentário enviado por albfneto em 10/08/2013 - 11:59h

COMPLEMENTOS DA DICA:

1) Esquecí de reportar uma Informação.

É possível inclusive, testar várias versões ou canais, no mesmo Sistema, desde que elas estejam expandidas em pastas diferentes.

2) Outro Navegadores que podem ser testados de Maneira análoga, são outros navegadores de código Gecko Mozilla:

Seamonkey, IceCat, Iceweasel (do Debian),Waterfox,Pale-Moon(um Firefox otimizado para windows),SwiftFox,SwiftWeasel etc...






Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts